R.B. 17/AGO/12 ‘’Otimismo que dá para confiar''


R.B.

"Otimismo que dá para confiar"

 

El Colorado, 17 de agosto de 2012 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve seguir em alta, para fechar novamente no maior patamar desde MAI/12, beneficiada pela valorização das commodities, pela melhora das perspectivas para a economia brasileira e pela redução dos ''temores'' externos.

-    O DÓLAR pode cair, para zerar facilmente a valorização acumulada na semana (0,1%), influenciado pela provável melhora do ''humor'' na Bovespa e também acompanhando o fluxo positivo de recursos externos e a trajetória internacional da moeda norte-americana.

 

ONTEM

-    BOVESPA 2,2% (aos 59.445pts), já abriu em alta e, acompanhando o ''humor positivo'' das demais bolsas mundiais, manteve a trajetória ascendente ao londo de todo pregão, para fechar o dia no maior patamar em 3 meses, também impulsionada pelos sinais de recuperação da economia brasileira.

-    DÓLAR –0,2% à R$ 2,02, já abriu em queda e, acompanhando a melhora do ''humor'' na Bovespa e a trajetória internacional da moeda norte-americana, manteve a trajetória descendete ao longo de todo pregão, para fechar a sessão no menor patamar do dia.

-    Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO 1,9%, com destaques de altas para as exportadoras, diante da valorização do dólar frende à moeda local, CORÉIA –0,4% e CHINA –0,3%, ainda aguardando a divulgação de medidas de estímulos económicos.

-    Na EUROPA, tentando alçar patamares mais elevados, INGLATERRA 0,1%, FRANÇA 0,9% e ALEMANHA 0,7%, após o governo alemão concordar em apoiar os esforços do BC Europeu para conter a crise da dívida na zona do euro e também beneficiadas pela sinais de controle da inflação na zona do euro.

-    Nos EUA, retomando a trajetória de alta, S&P 0,7%, DJ 0,7% e NASDAQ 1,0%, tammbém beneficiadas pela ''pomessa de Mario Draghi'', presidente do BC europeu, de fajá todo o possível para proteger o euro está completamente de acordo com o que líderes europeus têm dito.


Economia:
 
Apesar de admitir que as medidas anunciadas pelo governo nos últimos meses podem demorar a dar frutos, Mantega, ministro da Fazenda, afirmou que o governo continuará tomando medidas de estímulo para que a economia brasileira se recupere diante do cenário mundial adverso.
 
Adotando mais uma medida para incentivar os investimentos e estimular o crescimento da economia brasileira, ontem o Ministério da Fazenda anunciou a ampliação do limite de endividamento de 17 Estados em R$ 42,2bi, com destaque para SP que recebeu o maior aumento do limite de endividamento (R$ 11,9bi).
 
Dando novos sinais positivos da economia brasileira, (1) em JUN/12 as vendas no varejo registraram alta de 1,5% ante MAI/12, (2) em JUL/12 a a economia brasileira criou 142.496 postos de trabalho com carteira assinada, patamar 18% superior ao mês de JUN/12, (3) em AGO/12 o índice de confiança do empresário brasileiro cresceu 1,2pts sobre o mês anterior e atingiu 54,4pts e (4) em JUN/12 a perspectiva de inadimplência das empresas teve um recuo de -0,3% na comparação com MAI/12.
 

Mostrando um ''otimismo que dá para confiar'', já que vem da iniciativa privada, segundo o economista Nilson Texeira, do Credit Suisse, o pacote de investimentos em ferrovias e rodovias é positivo e o pior momento da contração da economia brasileira já passou.


Política:
 
Causando cada vez mais desconforto no ''ninho tucano'', já que uma derrota em SP vai significar o fim da hegemonia do PSDB no Estado, segundo a ultima pesquisa divulgada Serra, caindo, tem 26% das intenções de voto, Russomanno, subindo, também tem 26%, Haddad tem 9%, Chalita em 5% e Soninha tem os mesmos 5%.
 
Após Serra montar um comitê evangélico e fazer um périplo por estas igrejas na tentativa de atrair apoio de seus líderes, Haddad afirmou que não pedirá votos a nenhuma denominação religiosa.
 
Ao ''garantir'' que se eleito Serra fica até o final do mandato, Alckmin, governador de SP, incluiu ontem seu nome na lista da qual será escolhido o tucano que poderá disputar o Palácio do Planalto em 2014, o que certamente aborreceu Aécio, que por sua vez já se considerava o escolhido.

Crítica:
 
Mostrando um aumento considerável na preocupação com a qualidade de vida, segundo um estudo feito pelo Ministério do Meio Ambiente 85% dos consumidores brasileiros se declararam motivados a comprar produtos fabricados de maneira ambientalmente correta e 81% afirmaram que teriam maior interesse em um produto cultivado organicamente.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário