R.B. 20/JAN/12 ''Uma mudança radical na ordem mundial''


R.B.

"Uma mudança radical na ordem mundial"

 

São Paulo, 20 de janeiro de 2012 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve seguir em alta, para fechar em território positivo pelo quinto pregão consecutivo e ampliar a valorização já acumulada no ano (9,1%), beneficiada pelo avanço dos preços das commodities e pelos sinais positivos da economia brasileira.

-    O DÓLAR pode cair, para fechar em território negativo pelo quinto pregão consecutivo, já que, mesmo com o ''rumores'' de novas medidas do governo para conter a valorização do real, segue ''firme e forte'' o fluxo positivo de recursos externos.

 

ONTEM

-    BOVESPA 0,3%, já abriu em alta e, novamente com bom volume de negócios (R$ 7,0bi), manteve-se em território positivo ao longo de todo pregão, testando a resistência dos 62.000pts, impulsionada principalmente por papéis atrelados à cena doméstica, como os de construção e consumo.

-    DÓLAR -0,2% à R$ 1,76, já abriu em queda e, apesar de uma breve tentativa de alta no meio da tarde, fechou novamente em território negativo, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

-    Na ÁSIA, fechando nos maiores patamares dos últimos 2 meses, JAPÃO 1,0%, CORÉIA 1,2% e CHINA 1,3%, beneficiadas pela melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, com destaques de alta para as ações dos setores financeiro e de recursos naturais.

-    Na EUROPA, em alta pela quarta sessão consecutiva, INGLATERRA 0,7%, FRANÇA 1,9% e ALEMANHA 1,0%, com destaques de alta para as ações de bancos, beneficiadas por resultados positivos de leilões da dívida de países da zona do euro.

-    Nos EUA, em alta pelo terceiro pregão seguido, S&P 0,5%, DJ 0,4% e NASDAQ 0,7%, desta vez beneficiadas pelos resultados positivos do Bank of America e do Morgan Stanley e pelo recuo dos pedidos de auxílio-desemprego para sua mínima em quase 4 anos.


Economia:
 
Indicando mais uma vez de que estamos caminhando para ''uma mudança radical na ordem mundial'', segundo um estudo da consultoria Forrester Research, apresentado essa semana no evento do varejo on-line em NY, os principais mercados atuais para o comércio eletrônico mundial, que são EUA e países da Europa Ocidental, devem perder a liderança para economias emergentes até 2015, com destaques para China e Brasil.
 
Com os exportadores voltando a reclamar da queda do dólar, que influenciado redução das tensões externas pela forte entrada de investidores estrangeiros na Bovespa já caiu de R$ 1,87 no ultimo pregão de 2011 para R$ 1,76 no fechamento de ontem, a equipe econômica de Dilma já começa a avaliar a adoção de medidas para conter uma possível onda de valorização do real.
 
Colocando mais uma vez o Brasil na sua capa, na sua última edição a revista britânica "The Economist" critica a interferência do governo brasileiro em empresas, ressaltando que o país, que passou por uma abrangente privatização nos anos 1990, agora está interferindo em decisões da Vale e da Petrobras e convencendo empresas menores a formar grupos campeões nacionais.
 
Já extraindo comercialmente, porem ainda bem abaixo do potencial, petróleo da promissora área do pré-sal, ontem a Petrobras informou que no ano passado a sua produção média de petróleo e gás natural no Brasil atingiu o volume recorde histórico de 2.376.359 barris de óleo equivalente por dia.
 
''Apostando'' cada dia mais no Brasil, ontem a Honda anunciou que se prepara para investir mais de R$ 1bi no país até 2014 no segmento de automóveis, ressaltando que seu principal foco é o aumento da nacionalização de componentes, tema que aliás ocupa o centro do debate da indústria neste ano.
 
Dando, 1 dia após a reunião do Copom, mais um importante sinal de que a inflação está controlada, o índice de preços mensurado pelo IGP-M, que aliás é usado como referência na maioria dos contratos de aluguel, subiu 0,22% na segunda prévia de JAN/12.

Política:
 
Obviamente porque quer aumentar suas chances de disputar a presidência do Brasil em 2014 pelo PSDB, Alckmin, governador de SP, afirmou ontem que ainda não descartou a possibilidade de Serra ser o candidato tucano à prefeitura de SP este ano.
 
Como já era de se esperara, causou desconforto no PT, que está reclamando de perda de espaço político, a decisão de Dilma de escolher o técnico Marco Antonio Raupp, e não um político petista, para substituir Mercadante no Ministério da Ciência e Tecnologia.
 
Com enormes chances de se reeleger, o peemedebista Eduardo Paes, atual prefeito do RJ, lidera as intenções de voto para a eleição municipal deste ano com 36%, seguido de longe pelo evangélico Marcelo Crivella, com 18%, Marcelo Freixo, com 7% e Rodrigo Maia, com 3%.

Crítica:
 
Na terra do Mikey, a quem saldou como o único líder mundial que tem orelhas maiores do que as suas, ontem Obama, presidente dos EUA, mostrou que também está ''de olho'' nos cada dia mais valorizados reais brasileiros ao ''avisar'' que vai reduzir substancialmente a burocracia para a emissão de vistos para brasileiros.
 
Com cada dia menos concorrência no setor bancário, em DEZ/11 o número de queixas contra os grandes bancos brasileiros, que são aqueles com mais de 1 milhão de correntistas, subiu 50,8% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário