R.B. 3/OUT/12 ‘’Medidas de estímulo retórico’’


R.B.

"Medidas de estímulo retórico"

 

São Paulo, 3 de outubro de 2012 (QUARTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, recuperando as perdas acumuladas no pregão anterior, acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais diante das expectativas de anuncio de um pacote de estímulos para a economia chinesa e de um programa de resgate à Espanha.

-    O DÓLAR pode cair, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pelo ótimo resultado da captação externa do Banco do Brasil, que confirma como para os ''gringos'' cada dia mais é considerado ''atraente e seguro'' emprestar dinheiro para empresas brasileiras.

 

ONTEM

-    BOVESPA –0,6%, abriu em alta, para na máxima avançar 0,9% e superar os 60.000pts, porem, com baixo volume de negócios (R$ 6,2bi), passou a cair ainda na parte da manhã, pressionada negativamente principalmente pelas quedas das ações da companhia aérea Gol (-10,9%), da operadora de telefonia móvel TIM (-3,8%) e das principais construtoras, como Gafisa (-8,3%) e PDG (-3,9%).

-    DÓLAR 0,1% à R$ 2,03, abriu em queda, para na mínima recuar –0,2%, porem passou a subir na parte da tarde e fechou em leve alta, descolado do mercado externo e influenciado por declarações de autoridades brasileiras, que mostraram disposição para manter a moeda norte-americana acima de R$ 2,00.

-    Na ÁSIA, seguindo o bom desempenho das bolsas de NY e da Europa no dia anterior, CHINA permaneceu fechada devido a feriado local, JAPÃO 0,1% e CORÉIA 0,1%, já que a surpreendente expansão na atividade industrial dos EUA ajudou os investidores a superarem preocupações com o crescimento global geral e o BC da Austrália cortou sua principal taxa de juros em -0,25%, para 3,25% ao ano.

-    Na EUROPA, revertendo uma abertura positiva e assim devolvendo uma pequena parte da alta acumulada no pregão anterior, INGLATERRA –0,2%, FRANÇA –0,6% e ALEMANHA –0,3%, pressionada principalmente por ações de empresas de matérias-primas, diante de novas preocupações sobre a perspectiva de crescimento global e de dúvidas sobre os resultados corporativos do terceiro trimestre.

-    Nos EUA, sem uma tendência única e próximas da estabilidade, S&P 0,1%, DJ –0,2% e NASDAQ 0,2%, após um pregão volátil e influenciado (1) pelas incertezas diante de um possível pedido de resgate da Espanha, (2) por preocupações a respeito da próxima temporada de balanços e (3) pelo recuo de ações cujo desempenho está ligado intimamente ao ritmo de crescimento, incluindo as da Caterpillar e da Boeing.


Economia:
 

Soltando mais uma de suas ''medidas de estímulo retórico'', ontem Mantega, ministro da Fazenda, ''garantiu'' que o crescimento da indústria brasileira em AGO/12 e a recuperação das exportações em SET/12 mostram que a economia está em "gradual aquecimento" e indica que a economia brasileira deixou para trás o período de crescimento fraco.

 

Refutando a tese defendida por cada vez mais economistas, ontem a Cepal, que é a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe, afirmou que o BC brasileiro não abandou a meta de inflação ao aproveitar a deterioração do cenário internacional para adotar uma política monetária mais flexível, ressaltando que neste ano de 2012 o IPCA ainda está muito distante do teto da meta (6,5%).

 

Em uma entrevista ao jornal britânico Financial Times, que aliás a partir de hoje passa a imprimir sua versão brasileira, Dilma afirmou que querer que o Brasil se transforme em um país classe média e se recusou a comentar o julgamento do Mensalão pelo Supremo Tribunal Federal.

 

Confirmando a credibilidade da economia brasileira e principalmente a atratividade de suas instituições financeiras, ontem o Banco do Brasil captou US$ 1,75bi com a emissão de títulos de dívida de 10 anos nos EUA e na Europa pagando um juros de ''apenas'' 4% ao ano, o que representa o menor juros já pago por um banco latino-americano e da maior captação já feita pela instituição.

 

Dando um importante sinal positivo da economia brasileira, em AGO/12 a produção da indústria, estimulada pela redução do IPI e pelo baixo patamar da taxa de juros, cresceu 1,5% na comparação com JUL/12, o que (1) representa o terceiro resultado positivo seguido nesse indicador, (2) é a maior expansão desde MAI/11 (1,6%) e (3) foi impulsionado pelos setores de fumo (35,0%), veículos automotores (3,3%), refino de petróleo (2,5%) e alimentos (2,1%).

 

Certamente ajudando a segurar a inflação, em SET/12 o índice que apura o medo do desemprego subiu 0,8% ante JUN/12 e 2,0% na comparação com SET/11, o que representa a terceira alta trimestral consecutivo nas duas bases de comparação.

 

Já mostrando os efeitos de uma nova administração profissional, as ações do Grupo Pão de Açúcar, também beneficiadas pelo aumento do poder aquisitivo da população brasileira, alcançaram ontem o maior valor de mercado da sua história (R$ 24,1bi).

 

-    Acima do esperado (0,45%) e bem acima do resultado anterior (0,27%), o IPC registrou 0,55% em SET/12, pressionado principalmente pelo grupo Alimentação, que seguiu em aceleração e avançou 1,74%.

 

-    A Gafisa caiu -8,3% e a PDG -3,9%, com os investidores um pouco céticos com as perspectivas para os resultados do setor de construção no terceiro trimestre.

-    A Gol caiu -10,9%, devolvendo ''com juros'' os fortes ganhos do pregão anterior, após a empresa negar que será vendida e anunciar a compra de 60 aeronaves.

-    A TIM caiu -3,8%, após ter sido acusada por um sócio minoritário de ter cometido irregularidades em seu balanço de 2011.

-    A Oi subiu 4,2%, após ter aprovado a alienação de diversos imóveis, no valor de R$ 643,1mi, para reduzir o seu endividamento.


Política:
 
Segundo a última pesquisa de intenções de voto para a prefeitura de SP, Russomano, que agora ''apanha'' de todos os lados, caiu de 34% para 27%, Serra, que coloca em jogo toda sua história política, subiu de 17% para 19%, Haddad, que ao que parece perdeu o ''folego'', manteve os 18% da pesquisa anterior e Chalita, que pode aparecer como o grande ''azarão'' e que se por ''milagre'' for ao segundo turno certamente ganha de que for com ele com o apoio de 100% dos que perderem no primeiro turno, subiu de 7% para 10%.
 
Supostamente por ser contrariada na justiça pelo pedido do candidato Levy Fidelis, que queria participar, a TV Globo, em um ato de desrespeito ao eleitor paulista, decidiu cancelar o debate entre os candidatos a prefeito de SP que a emissora iria realizar na quinta-feira.
 
Incentivado por Márcio Thomaz Bastos, ex-ministro da Justiça e advogado dos principais bandidos do Brasil, e mostrando sua grande ''cara de pau'', ontem, um dia após ser condenado pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento do mensalão por três crimes, o ''nobre'' deputado federal Valdemar Costa Neto, do PR de SP, anunciou que vai reclamar à Comissão Interamericana de Direitos Humanos para garantir o reexame do seu caso.

Crítica:
 
Colocando ''a raposa para tomar conta do galinheiro'', a CVM determinou que a Ancord, que é a Associação Nacional das Corretoras, será a autorreguladora do trabalho de cerca de 10 mil agentes autônomos existentes no Brasil e assim terá o papel de fiscalizar o trabalho desses profissionais, que levam investimentos e aplicações financeiras para o grande público.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário