R.B. 1/MAR/13 ‘’Estúpidos estímulos’’


R.B.

"Estúpidos estímulos"

 

São Paulo, 1 de março de 2013 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA pode subir, tentando iniciar um movimento de recuperação após registrar em FEV/13 o pior desempenho mensal (-3,9%) desde MAI/12, acompanhando a gradativa melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais e também os sinais de recuperação da economia brasileira.

-    O DÓLAR deve cair, com ''boas chances'' de testar o ''suporte'' dos R$ 1,95 até o final de MAR/13, já que, apesar das ''bravatas'' de Mantega, ao que tudo indica voltou a predominar no mercado a percepção de que um real mais valorizado interessa ao BC como forma de conter a inflação.

 

ONTEM

-    BOVESPA 0,3% (aos 57.424pts e recuando -3,9% em FEV/13), abriu em queda, para na mínima recuar –0,4%, porem passou a subir ainda na primeira hora do pregão e manteve-se em território positivo ao longo de todo resto da sessão, impulsionada principalmente pela alta nas ações da Vale (3,1%) que, apesar de divulgar um resultado ruim no quarto trimestre de 2012, mostrou boas perspectivas para o futuro.

-    DÓLAR –0,2% à R$ 1,97 já abriu em queda e, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, manteve-se em território negativo ao longo de todo pregão, diante dos sinais de que o Fed (''BC'' dos EUA) continuará injetando dinheiro na economia.

-    Na ÁSIA, recuperando as perdas do pregão anterior, JAPÃO 2,7%, CORÉIA 1,1% e CHINA 1,3%, uma vez que a confiança melhorou depois que (1) o Fed (''BC'' do EUA reafirmou seu comprometimento com medidas fortes de estímulo econômico e (2) o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, indicou Haruhiko Kuroda, que é defensor de medidas de estímulo não convencionais, para a presidência do BC local.

-    Na EUROPA, em mais uma sessão de ganhos, INGLATERRA 0,5%, FRANÇA 0,8% e ALEMANHA 0,9%, desta vez impulsionadas por novos sinais de apoio e estimulo econômico dos principais BCs mundiais e por resultados corporativos positivos.

-    Nos EUA, revertendo uma abertura positiva, em um movimento de realização de lucros após o DJ ter se aproximado do maior patamar da história, S&P –0,1%, DJ –0,1% e NASDAQ –0,1%, pressionadas pela rejeição no Senado de duas propostas para evitar os cortes automáticos de gastos, que entram em vigor hoje.


Economia:

 

Mesmo ''ameaçando'' render menos que a inflação, em FEV/13, diante das incertezas da economia brasileira e de uma combinação de juros baixo com a volatilidade da renda variável, a poupança antiga liderou o ranking dos melhores investimentos, com rentabilidade de 0,5% no período, contra –3,9% da Bovespa, –0,6% do dólar e -6,5% do ouro.

 

Dando novos sinais positivos da economia brasileira, (1) em JAN/13 as vendas domésticas de papelão ondulado cresceram 10,09% na comparação com JAN/12 e (2) a atividade nas fábricas paulistas subiu 2,1% em JAN/13 na comparação com DEZ/12.

 

Ajudando no controle da inflação, ontem a Agência Nacional de Telecomunicações aprovou novo percentual de reajuste, que ficou negativo em –8,77%, para as ligações feitas de telefones fixos para aparelhos móveis (celulares ou rádio).

 

Após registrar, em 2012, uma queda de 20% sobre o ano anterior, com uma movimentação de cerca de US$ 2bi, os importadores de máquinas e equipamentos industriais, ''apostando'' no crescimento da economia brasileira, esperam expansão de 10% a 20% nos negócios neste ano.

 

Como a Venezuela não cumpriu com o prometido e não mandou nenhum centavo, o governo federal e a Petrobras estão negociando com a estatal chinesa Sinopec uma parceria para completar as obras das refinaria Premium I, no Maranhão, e Premium II, no Ceará.


Política:

 

Por terem criticado recentemente Lula, o governador do Ceará, Cid Gomes, e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, ambos do PSB, foram vaiados no início do seminário de comemoração dos 10 anos do PT no poder, que aconteceu ontem na capital cearense.

 

Após ''garantir'' que seu partido, o PSD, vai apoiar a reeleição de Dilma, Kassab, ex-prefeito de SP, se lançou como candidato ao governo paulista nas eleições de 2014, o que indica que o bloco governista pode ter 3 candidatos a governador do maior e mais importante estado do Brasil.

 

Em mais uma ofensiva contra a candidatura do senador petista Lindbergh Farias ao governo do RJ em 2014, o peemedebista Sergio Cabral, atual governador do RJ, afirmou para Lula, em um juntar oferecido ao petista na sua casa, que não abrirá mão de lançar o seu vice-governador, que é o também peemedebista Luiz Fernando Pezão, à sucessão estadual.

 

Alvo de criticas contundentes de grande parte da sociedade brasileira, o peemedebista Renan Calheiros, presidente do Senado, usou um bom tempo da propaganda partidária do PMDB, veiculada ontem no rádio e na TV, para defender a liberdade de expressão nas redes sociais e para afirmar que "nada é maior" do que a vontade dele de acertar.


Crítica:

 

Mesmo com a perspectiva de a economia brasileira crescer pouco mais de 1% em 2012, diante dos ''estúpidos estímulos'' do governo para a população comprar cada dia mais carros, o consumo de combustíveis no país cresceu 6,1% na comparação com 2011, o que aumentou ainda mais o transito e a poluição nas grandes cidades brasileiras.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário