R.B. 4/JUN/13 ‘’Bolsa Óleo de Peroba’’


R.B.

"Bolsa Óleo de Peroba"

 

São Paulo, 4 de junho de 2013 (TERÇA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA pode subir, com ''boas chances'' de recuperar o patamar dos 54.000pts, acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, beneficiada pela valorização das commodities e também influenciada pelo retorno, ainda que tímido, dos investidores externos.

-    O DÓLAR deve voltar a cair, acompanhando a provável melhora do ''humor'' na Bovespa, com ''boas chances'' de fechar a semana abaixo dos R& 2,10, principalmente diante dos sinais de aumento do fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e ''investimentos''.

 

ONTEM

-    BOVESPA 0,8%, já abriu em alta e, sustentada pela recuperação das ações da Vale (4,5%) e da Petrobrás (1,2%), manteve a trajetória ascendente ao longo de ''quase'' todo pregão, no final do dia também beneficiada pela recuperação das bolsas de NY.

-    DÓLAR –0,7% à R$ 2,12, já abriu em queda e manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, em um movimento de realização de lucros após as altas recentes e também influenciado pelas expectativas de novas intervenções do BC na ponta vendedora.

-    Na ÁSIA, com destaques negativos para as exportadoras, JAPÃO –3,7%, CORÉIA –0,6% e CHINA –0,2%, realizando lucros provenientes dos recentes avanços, principalmente diante das incertezas sobre por quanto tempo o estímulo monetário promovido pelo BC dos EUA irá continuar.

-    Na EUROPA, após uma sessão volátil em reação à divulgação de uma série de dados sobre atividade industrial, INGLATERRA –0,9%, FRANÇA –0,7% e ALEMANHA –0,9%, ainda em um movimento de realização de lucros, desta vez principalmente em ações de bancos, com HSBC (-1,1%), Royal Bank (-1,2%), Commerzbank (-4,1%) e Bankinter (-1,6%).

-    Nos EUA, recuperando as perdas da abertura no final do pregão, S&P 0,6%, DJ 0,9% e NASDAQ 0,3%, após dados mais fracos do que o esperado sobre a atividade manufatureira no mês passado darem força a apostas de que o Fed (''BC'' local ) terá de manter os estímulos monetários.


Economia:

 

Segundo a pesquisa focus feita na semana passada, quando aliás foi divulgado que o PIB brasileiro cresceu apenas 0,6% no primeiro trimestre de 2013 e o Copom elevou a Selic em 0,5% (de 7,50% para 8,00% ao ano), o ''mercado'' reduziu pela terceira semana consecutiva, desta vez de 2,93% para 2,77%, suas perspectivas de crescimento da economia brasileira neste ano e manteve em 5,80% suas ''apostas'' para o IPCA deste ano.

 

Como atualmente a principal meta da equipe econômica de Dilma é reduzir a inflação, é muito provável que o governo brasileiro não permita que o real se enfraqueça ainda mais após o dólar ter chegado ao patamar mais alto em 4 anos na última sexta-feira.

 

Acreditando que o segundo semestre será melhor, com menos inflação e preços mais baixos dos alimentos, os economistas da Confederação Nacional do Comércio projetam que neste ano de 2013 as vendas do setor varejista brasileiro devem entre 4,5% e 5% neste ano na comparação.

 

Previamente anunciado ontem por Dilma, o plano de financiamento da próxima safra agrícola terá uma medida destinada a combater altas de preços de alimentos que possam pressionar a inflação, á que R$ 25bi serão aplicados na criação de estoques reguladores de alimentos, principalmente no Nordeste.

 

O valor da média diária das exportações de petróleo do Brasil saltou cerca de 70% em MAI/13 na comparação com o mês anterior, enquanto as importações, ainda crescentes, subiram apenas 7,2% em relação a ABR/13.

 

Finalmente percebendo que o mercado interno não é suficiente para garantir seu futuro, a indústria brasileira, no momento em que vê sua participação nas exportações despencar e que perde mercado até na América do Sul, começa a pressionar o governo Dilma a fazer mais acordos comerciais bilaterais.

 

Nos 5 primeiros meses deste ano as importações brasileiras cresceram 9,8% e as exportações do país recuaram -2,8%, ambas na comparação com o mesmo período de 2012, como consequência disto neste mesmo período da balança comercial brasileira já regista um déficit de US$ -5,4bi, o que é o pior resultado da história para os primeiros 5 meses da série iniciada no começo da década de 1990.


Política:

 

Ontem, no mesmo dia em que Dilma afirmou que quer se aproximar mais do PMDB, o senador peemedebista Jarbas Vasconcelos subiu na tribuna do Senado para dizer que o governo federal deveria criar o ''Bolsa Óleo de Peroba'' para distribuir entre seus líderes e entre os integrantes do governo.

 

Para evitar turbulências na articulação política, Dilma afirmou, em um reunião com o vice-presidente Michel Temer e os presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves, e do Senado, Renan Calheiros, que pretende se aproximar do Congresso e que fará encontros periódicos com os aliados.

 

Rasgando dinheiro publico, (1) governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, do DEM, gastou R$ 102 mil no aluguel de um jatinho que usou para ir ao RJ e voltar no mesmo dia e (2) o governador de Goiás, Marconi Perillo, do PSDB, vai desembolsar R$ 2,5 milhões para ajudar na reforma da Serrinha, sede social do Goiás, que receberá apenas um treino da seleção brasileira de futebol.


Crítica:

 

Mostrando toda sua ''simpatia'' para com as empresas de telefonia, ontem Paulo Bernardo, o ministro brasileiro das Comunicações que obviamente não tem nenhum conhecimento técnico de medicina, ironizou a possibilidade de que o uso de telefones celulares possa fazer mal à saúde.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário