R.B. 20/MAI/13 ‘’O filé mignon é sempre para os gringos’’


R.B.

"O filé mignon é sempre para os gringos"

 

São Paulo, 29 de maio de 2013 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, ampliando os ''pacos'' ganhos acumulados na semana passada (0,1%), acompanhando o desempenho positivo das demais bolsas mundiais e também beneficiada pelos sinais internos, e ainda ''tímidos'' de recuo da inflação e de crescimento da economia.

-    O DÓLAR deve cair, devolvendo uma parte da forte alta acumulada na semana passada, acompanhando a provável melhora do ''humor'' na Bovespa e também influenciado pelas ''apostas'' de que o BC atue na ponta vendedora para impedir uma maior pressão inflacionaria oriunda da desvalorização do real.

 

SEXTA-FEIRA

-    BOVESPA 0,7%, já abriu em alta e manteve a trajetória positiva ao longo de todo pregão, acompanhando o movimento ascendente das demais bolsas do mundo, impulsionada (1) pelo avanço dos preços das commodities e (2) pelo anuncio de que em MAI/13 a confiança do consumidor dos EUA atingiu o maior nível em quase 6 anos.

-    DÓLAR 0,3% à R$ 2,04, abriu em queda, para na mínima recuar –0,2%, porem passou a subir na parte da tarde e fechou o dia no maior patamar desde 22/JAN/13, refletindo a cautela dos investidores com um possível corte nos estímulos econômicos nos EUA.

-    Na ÁSIA, apesar dos ''temores'' de redução dos estímulos econômicos nos EUA, CORÉIA estava fechada por conta de feriado local, JAPÃO 0,7%, acumulando alta de mais de 45% neste ano, diante do volume ''agressivo'' de estímulos monetários por parte do BC local e CHINA 1,4%, com destaques de alta para as exportadoras.

-    Na EUROPA, revertendo uma abertura positiva, para fecharem o dia em alta na quarta semana consecutiva de ganhos, INGLATERRA 0,5%, FRANÇA 0,6% e ALEMANHA 0,3%, beneficiadas pelo bom desempenho das bolsas dos EUA e com destaques de alta para as ações das montadoras automotivas, após dados mostrarem que em ABR/13 o mercado europeu de carros cresceu pela primeira vez em um ano e meio.

-    Nos EUA, também revertendo uma abertura negativa, para renovarem suas máximas históricas, S&P 1,0%, DJ 0,8% e NASDAQ 1,0%, com o bom desempenho impulsionado por dados positivos nos setores de energia e industrial, que são diretamente atrelados ao crescimento econômico.


Economia:

 

Dando 3 sinais positivos da economia brasileira, (1) se recuperando após 3 quedas consecutivas, em MAI/13 o índice que mede o otimismo da indústria ficou em 55,5pts, ante 55,4pts em ABR/13, (2) nos 4 primeiros meses deste ano 8,92 milhões de consumidores deixaram a lista de inadimplentes da Serasa, o que representa uma alta de 6,4% em relação ao mesmo período do ano passado e (3) em ABR/13 as vendas de materiais de construção tiveram alta de 14,2% na comparação com o mesmo mês do ano passado.

 

Atrasando projetos e prejudicando o dinamismo da economia brasileira, o BNDES levará mais de uma década para terminar um projeto de modernização de seus sistemas de informática e processamento de dados, cujo estouro no orçamento já supera os R$ 110mi.

 

Em 2013 as aberturas de capital nos EUA já somam 74 transações, com arrecadação de US$ 24,3bi e, com juros reais negativos e sinais claros de recuperação da economia, o investidor norte-americano voltou a arriscar o dinheiro na Bolsa do país que, quase 5 anos após a quebra do banco Lehman Brothers, escala patamares até então desconhecidos.

 

Com um governo menos ''errático'' e mais receptivo ao capital externo, o México recuperou do Brasil o posto de "queridinho" dos investidores, com isto entre as bolsas dos países da América Latina é a bolsa mexicana que está mais próxima de recuperar seu pico histórico, já acumulando uma alta de 11,8% neste ano, enquanto a bolsa brasileira recua –9,5% no mesmo período.

 

Medidas que geram incertezas, como controle dos preços de combustíveis da Petrobras (a principal ação da Bovespa), negociações malconduzidas para a renovação das concessões do setor elétrico, intervenção no câmbio e uma inflação que não cede, tiram a segurança do investidor e explicam o péssimo desempenho da bolsa brasileira, que recua –9,5% no ano.

 

Segundo Loy Pires, que é o responsável pela instituição no país, o braço para o setor privado do Banco Mundial investirá pelo menos US$ 2bi no Brasil em seu próximo ano fiscal, que se inicia em JUL/13, buscando elevar a fatia de aplicações em projetos que tenham impacto no desenvolvimento social e também gerem retornos financeiros.

 

O agronegócio do Brasil exportará em 2013 volumes recordes do seu principal produto, a soja, mas o setor exportador de grãos amargará gastos extras de mais de US$ 1bi, por conta dos problemas de logística e infraestrutura do país.

 

Podendo reduzir os problemas de logística e infraestrutura do Brasil, a aprovação da MP dos Portos criou uma onda de otimismo entre os empresários, que apostam no avanço dos investimentos, já que a expectativa é que setor receba algo em torno de R$ 50bi no médio prazo.

 

-    Apresentando um sinal de ''alivio'' na inflação, na segunda quadrissemana de MAI/13 os preços dos alimentos em SP registraram uma deflação de –0,14%, o que representa a primeira queda desde MAR/12.

 

-    A OGX caiu –1,1% e, após o fechamento do pregão, a agência de classificação de risco Fitch Ratings rebaixou sua ''nota'' para a empresa ressaltando sua preocupação com a liquidez devido à aquisição de 13 blocos exploratórios em um momento no qual a companhia implementa um "agressivo programa de investimento".


Política:

 

Comprovando pela ''enésima vez'' que não existe unidade dentro do PSDB em torno da candidatura de Aécio à presidente em 2014, no último sábado, durante a convenção Nacional dos tucanos, Serra disse que a sigla vai "aglutinar o máximo de forças" para derrotar o projeto de governo do PT, mas não colocou o nome de Aécio como futuro adversário da presidenta Dilma.

 

Em discurso na convenção nacional do PSDB que elegeu sábado passado o senador Aécio Neves como novo presidente do partido, o ex-presidente FHC fez duras críticas ao governo do PT e defendeu ações de sua gestão, como as privatizações, porem também não citou Aécio como candidato da sigla à Presidência em 2014.

 

Em mais um sinal de que Dilma terá que conviver com o ''fogo amigo'' do PMDB, o deputado Eduardo Cunha, que é líder do PMDB e que fez o governo passar noites em claro na votação da MP dos Portos, ''avisou'' que o governo terá que conviver com ele ou então ''será crise atrás de crise".

 

Indicado por Eduardo Campos para a Esplanada dos Ministérios, o ministro Fernando Bezerra, da Integração Nacional, lidera um motim no PSB contra a candidatura do governador de Pernambuco, e padrinho político, à Presidência da República.


Crítica:

 

Trabalhando para reduzir a dependência mundial pelo petróleo, pesquisadoras da Unicamp desenvolveram um novo processo para obter etanol a partir do bagaço da laranja, porem o processo ainda tem um custo elevado de produção em relação ao do etanol feito a partir da cana-de-açúcar.

 

Mostrando que ''o filé mignon é sempre para os gringos'', os investidores estrangeiros ficaram com uma fatia de 58,4% da oferta pública inicial de ações da BB Seguridade, empresa de seguros, previdência e capitalização do Banco do Brasil e que já acumula alta superior a 10% desde que foi lançada.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário