R.B. 3/JUL/12 ‘’Campanha difamatória"


R.B.

"Campanha difamatória"

 

São Paulo, 3 de julho de 2012 (TERÇA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA pode subir, tentando recuperar o patamar dos 55.000pts, novamente acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais e cada dia mais influenciada pelas expectativas de divulgação de novas medidas de estimulo econômico por parte do governo brasileiro.

-    O DÓLAR deve voltar a cair, mantendo-se abaixo dos R$ 2,00 e reduzindo ainda mais a valorização ainda acumulada no ano (7,5%), acompanhando a provável melhora do ''humor'' na Bovespa e também esperando novas atuações do BC na ponta vendedora.

 

ONTEM

-    BOVESPA 0,6%, abriu ''de lado'', para na mínima recuar –0,7%, porem, com bom volume de negócios (R$ bi), foi gradativamente se recuperando ao longo do pregão, para fechar em território positivo diante (1) leve da melhora do ''humor'' nas bolsas da Europa e (2) da recuperação das ações da OGX (14,0%).

-    DÓLAR –1,1% à R$ 1,99, já abriu em queda e, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, para fecha o dia abaixo dos R$ 2,00 pela primeira vez desde o final de MAI/12.

-    Na ÁSIA, reagindo positivamente à decisão dos líderes europeus de capitalizar os bancos da região, JAPÃO 0,3%, CORÉIA 0,2% e CHINA 0,1%, porem com os investidores ainda muito cautelosos sobre se as altas recentes são sustentáveis, dado que os anúncios da cúpula da União Europeia foram provavelmente melhores que detalhes do que realmente foi feito.

-    Na EUROPA, atingindo os maiores patamares dos últimos 2 meses, INGLATERRA 1,2%, FRANÇA 1,4% e ALEMANHA 1,2%, em um movimento de antecipação a mais medidas de autoridades após o acordo anticrise negociado entre líderes europeus na semana passada.

-    Nos EUA, devolvendo boa parte da alta acumulada na abertura, S&P 0,2%, DJ 0,1% e NASDAQ 0,5%, beneficiadas pela melhora do ''humor'' nas bolsas da Europa, porem prejudicas pela divulgação de indicadores mostrando uma contração do setor manufatureiro norte-americano, o que aliás pode levar o Fed (''BC'' dos EUA) a adotar mais medidas para impulsionar a economia local.


Economia:
 

Diante da manutenção das incertezas para o cenário externo, o ''mercado'', pela oitava semana consecutiva, reduziu suas ''apostas'' para o crescimento da economia brasileira em 2012, desta vez de 2,18% para 2,05%, e também reduziu, pela sétima semana consecutiva, suas projeções para a inflação de 2012, desta vez de 4,95% para 4,93%.

 

Dando 2 novos sinais positivos da economia brasileira, (1) em JUN/12 foram vendidos 340,3 mil veículos no Brasil, o que representa uma alta de 24% em relação a MAI/12 e de 18,6% sobre JUN/11 e (2) em MAI/12 as vendas dos shoppings centers brasileiros cresceram 9,2% na comparação com o mesmo mês em 2011.

 

Confirmando mais uma vez a importância, o potencial e a forma promissora como é vista a economia brasileira no exterior, a NBA escolheu o Brasil para lançar o seu segundo portal de vendas de produtos oficiais fora dos EUA, que será feito em parceria com a Netshoes.

 

No primeiro semestre deste a, mesmo com a alta de quase 8% do dólar, as exportações brasileiras caíram –1,7% ante o mesmo período de 2011 e as importações cresceram 3,7% na mesma base de comparação, com isto o superávit da balança comercial do Brasil caiu -45,9% nos 6 primeiros meses do ano em relação ao mesmo período do ano passado, atingindo R$ 7,07bi, o que é o pior resultado desde 2002 e certamente foi causado pela desaceleração da economia mundial.

 

Trabalhando perto do limite da sua capacidade, o que mostra a crescente importância do Brasil no comercio global e confirma a necessidade de investimentos no setor, o porto de Santos, que é o maior do país, bateu um novo recorde de movimentação para os 5 primeiros meses do ano ao escoar 38,6 milhões de toneladas de JAN/12 até MAIO/12, o que representa uma alta de 5,7% sobre o mesmo intervalo de 2011.

 

-    Ajudando no controle da inflação, ontem a Agência Nacional de Energia Elétrica decidiu reduzir em 9,33% as tarifas médias cobradas dos consumidores da AES Eletropaulo.

-    Acumulando uma alta de 2,83% no ano e 5,37% nos últimos 12 meses, a inflação medida pelo IPC-S desacelerou para 0,11% na quarta quadrissemana de JUN/12, de 0,16% na terceira semana do mês.

-    - O IPC registrou 0,23% em JUN/12, número que representa uma desaceleração em relação ao fechamento de MAI/12, quando apresentou 0,35%.

 

-    A ALL subiu 5,8%, após anunciar que nomeou Eduardo Pelleissone como novo diretor-presidente.


Política:
 
Discursando para um plenário vazio, ontem, na maior ''cara de pau'', o quiçá futuro ex-senador Demóstenes Torres subiu à tribuna da Casa para pedir desculpas aos colegas senadores, dizer que é vítima de uma ''campanha difamatória" conduzida pela mídia e Polícia Federal e para afirmar que esta incomodado com o "isolamento" imposto pelos seu ''colegas'' parlamentares.
 
''Praticamente desconhecido'' Alexandre Schneider, que é do PSD de Kassab, de quem foi secretário de educação, e que agora será candidato a vice na chapa de Serra à Prefeitura de SP, apresentou-se ontem como um político de "centro" que está à esquerda do Maluf e à direita do PSOL.
 

Com a estratégia de deixar de ser um ator coadjuvante, o PSB aumentará em 57% o número de candidaturas próprias nas capitais, passando de sete para 11, o que mostra que, apesar dos sorrisos nas fotografias do encontro da semana passada entre o ex-presidente Lula e o presidente do PSB, Eduardo Campos, governador de Pernambuco, o PSB vai mesmo reduzir nas eleições municipais o apoio a candidatos do PT.

 

Elevando consideravelmente os gastos públicos, o total de vereadores em atuação no Brasil crescerá 10% a partir de JAN/13, quando os novos limites de parlamentares nas Câmaras Municipais definidos pela emenda 58 começam a fazer efeito.


Crítica:
 
Faltando cerca de 4 meses para as eleições presidenciais dos EUA, que ocorrerão no dia 7/NOV/12, o democrata Obama, atual presidente o país, mantém a liderança nas pesquisas eleitorais, com 48% das intenções de voto, porem a vantagem para o republicano Mitt Romney, que tem 43%, foi mantida dentro da margem de erro, mostrando que a aprovação da polemica reforma da saúde não causou efeito eleitoral.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário