R.B. 23/ABR/12 ''Ouvidos de mercador''


R.B.

"Ouvidos de mercador"

 

São Paulo, 23 de abril de 2012 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve cair, acompanhando a piora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, porem deves-se ressaltar que o patamar é interessante para compras, diante dos sinais positivos da economia brasileira e da tendência de novos cortes da taxa básica de juros.

-    O DÓLAR pode subir, acompanhando a provável piora do ''humor'' na Bovespa e a trajetória internacional da moeda norte-americana, alem disto a tendência de novos cortes na Selic pode reduzir o fluxo positivo de recursos externos.

 

SEXTA-FEIRA

-    BOVESPA -0,2% (aos 62.494pts), abriu em alta, para na máxima avançar 1,2%, porem, com baixo volume de negócios (R$ 5,1bi), foi perdendo ''forças'' ao longo do pregão e fechou em ligeira baixa, sem conseguir acompanhar a valorização das demais bolsas mundiais e pressionada principalmente pelas ações de empresas do setor de construção, como Cyrela (-4,9%), Gafisa (-3,2%) e PDG (-2,9%).

-    DÓLAR -0,6% à R$ 1,87, já abriu em queda e, mesmo com os leilões de compra do BC e com a piora do ''humor'' na Bovespa, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana.

-    Na ÁSIA, após dados econômicos dos EUA colocarem dúvidas sobre a força de recuperação do país que tem a maior economia do mundo, JAPÃO -0,3%, CORÉIA -1,3% e CHINA -1,1%, também prejudicadas por novas preocupações sobre a crise da zona do euro.

-    Na EUROPA, revertendo uma abertura negativa, INGLATERRA 0,5%, FRANÇA 0,5% e ALEMANHA 1,2%, para fecharem suas melhores semanas em mais de 1 mês, principalmente diante da divulgação de dados favoráveis sobre o clima de negócios na Alemanha e as vendas no varejo na Grã-Bretanha.

-    Nos EUA, em mais um pregão de recuperação, S&P 0,1%, DJ 0,5% e NASDAQ 0,2%, beneficiadas pela divulgação de balanços sólidos do McDonald's, da General Electric e da Microsoft.


Economia:
 
Indicando que a Selic deve seguir em queda, Dilma afirmou na ultima sexta-feira que o Brasil precisa buscar um "patamar de juros similar ao praticado internacionalmente", ressaltando que tecnicamente é difícil justificar spreads tão elevados.
 
Fazendo ''ouvidos de mercador'' ou acreditando realmente que os membros do grupo Bric são totalmente idiotas, Christine Lagarde, diretora-gerente do FMI, afirmou no ultimo sábado que nunca viu "condicionalidade" na barganha de Brasil, Rússia, Índia e China de não anunciar valores fixos de aporte ao caixa do Fundo antes de um "compromisso" dos seus membros com reformas para dar mais poder de voto a emergentes.
 
''Lutando'', com toda legitimidade, por mais poder no FMI, Mantega, ministro brasileiro da Fazenda, criticou a "reticência" dos países europeus em revisar o sistema de cotas do Fundo Monetário Internacional e afirmou que o "equilíbrio atual é profundamente prejudicial para a credibilidade" da instituição.
 
Dando novos sinais positivos da economia brasileira, (1) nos 3 primeiros meses deste ano o país registrou 204 fusões e aquisições, o que representa um recorde histórico para o período e um aumento de 22% na comparação com o mesmo período do ano passado, (2) em MAR/12 as vendas domésticas de material de construção registraram crescimento de 7% na comparação com o mesmo mês no ano passado, (3) em ABR/12 o Índice de Confiança da Indústria avançou 0,2% em relação ao que foi registrado no final do mês anterior.
 
Confirmando que o Governo Dilma está disposto a ''meter o dedo'' na enorme lucratividade dos bancos privados brasileiros, após cortar drasticamente a taxa de juros de várias de suas linhas de crédito, na ultima sexta-feira a Caixa Econômica Federal anunciou a redução das taxas de administração de fundos de investimento e também o valor da aplicação inicial de R$ 1.000 para R$ 100.

Política:
 
Confirmando que ''a criatura superou seu criador'', a presidenta Dilma, com 1,3 anos de mandato, bateu mais um recorde de popularidade para o período e agora seu governo é avaliado como ótimo ou bom por 64% dos brasileiros, contra 59% em JAN/12.
 
Incentivador da CPI do Cachoeira, Lula pode virar um dos focos da comissão de inquérito, já que a oposição tirou da gaveta um depoimento do advogado Rogério Buratti à CPI dos Bingos, em 2005, no qual ele diz que em parceria com "empresários dos jogos" do RJ e de SP, Carlinhos Cachoeira teria dado R$ 1mi para o Caixa 2 da campanha do petista em 2002.
 
Certamente ''com medo de morrer'' e sem medo da justiça, Carlinhos Cachoeira, pivô da CPI que leva seu apelido, já deu sinais a pessoas de sua confiança de que não está disposto a fazer acusações contra seus aliados no Congresso quando for chamado a depor.

Crítica:
 
Sem nenhuma vergonha na cara e acreditando que o governo brasileiro é composto por idiotas, poucos dias após Cristina Kirchner, sua presidenta, anunciar a expropriação da petroleira YPF/Repsol, Julio de Vido,  ministro do Planejamento da Argentina, veio ao Brasil pedir mais investimentos da Petrobras em seu país.
 
Em um editorial ''duro e contundente'', o influente jornal financeiro nova-iorquino The Wall Street Journal afirmou que os "países civilizados" do mundo deveriam expulsar a Argentina do G20, bloco que reúne os países ricos e os principais emergentes, até que a presidenta Cristina Kirchner se digne a "comportar-se como uma chefe de Estado de verdade, e não como uma pistoleira".

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário