R.B. 19/AGO/13 ‘’Falta de habilidade política e de humildade’’


R.B.

"Falta de habilidade política e de humildade"

 

El Colorado, 19 de agosto de 2013 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve seguir em alta, para fechar em território positivo pelo novo pregão consecutivo, reduzindo mais uma parte das fortes perdas acumuladas no ano (-15,4%) e nos últimos 12 meses (-12,8%), acompanhando a provável recuperação das bolsas de NY e a valorização das commodities.

-    O DÓLAR pode seguir em alta, com ''boas chances'' de testar a resistência dos R$ 2,40, influenciado pela forte redução do fluxo positivo de recursos externos e pela enorme falta de credibilidade econômica do governo Dilma, já que o ministro da fazenda fala uma coisa e o presidente do BC faz outra.

 

SEXTA-FEIRA

-    BOVESPA 1,2%, já abriu em alta e, mesmo com as perdas nas bolsas de NY, manteve a trajetória ascendente ao longo de ''quase'' todo pregão, para fechar em território positivo pelo oitavo pregão consecutivo, desta vez com destaques de alta para as ações do setor de siderurgia, como Gerdau (6,6%) e CSN (7,1%), diante de ''rumores'' de aumento de preços.

-    DÓLAR 2,4% à R$ 2,39, já abriu em alta e, mesmo com os leilões de venda do BC, fechou com forte valorização e no maior patamar desde 6/MAR/09, já que mais uma vez Mantega, Ministro brasileiro da Fazenda, perdeu uma boa oportunidade de ficar calado ao afirmar que a moeda norte-americana mudou de patamar.

-    Na ÁSIA, acompanhando as perdas nas bolsas de NY no dia anterior, JAPÃO –0,8%, com destaques de queda para as exportadoras, como Honda (-1,5%) e Canon (-1,4%), diante do enfraquecimento do dólar frente a moeda local (o iene), CORÉIA –0,2% e CHINA –0,7%, após um pregão marcado pela forte volatilidade, já o índice local chegou a subiu 5,6% na sessão, diante de ''rumores'', prontamente descartados, de que órgão regulador de valores mobiliários poderia anunciar algumas medidas de apoio.

-    Na EUROPA, sem uma tendência única e após uma sessão turbulenta, INGLATERRA –0,3%, FRANÇA 0,7% e ALEMANHA 0,2%, com investidores divididos entra e ''animação'' com a divulgação de dados negativos da economia norte-americana, que pode adiar a redução dos estímulos monetários dos EUA, e o aumento da violência no Egito, que prejudica as empresas de turismo.

-    Nos EUA, com o DJ registrando o seu maior declínio semanal do ano (-2,2%), S&P –0,3%, DJ –0,2% e NASDAQ –0,2%, prejudicadas pela alta nos juros futuros e diante da divulgação de resultados decepcionantes no setor de varejo, do mercado imobiliário e do índice de confiança dos consumidores.


Economia:

 

Apesar de ter uma audiência cada vez menor, Mantega, Ministro da Fazenda, afirmou na sexta-feira passada que "não se justificam" análises pessimistas da economia brasileira, e que as concessões de infraestrutura deverão dinamizar a atividade neste segundo semestre e ressaltou que os setores químico, automobilístico e de construção civil estão crescendo.

 

Contrariando mais uma vez as previsões da ''bola de cristal'' de Mantega, o ministro brasileiro da Fazenda, o banco de investimento norte-americano J.P. Morgan reduziu, de 1,5% para -0,3%, sua estimativa para o PIB da economia brasileira no terceiro trimestre deste ano, citando como motivos os protestos contra a corrupção que se espalharam pelo país e já causaram recuo nos indicadores de confiança de consumidores e dos setores de serviço e manufatureiro.

 

Ainda ''bancando seu incompetente e desacreditado'' Ministro da Fazenda, hoje Dilma se reunirá com Mantega para discutir a forte valorização do dólar frente ao real, que certamente vai pressionar a inflação e pode obrigar o BC a subir a taxa básica de juros mais do que o esperado e assim prejudicar a campanha de reeleição da presidenta.

 

Justificando parte da recuperação da Bovespa nos últimos dias, no segundo trimestre deste ano o lucro líquido consolidado de 316 empresas brasileiras de capital aberto, mesmo com os enormes prejuízos das empresas de Eike Batista, apresentou um crescimento de 18,4% na comparação ao mesmo período do ano passado e, excluindo as 6 empresas do Grupo EBX, o aumento teria sido de 36,1%.

 

Como, por enorme incompetência do Ministério de Minas e Energia, as novas hidroelétricas já em funcionamento e as novas linhas de transmissão ainda não estão interligadas a rede nacional de energia, o uso contínuo de energia das termelétricas, mais caras e poluentes, gerou um gasto de R$ 3,9bi para o governo, valor que já é o dobro do previsto para o ano.

 

''Finalmente acordando'' que não é vantagem negociar ao lado da Argentina e usando o desunido Mercosul, o governo brasileiro já trabalha com a possibilidade de negociar com a União Europeia seus próprios termos para a criação de uma área de livre comércio.

 

Esquecendo-se que o banco tem ações negociadas na bolsa e portanto tem sócios que gostariam de vê-lo dar lucro, Aldemir Bendine, presidente do Banco do Brasil, afirmou que o referido banco é, sim, um braço do governo na aplicação da política econômica.

 

Se concentrando em negócios prioritários, principalmente para fazer caixa para explorar o pré-sal, a Petrobras anunciou venda de ativos num total de US$ 2,1bi.


Política:

 

Enquanto Mantega discutia, ou fingia discutir, novos cortes de gastos para aumentar o esforço fiscal do governo federal em 2013, o Ministério da Fazenda desembolsou R$ 14,2mi no primeiro semestre para renovar sua frota e comprar 283 carros novos.

 

Atrapalhando cada dia mais a candidatura do seu ''colega'' Aécio Neves, Serra afirmou, durante uma reunião com caciques do PPS, que os governadores tucano Geraldo Alckmin, de SP, e Beto Richa, do Paraná, prometeram apoio às prévias do PSDB para a escolha do candidato do partido nas eleições presidenciais de 2014.

 

Cotado para ser candidato à presidente do Brasil, o ministro Joaquim Barbosa, presidente do STF, dá enormes sinais de ''falta de habilidade política e de humildade'' pois, (1) desqualificou como "chicana" uma posição contraria a sua e, instado a se desculpar, encerrou a sessão, como ''um jogador mimado'' que leva a bola para casa, (2) ao perder uma votação, disse que cada país tem o modelo e tipo de Justiça que merece, (3) acusou colegas da corte de alimentar "um jogo de intrigas", (4) chamou de "palhaço" um jornalista que lhe fizera uma pergunta, mandando-o "chafurdar no lixo" e (5) como um garoto problema de uma escola quase saiu no tapa com o ministro Lewandowski.

 

Ainda sem partido para disputar as eleições presidenciais de 2014, já que o #Rede tem enfrentado dificuldades para registrar as assinaturas de apoio nos Tribunais Eleitorais, Marina Silva, maior beneficiária do abalo que as manifestações de rua causaram no mundo político, afirmou que os protestos que recorrem à violência "extrapolam" os limites da desobediência civil aceitável, ressaltando que no Estado Democrático de Direito existem regras.


Crítica:

 

Obama, logo no primeiro ano do primeiro mandato como presidente dos EUA, ganhou o premio Nobel da Paz, porem mostrando que este premio foi muito injusto, seu governo, que já transformou o Iraque em uma terra sem lei com dezenas de atentados todos os dias, continua financiando, com mais de US$ 1,3bi por ano, os militares do Egito que cometeram um golpe de Estado e atualmente massacram a população civil.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário