R.B. 5/SET/11 ''Muita moral''


R.B.

"Muita moral"

 

São Paulo, 5 de setembro de 2011 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve seguir em queda, devolvendo mais uma parte dos ganhos acumulados na semana passada (5,9%), ainda acompanhando o ''humor negativo'' nas demais bolsas mundiais, pressionada pelo recuo das commodities e com baixo volume de negócios devido ao feriado nos EUA.

-    O DÓLAR pode voltar a subir, com ''boas chances'' de fechar o dia acima dos R$ 1,65, acompanhando a provável piora do ''humor'' na Bovespa e pressionado pelos leilões de compra do BC.

 

SEXTA-FEIRA

-    BOVESPA -2,7%, já abriu em queda e, realizando lucros após 5 pregões consecutivos de alta, manteve a trajetória descendente ao longo de toda sessão, com bom volume de negócios (R$ 7,2bi) e seguindo as perdas das demais bolsas mundiais, diante da divulgação de números frustrantes da economia norte-americana.

-    DÓLAR 1,5% à R$ 1,64, já abriu em alta e, acompanhando a piora do ''humor'' na Bovespa, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, também ainda influenciado pela redução da Selic.

-    Na ÁSIA, em mais um dia de perdas, JAPÃO -1,2%, CORÉIA -1,1% e CHINA -0,7%, com investidores realizando lucros antes de importantes dados sobre o desemprego nos EUA e por preocupações mais amplas sobre a economia mundial.

-    Na EUROPA, com fortes perdas, INGLATERRA -2,3%, FRANÇA -3,6% e ALEMANHA -3,4%, prejudicadas pela divulgação de resultados ruins do emprego nos EUA e pela nova intensificação da crise na Grécia.

-    Nos EUA, aumentando as perdas ao longo do dia, S&P -2,5%, DJ -2,2% e NASDAQ -2,6%, diante da divulgação de que o índice de desemprego do país se manteve em 9,1% em AGO/11 e com destaques de queda para ações de bancos, como Bank of America (-8,3%), JPMorgan Chase (-4,6%), Goldman Sachs (-4,5%) e Deutsche Bank EUA (-6,0%), após o anuncio de que o governo Obama vai processar vários bancos por enganarem os investidores sobre a qualidade dos valores respaldados por hipotecas vendidas durante a "bolha" imobiliária.


Economia:
 
Indicando que o BC brasileiro acertou em cortar a Selic prevendo uma piora da economia mundial, Christine Lagarde, a nova diretora-gerente do FMI, afirmou que os governos devem adaptar seus planos de contenção de gastos e considerar seriamente a adoção de medidas para estimular o crescimento, uma vez que a economia global enfrenta o risco de "uma desaceleração em espiral".
 
Sob impacto da contenção do crédito, do câmbio valorizado, de juros maiores e da conseqüente freada da indústria provocada por esses fatores, no segundo trimestre deste ano o PIB brasileiro cresceu 3,1% na comparação com o mesmo período de 2010, o que ficou aquém do esperado (3,8%), porem coloca o Brasil em posição favorável em relação às maiores economias do mundo, que vivem períodos de crescimentos pífios, ou mesmo variações negativas, desde a eclosão da crise mundial em 2008.
 
Prejudicada pelo forte crescimento das importações, no segundo trimestre deste ano a indústria brasileira cresceu ''apenas'' 1,7% na comparação com o mesmo período de 2010, o que representa o pior desempenho desde o terceiro trimestre de 2009.
 
Ainda vendendo na baixa e comprando na alta, em AGO/11 as pessoas físicas somaram 20,16% dos investimentos em ações na Bolsa de Valores de São Paulo, resultado que significa queda na comparação com JUL/11, quando a participação das pessoas físicas foi de 23,62%.
 
Influenciado pela elevação de 6,5% da massa salarial real e pelo crescimento de 18,6% nas operações de crédito para pessoas físicas, no segundo trimestre de 2011 o consumo das famílias, que é um dos pilares de sustentação da economia nos últimos anos, cresceu 5,5% na comparação com o mesmo período de 2010 e registrou também o 31º mês consecutivo de aumento.
 
''Apostando'' no Brasil, (1) a montadora norte-americana de caminhões Paccar anunciou que investirá R$ 317mi para construir uma fábrica no Paraná, que será a primeira unidade da empresa na América do Sul e (2) um consórcio formado por 5 empresas chinesas comprou 15% do capital da produtora brasileira de nióbio CBMM por R$ 3,2bi.
 
Prejudicado pela deficiência na infraestrutura dos portos brasileiros e pelos seus altos custos de operação, o mercado de cruzeiros marítimos no Brasil vai estagnar na temporada 2011 e 2012, isso depois de crescer mais de 30% ao ano na última década e chegar a 800 mil turistas transportados.
 
Conseguindo um deságio global de -22,7% em relação ao valor máximo de receita permitida para as empresas que irão assumir os projetos, a Agência Nacional de Energia Elétrica comemorou o resultado do leilão de 12 lotes com projetos de linhas de transmissão e subestações que foi realizado na sexta-feira passada na BM&FBovespa.

Política:
 
Depois de 2 dias de debates, o PT aprovou ontem uma diretriz para as eleições municipais de 2012 que, diante do argumento de que apoio não se deve recusar, abre brechas para alianças com partidos de oposição, como o PSDB, o DEM e o PPS.
 
Preparando a criação de uma nova CPMF, os governadores lançam nesta semana uma nota em que pedem "maior aporte de recursos" para a saúde e apóiam o pleito da presidenta Dilma para que o Congresso aponte novas fontes de recursos para a área.
 
Cacifada por uma pesquisa que lhe coloca na liderança na disputa pela prefeitura de SP em todos os cenários avaliados, Marta afirmou, em uma reunião com um grupo de petistas, que "não quer guerra" mas que "irá até o fim" na tentativa de viabilizar internamente a sua candidatura.
 
Mostrando que ainda tem ''muita moral'', Maluf, mesmo com ficha extensa de processos, todos os bens bloqueados no Brasil e prisão decretada nos EUA e em outros 6 países, recebeu 800 pessoas em sua casa para comemorar seus 80 anos,entre eles o vice-presidente, Michel Temer, o governador de SP, Geraldo Alckmin, o prefeito Gilberto Kassab, e 3 candidatos a uma vaga no Tribunal de Contas.

Crítica:
 
Defendendo reajustes de até 56% e salários de R$ 30,6mil, Cezar Peluso, presidente do Supremo Tribunal Federal, deveria se envergonhar de liderar uma revolta contra o Palácio do Planalto por aumento de salário, já que os servidores do Judiciário estão no topo da folha de pagamentos da União.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário