R.B. 10/JUL/12 ''Para as moscas''


R.B.

"Para as moscas"

 

São Paulo, 10 de julho de 2012 (TERÇA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve cair, provavelmente rompendo o suporte dos 55.000pts, prejudicada pela divulgação de dados negativos das economias da China e dos EUA, porem de-se ressaltar que a bolsa pode se recuperar com a provável redução da taxa básica de juros após a reunião do Copom desta semana.

-    O DÓLAR pode seguir em alta, acompanhando o ''humor'' negativo na Bovespa e a trajetória internacional da moeda norte-americana e também influenciado expectativa de que o BC pode entrar novamente na ponta compradora.

 

SEXTA-FEIRA

-    BOVESPA -1,8%, já abriu em queda e, realizando lucros após 5 pregões consecutivos de alta, manteve a trajetória descendente ao longo de toda sessão, com baixo volume de negócios (R$ 4,9bi) e prejudicada pela divulgação de dados fracos sobre geração de empregos nos EUA.

-    DÓLAR 0,2% à R$ 2,03, já abriu em alta e, também acompanhando a piora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, para fechar a semana acumulando uma alta de 0,9%.

 

ONTEM

-    Na ÁSIA, diante do aumento dos temores de fraco crescimento econômico mundial, JAPÃO -1,4%, CORÉIA -1,6% e CHINA -2,4%, reagindo negativamente aos dados ruins sobre o emprego nos EUA e a desaceleração da inflação na China.

-    Na EUROPA, em queda pelo quarto pregão consecutivo, INGLATERRA -0,6%, FRANÇA -0,4% e ALEMANHA -0,3%, desta vez com destaques negativos para os papéis das mineradoras, como Xstrata (-2,2%) e Anglo American (-2,9%).

-    Nos EUA, em um pregão marcado pelo fraco volume de negócios, S&P -0,2%, DJ -0,3% e NASDAQ -0,2%, prejudicadas pela divulgação de fracos indicadores da Ásia e pelos novos sinais de problemas econômicos na Europa.


Economia:
 

Esta semana tem reunião do Copom e, diante dos sinais de que a inflação está perdendo forças e de que a economia brasileira está estagnada, a autoridade monetária deve cortar a taxa básica de juros em -0,5%, dos atuais 8,5% para 8,0% ao ano.

 

Diante da piora do cenário externo, o ''mercado'', pela nona semana consecutiva, reduziu suas ''apostas'' para o crescimento da economia brasileira em 2012, desta vez de 2,05% para 2,01%, e também reduziu, pela oitava semana consecutiva, suas projeções para a inflação de 2012, desta vez de 4,93% para 4,85%.

 

Com o objetivo de incentivar o crescimento da economia brasileira, o governo Dilma vai liberar na próxima semana R$ 2,6bi em restituição de Imposto de Renda, o que representa o maior lote da história.

 

Comprovando mais uma vez que o setor automotivo é ''o queridinho'' do governo Dilma'', o BNDES vai destinar R$ 342 milhões para a Volkswagen desenvolver um veículo subcompacto e um sedã médio e modernizar outros modelos da montadora no país.

 

Dando um sinal negativo da economia brasileira, que aliás pode incentivar o Copom a seguir cortando a taxa básica de juros, em JUN/12 as vendas de material de construção tiveram redução de -8% na comparação com JUN/11.

 

Após apresentar um saldo positivo de US$ 623mi na semana passa, a balança comercial brasileira elevou o superávit acumulado no ano para US$ 7,7bi, resultado -42,4% menor do que no mesmo período de 2011 (US$ 13,35bi).

 

Registrando uma captação liquida R$ 2,9bi em JUN/12, os fundos de ações acumulam um saldo positivo de R$ 74,4bi no semestre, cifra que é a maior para o período desde o início da série histórica, iniciada em 2002.

 

Confirmando mais uma vez a real ''vocação do Brasil'', a nova safra brasileira de grãos e oleaginosas (2012/13) poderá atingir 170 milhões de toneladas, o que representaria um novo recorde histórico e um crescimento de 4,5% ante a produção estimada para a temporada 2011/12.

 

-    A Petrobrás caiu -2,0%, porem aumentam os ''rumores'' de que a empresa vai pedir ao governo a volta da mistura de 25% de álcool anidro na gasolina.


Política:
 
Ontem a presidenta Dilma sancionou, sem vetos, o projeto que endurece a legislação de combate aos crimes de lavagem de dinheiro, facilitando a caracterização do delito e prevendo maiores punições a "laranjas''.
 
Com o risco de ser cassado amanhã, o senador Demóstenes Torres disse ontem, durante um discurso ''para as moscas'' na tribuna da Casa, que mentir no plenário do Senado não é motivo para decretar a perda do mandato de um parlamentar.
 
Após criticar a promessa de Vagner Ferreira, o novo presidente da CUT, de levar a maior central sindical do país às ruas para defender os réus do mensalão, Serra, apesar de ser ''palmeirense verde'', postou no seu site de campanha uma foto abraçado com um corintiano, mostrando que assim como o petista Haddad topa e aceita qualquer apoio para ser eleito prefeito de SP.
 
Podendo explicitar a insatisfação dos alckmistas com a estratégia eleitoral adotada por Serra, já faz uma semana que Edson Aparecido, coordenador-geral da campanha dos tucanos à prefeitura de SP e Secretário licenciado de Desenvolvimento Metropolitano de Alckmin, quer deixar o posto.
Crítica:
 
Ocupando, de forma criminosa, desde o dia 21/JUN/12 as obras da usina hidrelétrica de Belo Monte, os 300 índios de 9 etnias se recusam a negociar, mantendo mais de 1.00 operários parados e os trabalhos interrompidos.
PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário