R.B. 16/ABR/13 ‘’Regra estupida’’


R.B.

"Regra estupida"

 

São Paulo, 16 de abril de 2013 (TERÇA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, tentando um movimento de ''caça de barganhas'' após fechar o pregão anterior no menor patamar desde 25/JUL/12, acompanhando a recuperação dos preços das commodities e das demais bolsas mundiais.

-    O DÓLAR pode cair, retornando à sua ''trajetória natural'' após a alta de ontem, especialmente porque o ''mercado'' já espera por um novo ciclo de aperto monetário no país, o que atrairá ''investidores'' estrangeiros para o Brasil em busca de maiores rendimentos.

 

ONTEM

-    BOVESPA –3,7% (aos 52.949pts), já abriu em queda e, com bom volume de negócios (R$ 9,9bi), manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, para fechar o dia com a maior a maior desvalorização diária do índice desde 22/SET/11, prejudicada pelo crescimento menor que o esperado da economia da China e acompanhando as perdas dos demais mercados internacionais.

-    DÓLAR 0,6% à R$ 1,98, já abriu em alta e, em um ''ajuste técnico'' após 7 quedas consecutivas, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana diante da redução do apetite por risco nos mercados globais.

-    Na ÁSIA, iniciando uma onde de pessimismo que se estendeu pelos demais mercados do mundo, JAPÃO –1,6%, CORÉIA –0,2% e CHINA –1,1%, com destaques de queda para as exportadoras, como Tokyo Electron (-3,7%) e Toyota (-2,1%), após a China anunciar que sua economia cresceu ''apenas'' 7,7% no primeiro trimestre deste ano, patamar abaixo das ''apostas do mercado'', que eram de 8,0%.

-    Na EUROPA, dando sequencia ao movimento de perdas globais, INGLATERRA –0,6%, FRANÇA –0,5% e ALEMANHA –0,4%, pressionadas pelo crescimento abaixo do esperado da China no primeiro trimestre e pela consequente queda nos preços das commodities.

-    Nos EUA, fechando o dia com as maiores quedas desde NOV/12, S&P –2,3%, DJ –1,8% e NASDAQ –2,4%, prejudicadas (1) pelo crescimento abaixo do esperado na China, (2) pelo anuncio do que o índice Empire State de atividade industrial do Fed de Nova York caiu mais do que o previsto, (3) pelas perdas no mercado de commodities e (4) pelo atentado terrorista durante uma maratona em Boston.


Economia:

 

Segundo Christine Lagarde, chefe do FMI, o Brasil pode usar a política monetária, subindo juros, para conter a crescente inflação, porem a prioridade do país deve ser desatar os nós que travam a produção e a exportação.

 

Acreditando que a Selic será mantida em 7,25% na reunião do Copom desta semana, o que contraria as ''apostas'' dos operadores no mercado futuro de juros, os economistas que participam da pesquisa Focus também mantiveram em 3% a projeção de expansão do PIB em 2013 e reduziram, de 5,70% para 5,68%, suas previsões para o IPCA deste ano.

 

Indicando que a Selic vai subir, ontem, a 2 dias da definição da nova taxa de juros do BC, o governo abriu caminho para um afrouxamento sem precedentes da política de controle de gastos públicos adotada desde 1999, já que segundo as regras propostas pela Fazenda e pelo Planejamento, as metas fiscais deste ano e do próximo, quando ocorrerão eleições para presidente e governadores, poderão ser reduzidas em algo como 70%, com isto o saldo obrigatório das contas federais, estaduais e municipais cairá de 3,1% para o equivalente a 0,9% do PIB.

 

Ajudando no crescimento do Brasil, no primeiro trimestre deste ano os empréstimos desembolsados pelo BNDES atingiram R$ 37,2bi, o que representa o maior patamar da história para o período e um crescimento de 52% na comparação com o primeiro trimestre de 2012.

 

Mostrando que, longe das amarras e da burocracia da Bovespa e da CVM, o mercado financeiro brasileiro caminha bem, em 2012 os fundos de private equity e venture capital, que compram participações em empresas, investiram R$ 14,8 bilhões em empresas no Brasil em 2012, volume 26,5% maior que o investido no ano anterior.

 

Apesar de reconhecer a necessidade de reduzir a inflação oficial neste ano, internamente o governo Dilma avalia que um índice acima de 5% é aceitável, principalmente para evitar uma elevação muito forte da taxa de juros, hoje ainda de 7,25% ao ano.

 

Também ajudando no controle da inflação, a recente redução de gastos na compra de grãos e os preços mais firmes das carnes suína e de frango beneficiam as margens de indústrias de alimentos, após o repasse do aumento dos custos de 2012.

 

Provando que, apesar dos desafios tecnológicos, existe muito interesse em explorar o pré-sal brasileiro, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis fechou ontem uma lista com 64 empresas habilitadas para a 11ª rodada de licitações de áreas de petróleo e gás do governo brasileiro, previsto para os dias 14 e 1/MAI/13.

 

Como a economia chinesa cresceu menos que o esperado, causando um forte recuo nos preços das commodities, e o governo do Chipre informou que vai vender seus estoques de ouro para ajudar a financiar o seu resgate financeiro, ontem o preço do referido metal recuou –9,3% na bolsa de NY, o que representa a maior desvalorização diária desde a década de 80.

 

''Tirando sarro'' da cara dos acionistas minoritários, já que as ações de sua empresa acumulam queda de –69,2% em 2013 e de –90,2% nos últimos 12 meses, Eike Batista mandou ontem para a CVM um aviso de que os diretores da OGX terão um aumento de 57% na sua remuneração este ano.


Política:

 

Ao lado de Serra, que até agora permanece no PSDB, Roberto Freire, presidente nacional do PPS, afirmou ontem que o novo partido que resultará da fusão do PPS com PMN deverá apoiar a candidatura do governador Eduardo Campos, do PSB, à Presidência.

 

Apesar de o polemico pastor Marco Feliciano, do PSC de SP, ter o apoio de 1/3 da bancada evangélica para permanecer à frente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, só 6 dos 44 deputados da bancada dizem publicamente se sentir representados pelo pastor e endossam suas posições polêmicas.

 

Já rebatendo as prováveis propagandas do senador tucano Aécio Neves, que foi governador de MG, ontem Lula afirmou, ao citar investimentos do governo federal em MG, que o povo do Estado sabe mais do que ninguém por que e como sua vida melhorou na última década.


Crítica:

 

Mostrando que está ''se lixando'' para o mercado de capitais do Brasil, a CVM suspendeu uma oferta publica de R$ 12bi da BB Seguridade, que seria a maior operação deste tipo realizada no país desde 2009, pois ainda adota a ''regra estupida'' que impede os distribuidores da oferta de passarem informações sobre a operação aos seus clientes, já que pela regra atual os investidores que quiserem maiores detalhes devem ler os prospectos preliminares, que geralmente tem mais de 1.000 paginas.

 

Como o dinheiro não é dele, e sim do povo brasileiro, Luciano Coutinho, presidente do BNDES, afirmou que ''está tranquilo'' em relação à exposição do referido banco de fomento ao grupo EBX, do empresário Eike Batista.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário