R.B. 14/NOV/12 ‘’Finalmente trabalhando pela educação’’


R.B.

"Finalmente trabalhando pela educação"

 

São Paulo, 14 de novembro de 2012 (QUARTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA pode subir, ampliando a pequena alta acumulada neste mês (0,7%) e neste ano (1,3%), tentando novamente iniciar um rali de final de ano, acompanhando a melhora do ''humor'' das demais bolsas mundiais e influenciada pelas boas perspectivas para a economia brasileira.

-    O DÓLAR deve cair, em um ''ajuste técnico'' após 5 pregões consecutivos de alta, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana, porem ainda com pouca volatilidade e baixo volume de negócios diante da expectativa de novas intervenções do BC.

 

ONTEM

-    BOVESPA 0,7%, abriu em queda, para na mínima recuar –0,8%, porem passou a subir na parte da tarde, acompanhando a leve melhora do ''humor'' nas bolsas da Europa, diante dos ''rumores'' de que a Alemanha está estudando o pagamento adiantado de 3 parcelas do socorro à Grécia.

-    DÓLAR 0,9% à R$ 2,07, já abriu em alta e, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, para novamente fechar o dia no maior patamar desde JUN/12, ainda influenciado pelo aumento nas remessas de lucros por empresas estrangeiras instaladas no país.

-    Na ÁSIA, em mais um dia de perdas, JAPÃO –0,2% (no menor nível em 4 semanas), CORÉIA –0,6% e CHINA –1,1%, com destaques de queda para ações de empresas do setor de energia, com o mercado ainda prejudicado pelas incertezas sobre os problemas fiscais dos EUA e pela crise da dívida da zona do euro.

-    Na EUROPA, revertendo uma abertura negativa, INGLATERRA 0,3%, FRANÇA 0,6% e ALEMANHA 0,1%, com destaques de alta para as ações de bancos, diante dos ''rumores'' de que a Espanha pode estar perto de pedir um resgate soberano.

-    Nos EUA, em um pregão com boa volatilidade, S&P –0,4%, DJ –0,5% e NASDAQ –0,7%, já que a forte queda nas ações da Microsoft pressionou o desempenho das bolsas e levou o mercado a fechar em baixa mesmo com o setor varejista registrando um desempenho destacado após a Home Depot afirmar que as perspectivas para o mercado imobiliário melhoraram para os próximos trimestres.


Economia:
 
Mostrando otimismo, o economista Fernando de Holanda Barbosa Filho, do Instituto Brasileiro de Economia da FGV, afirmou que a tendência para os próximos meses é aquecimento do mercado de trabalho no Brasil, ressaltando que seu bom desempenho, apesar da crise econômica internacional e da produção nacional em ritmo lento, ocorre pela mudança estrutural na oferta de mão de obra.
 
''Animando'' os mercados, principalmente os da Europa, François Hollande, presidente da França, afirmou que a Grécia, após aprovar e adotar um novo e duro plano, com uma redução dos déficits, deve receber a ajuda "prometida" pela Europa e pelo FMI.
 
Impulsionadas pela queda da taxa de juros e pela manutenção do baixo patamar da taxa de desemprego, em SET/12 as vendas no varejo cresceram 0,3% em relação a AGO/12 e 8,5% na comparação com SET/12, com destaques positivo para as vendas de combustíveis, lubrificantes, alimentos e bebidas.
 
Apresentando a primeira alta após 4 quedas mensais consecutivas, em OUT/12 o índice de inadimplência dos consumidores avançou 5% na comparação com SET/12 e 15,3% na comparação com o mesmo mês de 2011, puxado especialmente pelo segmento de veículos.
 
Confirme já se esperava, sem milho, devido à forte quebra de safra, os EUA se socorrem da produção brasileira e, apesar de serem o maior produtor mundial, os norte-americanos foram o quinto maior comprador do cereal brasileiro no mês passado.
 
Ainda sem terminar a obra de transposição do rio São Francisco, que já torrou bilhões de reais e que atualmente está praticamente parada por deficiências técnicas do projeto, ontem o governo federal anunciou o programa Mais Irrigação, que pretende beneficiar 16 estados, terá investimentos de R$ 10bi e tem o objetivo de promover o desenvolvimento da agricultura familiar e da economia regional de forma sustentável, além de gerar emprego e renda, por meio de parcerias público-privadas.
 

-    A Gafisa subiu 6,32%, após a construtora anunciar que no terceiro trimestre deste ano saiu de prejuízo para lucro líquido de R$ 4,8mi.

-    A Cteep avançou 9,9%, após informar que vai propor aos acionistas que rejeitem a renovação antecipada da concessão elétrica que vence em 2015.

-    A Dasa caiu -5,3%, após a rede de medicina diagnóstica ter reportado fraco resultado trimestral.


Política:
 
''Finalmente trabalhando pela educação'' da população brasileira, ontem os ''nobres'' senadores aprovaram um projeto de Lei que permitirá que Pessoas físicas deduzam da base de cálculo do Imposto de Renda as doações efetuadas a instituições públicas de educação básica e superior.
 
Condenados a pagar R$ 1,5mi aos cofres públicos, Dirceu, Genoino e Delúbio devem ganhar uma "mãozinha" dos petistas, já que dirigentes do partido já se organizam para criar um fundo solidário de apoio aos réus condenados pelo STF.
 
Interpretando que, pela Constituição, cabe a eles a palavra final sobre a cassação dos mandatos dos condenados, a Câmara dos Deputados prepara uma reação contra o Supremo Tribunal Federal na defesa dos parlamentares condenados no processo do mensalão.
 
Os parlamentares da CPI do Cachoeira entregarão hoje ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel, um parecer pedindo a quebra do sigilo bancário e fiscal de 12 empresas de fachada ligadas à Construtora Delta e também irão solicitar o indiciamento do dono da empresa, Fernando Cavendish, do governador de Goiás, Marconi Perillo, do PSDB, e do prefeito de Palmas, Raul Filho, do PT, acusados de envolvimento com o contraventor Carlinhos Cachoeira.

Crítica:
 
Como se um motorista bêbado de um carro popular fosse multado de R$ 5,00 por atropelar e matar um ciclista, a CVM, mostrando todo seu ''rigor'', multou em ''míseros'' R$ 300mil o banqueiro Luis Octavio Índio da Costa, antigo controlador do banco Cruzeiro do Sul, por falhas na comunicação das negociações para a compra do Banco Prosper, em 2011.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário