R.B. 23/AGO/13 ‘’Mais um gigante da educação’’


R.B.

"Mais um gigante da educação"

 

São Paulo, 23 de agosto de 2013 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA pode seguir em alta, para reduzir mais uma parte das perdas ainda acumuladas no ano (-15,7%) e nos últimos 12 meses (-13,4%), com boas chances de fechar a semana próxima dos 52.000pts, diante da melhora nas perspectivas de crescimento das principais economias do mundo, como agora a do Reino Unido.

-    O DÓLAR deve voltar a cair, com ''boas chances'' de fechar o mês abaixo dos R$ 2,40, acompanhando a provável melhora do ''humor'' na Bovespa e também influenciado pelo anuncio do BC do lançamento de um programa de leilões de swap cambial que vai durar pelo menos até 31/DEZ/13.

 

ONTEM

-    BOVESPA 2,0%, já abriu em alta e, acompanhando o bom desempenho das bolsas de NY e da Europa, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, com destaque positivo para as ações da Petrobrás, que subiram 5,3% diante do crescimento dos ''rumores'' de aumento no preço dos combustíveis.

-    DÓLAR –0,8% à R$ 2,43, abriu em leve alta, para na máxima atingir R$ 2,46, porem logo passou a cair e manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, acompanhando a melhora do ''humor'' na Bovespa e ''aliviado'' pelos leiloes de venda do BC.

-    Na ÁSIA, acompanhando as perdas das bolsas dos EUA no dia anterior, JAPÃO –0,4%, CORÉIA –0,9% e CHINA –0,3%, já que, mesmo com a divulgação de dados positivos da economia chinesa, os investidores seguem atentos a alta nos rendimentos de títulos públicos norte-americanos, que por sua vez aumentam os custos de empréstimos globalmente.

-    Na EUROPA, recuperando as perdas do pregão anterior, INGLATERRA 0,9%, FRANÇA 1,1% e ALEMANHA 1,4%, com destaques de alta para as mineradoras, como Xstrata (3,0%) e Vedanta Resources (2,9%), impulsionadas por dados animadores sobre o setor industrial da zona do euro, da Alemanha e da China.

-    Nos EUA, mesmo com a suspensão dos negócios na bolsa Nasdaq, causada por problemas técnicos, S&P 0,9%, DJ 0,4% e NASDAQ 1,1%, impulsionadas pelas divulgação de dados econômicos positivos, que por sua vez acabaram ofuscando a decepção com a falta de sinais definitivos sobre o futuro da política monetária do país.


Economia:

 

Para conter a disparada do dólar, apenas de MAI/13 até o começo da semana passada os BC dos países em desenvolvimento já injetaram US$ 81bi em reservas de emergência fazendo intervenções nos mercados de câmbio e, aumentando sua ''munição'', ontem, após o fechamento do pregão, o BC brasileiro anunciou o lançamento de um programa de leilões de swap cambial, que equivalem à venda de dólares no mercado futuro, que pode chegar a US$ 60bi e que vai durar pelo menos até 31/DEZ/13.

 

Em JUL/13, com a inflação em patamar elevado, a renda média dos trabalhadores teve a quinta queda consecutiva, porem mesmo assim a taxa de desemprego desacelerou e foi a 5,6%, patamar abaixo do registrado no mês anterior (6%).

 

Atualmente a Selic está em 8,0% ao ano, na próxima semana ocorrerá mais um reunião do Copom e, citando um real mais desvalorizado e uma inflação mais alta, José Carlos de Faria, economista-chefe para Brasil do Deutsche Bank, revisou sua projeção para o ciclo de aperto monetário de 9,25% para 10,25% até JAN/14.

 

Além do programa anunciado pelo BC para tentar conter a desvalorização do real, ontem o Tesouro Nacional reafirmou que continuará com as intervenções no mercado de títulos públicos sempre que achar que os preços estejam excessivamente voláteis.

 

Criando ''mais um gigante da educação'' no Brasil, que competirá com a Unip e com o recém criado grupo formado pela fusão da Kroton com a Anhanguera Educacional, ontem a FMU e a Anhembi Morumbi confirmaram que anunciarão hoje uma associação de seus negócios.

 

Aumentando a lista dos membros do governo Dilma que ''fazem de conta que está tudo bem'', ontem Luciano Coutinho, presidente do BNDES, afirmou que, apesar da disparada do dólar em relação ao real e dos esforços do BC para conter a alta da moeda americana, o Brasil não está vivendo uma crise cambial.

 

Segundo Humberto Barbato, presidente da Associação da Indústria Elétrica e Eletrônica, e segundo Adilson Carvalhal Jr., presidente da Associação brasileira dos Exportadores e Importadores de Alimentos e Bebidas, apesar de o governo minimizar o impacto do aumento do dólar nos preços, a alta recente da moeda norte-americana já pressiona a inflação e fará estrago ainda maior nos próximos meses.

 

Mostrando que não aprende com os próprios erros, o BNDES ''avisou'' que pode ajudar a financiar a conclusão das obras dos projetos do grupo EBX depois que as companhias tenham sido vendidas por Eike Batista, ressaltando que a eventual troca de controladores "zera o jogo" das referidas empresas.

 

Ontem, no mesmo dia em que as empresas aéreas foram ao governo pedir ajuda para compensar os efeitos da alta do dólar nas suas margens de lucro, foi divulgado que em JUL/13 a demanda por voos domésticos teve um crescimento de 4,8% em sobre igual período do ano passado, puxada pelo bom desempenho da Avianca e da Azul.

 

Com vendas de R$ 273,5mi em 2012, o que representou um crescimento de 22% sobre o ano anterior, e empregando 900 funcionários, a tradicional marca brasileira de bicicletas Caloi passou ontem para o controle da canadense Dorel Industries, que anunciou um acordo para comprar 70% das suas ações.

 

-    A Vale subiu 4,1%, afetada positivamente pela divulgação de dados positivos da China, seu principal cliente internacional, o que alimenta perspectiva de demanda elevada por minério.


Política:

 

Mostrando que, mesmo diante da queda de sua popularidade, ainda acha que tem apoio politico, Sergio Cabral, governador do RJ, ''avisou'' que deve renunciar ao cargo no começo do ano que vem para dar lugar para seu vice Luiz Fernando Pezão, que será candidato ao governador, e para se candidatar ao Senado.

 

Apesar de reconhecer que o senador mineiro dispõe de ampla maioria na estrutura partidária, FHC, ressaltando que não há clima para escolha "vertical", afirmou que vai atuar como ''bombeiro'' na disputa entre os tucanos Aécio Neves e Serra para ver quem será o candidato do PSDB ao Palácio do Planalto em 2014.

 

Com Michel Temer aparecendo de maneira rápida, o programa do PMDB que foi ao ar em rede nacional ontem evitou mostrar políticos, que foram trocados por atores contratados, o que indica que o partido deve seguir apoiando Dilma nas eleições presidenciais de 2014.

 

O Supremo Tribunal Federal rejeitou ontem por unanimidade o recurso em que o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, que tentava reduzir sua pena, o que acaba minando mais uma possibilidade de redução da pena de Dirceu, ex-ministro da Casa Civil.

 

Após vereadores de oposição entrarem com um mandado de segurança para pedir a revisão da proporcionalidade da CPI dos Ônibus, já que apenas um vereador da oposição faz parte da Comissão, a Justiça do Rio suspendeu os trabalhos da referida Comissão Parlamentar de Inquérito na Câmara Municipal.


Crítica:

 

Mostrando mais uma falta de habilidade diplomática do governo brasileiro, será a ministra Gleisi Hoffmann, da Casa Civil, a representante do Brasil em uma turnê na machista china para vender a investidores estrangeiros o plano de logística do governo.

 

Encarados pelo primeiro ministro David Cameron como ''uma luz no fim do túnel'' para reduzir a crise energética que quase provocou um apagão no Reino Unido em MAR/13, os testes para extrair gás xisto no subsolo de um vilarejo de menos de 2.000 habitantes no sul da Inglaterra tem causado um intenso debate ambiental, com protestos diários de moradores da região e de ativistas de todo o país.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário