R.B. 9/MAR/12 "Arsenal infinito"


R.B.

"Arsenal infinito"

 

São Paulo, 9 de março de 2012 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, tentando recuperar as perdas ainda acumuladas nesta semana (-1,3%), impulsionada pela valorização das commodities e pelas perspectivas de novos cortes da taxa básica de juros, principalmente diante da divulgação de novos sinas de forte queda da inflação.

-    O DÓLAR pode voltar a cair, com ''boas chances'' de fechar a semana abaixo dos R$ 1,75, influenciado pela provável melhora do ''humor'' na Bovespa e principalmente pela adesão de mais de 95% dos credores privados ao calote organizado da Grécia.

 

ONTEM

-    BOVESPA 1,3% (aos 66.908pts), já abriu em alta e, ''comemorando'' a redução de -0,75% na Selic, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, com bom volume de negócios (R$ 7,7bi) e também ''aliviada'' com a perspectiva de adesão de credores privados na troca de títulos da dívida da Grécia.

-    DÓLAR -0,2% à R$ 1,76, abriu em alta, para na máxima avançar atingir R$ 1,78, porem perdeu ''forças'' e passou a cair no final do pregão, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, também diante do crescente otimismo de que a Grécia vai chegar a um acordo para evitar um calote desordenado.

-    Na ÁSIA, recuperando perdas recentes, JAPÃO 2,0%, CORÉIA 0,9% e CHINA 1,1%, apoiadas em apostas cautelosas de investidores sobre melhora das perspectivas da Grécia de garantir troca de dívida, evitando assim um calote desorganizado.

-    Na EUROPA, recuperando cerca de metade das perdas acumuladas no início da semana, INGLATERRA 1,2%, FRANÇA 2,5% e ALEMANHA 2,4%, com destaques de alta para as ações de bancos, como Deutsche Bank (4,4%), Societé Générale (3,7%) e Credit Agricole (2,9%), já que a Grécia está mais perto de obter um acordo de troca de títulos com credores privados e a produção industrial da Alemanha superou as expectativas de alta e subiu 1,6% em JAN/12.

-    Nos EUA, também recuperando boa parte das perdas acumuladas na semana, S&P 1,0%, DJ 0,6% e NASDAQ 1,2%, com destaques de alta para as ações dos setores industrial e de matérias-primas, ''aliviadas'' com o avanço na operação de troca da dívida da Grécia com seus credores privados.


Economia:
 

Alinhando seu discurso com o de Mantega, ontem Arno Augustin, secretário do Tesouro Nacional, afirmou que o órgão continuará comprando dólares antecipadamente para pagar a dívida externa, na medida que julgar necessário, ressaltando que esta operação é uma das munições do "arsenal infinito" de combate à valorização do real anunciado pelo ministro da Fazenda.

 

Atenuando a dependência do papel do BNDES como grande financiador de obras de infraestrutura, a participação da infraestrutura na recepção de recursos estrangeiros brutos pelo Brasil subiu de 5,7% em 2007 para 26,1% em 2011.

 

Permitindo um certo otimismo com a economia brasileira, (1) os supermercados brasileiros esperam registrar crescimento de 11,1% nas vendas de produtos relacionados à Páscoa este ano, apesar do aumento de preços dos itens e (2) em JAN/12 o emprego na indústria cresceu 0,5% na comparação com DEZ/11 e 0,8% na comparação com JAN/11.

 

Confirmando que o brasileiro não sabe lidar com o credito fácil e por este motivo está cada dia mais endividado, nos 2 primeiros meses deste ano (1) o número de ações de cobrança por falta de pagamento da taxa de condomínio nos fóruns da cidade de SP registrou aumento de 22,9% ante o mesmo período de 2011 e (2) o percentual de cheques devolvidos no Brasil no primeiro bimestre do ano foi de 1,97%, o que representa o maior patamar para o período desde 2009.

 

Na primeira quadrissemana de MAR/12 o IPC, que mede a inflação da cidade de SP, registrou deflação de -0,02%, o que representa uma forte desaceleração na comparação com a primeira quadrissemana de FEV/12, quando o referido o índice registrou inflação de 0,42%.

 

-    A Rossi Residencial subiu 7,12%, a Brookfield avançou 6,2% e o Pão de Açúcar teve elevação de 7,4%, beneficiadas pelo corte acima do esperado da taxa de juros.

-    A Ambev avançou 1,5%, após anunciar que em 2011 seu lucro líquido foi 14,3% maior que em 2010.


Política:
 
Abrindo margem para criticas, ontem, em pleno dia internacional da mulher, o governo Dilma desistiu de sancionar o projeto de lei que equipara os salários de homens e mulheres que ocupam as mesmas funções em uma empresa, alegando que quer que a comissão do Senado amarre melhor o texto para não dar margem a processos.
 
Após ser derrotada no Senado, que rejeitou sua indicação para a direção-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres, Dilma chamou Temer para conversar no Palácio do Planalto e lhe pediu ajuda para retomar o diálogo com o Congresso e pacificar a base aliada, especialmente o PMDB.
 
Apenas 1 dia depois de deixar o governo e ''o mundo jurídico em polvorosa'', com o risco de nulidade de 560 medidas provisórias editadas desde 2001, ontem o Supremo Tribunal Federal tomou uma decisão surpreendente e, após ter declarado inconstitucional a lei que criou o Instituto Chico Mendes, voltou atrás e decidiu pela constitucionalidade da mesma lei.
 
Ainda reagindo à rebelião na base aliada no Senado, a presidenta Dilma decidiu comunicar às centrais sindicais que irá recebe-las em reunião no Palácio do Planalto, no dia 14/MAR/12.

Crítica:
 
Em uma atitude que mostra sua coragem, ontem o Departamento de Estado norte-americano colocou pela primeira vez na história o Vaticano na lista de países potencialmente suscetíveis à lavagem de dinheiro, , ressaltando que o sistema financeiro do país do Papa está de alguma forma exposto à prática.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário