R.B. 24/AGO/11 ''O primeiro mundo está em liquidação''


R.B.

"O primeiro mundo está em liquidação"

 

São Paulo, 24 de agosto de 2011 (QUARTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve voltar a subir, ainda recuperando perdas recentes, beneficiada pela redução das tensões externas, pela valorização das commodities e pelas ''esperanças'' cada dia maiores de redução da Selic.

-    O DÓLAR pode seguir em queda, para voltar a fechar abaixo dos R$ 1,60, acompanhando a provável melhora do ''humor'' na Bovespa e seguindo o ''crescente e constante'' fluxo positivo de recursos externos.

 

ONTEM

-    BOVESPA 2,6%, abriu em queda, para na mínima recuar -1,1%, porem, acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, passou a subir no início da tarde, em um dia de ''caça de barganhas'' após 3 pregões consecutivos de queda diante das ''esperanças'' de que (1) a taxa de juros começará a cair no Brasil e (2) o governo norte-americano lançará mais um pacote de ajuda à economia.

-    DÓLAR -0,3% à R$ 1,60, abriu ''de lado'' e, mesmo com os leilões de compra do BC, logo definiu sua trajetória de queda, seguindo a melhora do ''humor'' na Bovespa e o fluxo positivo de recursos externos.

-    Na ÁSIA, recuperando perdas recentes, JAPÃO 1,2%, sustentada pela recuperação das ações de determinadas empresas exportadoras, como Canon (3,0%) e Nissan (3,1%), CHINA 1,5%, recuperando-se parcialmente após 5 pregões consecutivos de perdas, impulsionada pela divulgação dos dados preliminares de AGO/11 sobre a produção manufatureira no país e CORÉIA 3,9%, impulsionada pelos ganhos em empresas do setor automotivo, como Hyundai Motor (10,2%) e Kia Motors (9,3%).

-    Na EUROPA, ''comemorando'' a queda do ditador da Líbia, mesmo com a divulgação de indicadores fracos divulgados na região, INGLATERRA 0,7%, FRANÇA 1,1% e ALEMANHA 1,1%, também ''animadas'' pela perspectiva de que, diante desses números, o Fed (''BC'' dos EUA) deve anunciar algum tipo de medida para estimular a economia.

-    Nos EUA, recuperando perdas recentes, S&P 3,4%, DJ 3,0% e NASDAQ 4,3%, com destaques de alta para as ações de empresas do setor de tecnologia e de outros setores ligados ao crescimento, diante da ''esperança'' de que Bernanke, presidente do BC local, sinalize novos estímulos econômicos e indique de que o pior já passou após 4 semanas de perdas.


Economia:
 
Mais uma vez mostrando otimismo, Mantega, ministro da Fazenda, ''garantiu'' que a inflação está controlada e seguirá baixa nos próximos meses, ressaltando que "é prioritário" criar condições para que o BC possa cortar a Selic.
 
''De olho'' em tudo aquilo que o Brasil tem déficit, Eike Batista, do grupo EBX, ''avisou'' que avalia participar, com um parceiro estrangeiro privado, da licitação de aeroportos programada para acontecer no fim do ano, ressaltando que os aeroportos brasileiros são mal explorados e ineficientes, além de serem atualmente incapazes de atender à demanda crescente no país.
 
Como o Brasil é cada dia mais caro e ''o primeiro mundo está em liquidação'', até ontem os gastos dos turistas brasileiros no exterior em 2011 estavam em US$ 14,7bi, valor que, alem de ser um recorde histórico para o período, já se aproxima dos US$ 16,4bi acumulados ao longo de todo ano de 2010.
 
Diante da queda do desemprego e do aumento da renda do trabalhador brasileiro, (1) nos 6 primeiros meses deste ano o FGTS arrecadou R$ 34,9bi, valor é 18% maior do que o verificado no mesmo período de 2010 e (2) segundo projeções do setor, em 2011 o faturamento dos shoppings em operação no país deve crescer 21,5% na comparação com 2010.
 
Certamente perdendo dinheiro, já que o dólar não para de cair na comparação com o real, no ano passado, segundo dados oficiais do BC, o número de brasileiros com mais de US$ 100 mil no exterior cresceu 19,3% na comparação com 2009.
 
''Apostando'' no Brasil e ajudando a reduzir a concentração de um setor importante para a economia brasileira, a suíça Holcim vai investir R$ 1,45bi na ampliação da sua unidade de cimento em Barroso, na região central de MG, e com isso vai triplicar a produção na planta, que terá o maior moinho de cimento do mundo.
 
Confirmando que, diante da crise no ''primeiro mundo'', o Brasil tem se tornado uma ótima opção, em JUL/11 os investimentos estrangeiros diretos em empresas brasileiras atingiram US$ 5,97bi, o que representa o maior resultado para meses de JUL/11 da série iniciada em 1947 pelo BC.
 
Mostrando que, diante da alta dos juros e do problemas enfrentados pelas economias do ''primeiro mundo'', os empresários brasileiros estão tirando o pé do acelerador, (1) no primeiro semestre deste ano o consumo industrial de energia no Brasil cresceu apenas 2% na comparação com os primeiros 6 meses do ano passado e (2) o índice de estoque na indústria cresceu de 53,0 em JUN/11 para 53,9 em JUL/11, patamar considerado "muito acima do planejado".
 
Em um cenário de queda das bolsas e aumento da renda, no primeiro semestre deste ano o segmento de planos de previdência privada para menores registrou um avanço de 21,4% ante o mesmo período de 2010.

Política:
 
Se aproximando cada vez mais de Dilma, a quem não cansa de fazer elogios, FHC, citar o nome de Lula, responsabilizou o "governo anterior" pelo que classificou como "consolidação" da "corrupção sistêmica" que toma conta do estado.
 
Orientado pelo governo Dilma, na noite de ontem o  plenário da Câmara concluiu a votação da medida provisória que reestrutura os Correios, abrindo o caminho para as mudanças que ampliarão o campo de atuação da estatal, que passa a ter o direito de criar subsidiárias, atuar no exterior, adquirir controle ou participação acionária em sociedades empresariais, explorar serviços de logística integrada e financeiros, por exemplo.
 
''Cutucando os yankes'' e fazendo ''graça'' para os senadores, Mantega, ministro da fazenda, afirmou que o Brasil está mais maduro politicamente do que os EUA, e, por causa disso, a política aqui não está atrapalhando a economia.
 
Sem falar em crise política e principalmente em ''faxina'' contra a corrupção, ontem o PMDB ofereceu um jantar na casa de Temer para a presidenta Dilma, com cerca de 120 ministros e parlamentares peemedebistas e outros 6 ministros petistas.
 
Usando a mesma lógica de Lula, o vice-líder do governo de Roseana Sarney na Assembléia Legislativa do Maranhão defendeu, em discurso, o uso de um helicóptero estadual por Sarney afirmando que ele é "não é uma pessoa qualquer".
 
O Palácio do Planalto comunicou aos partidos aliados que a presidenta Dilma, numa tentativa de conter a insatisfação crescente da base governista com as mudanças na Esplanada dos Ministérios, não pretende fazer novas demissões.

Crítica:
 
Em nome da liberdade, da democracia e do fim da opressão, grupos rebeldes de vários países do Oriente Médio, financiados pelo ''primeiro mundo'', estão derrubando seus ditadores, porem nos países aonde o ditador já caiu, como no Egito e na Tunísia, outra ditadura já foi instalada e, apesar das retóricas, nenhum movimento democrático ganhou força.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário