R.B. 17/AGO/11 ''Correta e lúcida''


R.B.

"Correta e lúcida"

 

São Paulo, 17 de agosto de 2011 (QUARTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve voltar a subir, com alguma volatilidade e bom volume de negócios devido ao vencimento do índice futuro, acompanhando a recuperação dos preços das commodities e os sinais positivos da economia brasileira.

-    O DÓLAR pode seguir em queda, acompanhando a provável melhora do ''humor'' na Bovespa e ainda influenciado pela manutenção do fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e ''investimentos''.

 

ONTEM

-    BOVESPA -0,6%, já abriu em queda, para na mínima recuar -2,1% e, realizando lucros após 5 pregões consecutivos de alta, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e com volume de negócios (R$ 5,9bi) menor que nos dias anteriores, quando os negócios chegaram a passar de R$ 10bi.

-    DÓLAR -0,1% à R$ 1,59, já abriu ''de lado'' e, dividido entre a realização de lucros na Bovespa e a manutenção do fluxo positivo de recursos externos, manteve a trajetória indefinida ao longo e todo pregão.

-    Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO 0,2%, já que o entusiasmo dos investidores com a compra multibilionária da Motorola Mobility pelo Google influenciou mais o mercado do que a moeda local (o iene) persistentemente valorizada frente ao dólar, CHINA -0,7%, realizando lucros após 4 pregões seguidas de elevação, diante de preocupações sobre o tamanho da dívida do governo local e CORÉIA 4,8%, destoando fortemente dos demais mercados regionais, por conta do feriado do dia anterior, e impulsionada principalmente pelas compras dos investidores estrangeiros destinadas principalmente à ações de bancos, corretoras e empresas químicas.

-    Na EUROPA, realizando lucros recentes, INGLATERRA -0,1%, FRANÇA -0,2% e ALEMANHA -0,4%, prejudicadas pela divulgação de dados fracos sobre o crescimento da economia alemã e pela divulgação de que durante a reunião do presidente francês e da chanceler da Alemanha foi discutida a criação de um imposto comum sobre transações financeiras e de um governo conjunto de política econômica para conter a crise.

-    Nos EUA, mesmo com a agencia de classificação de risco Fitch divulgando que mantêm a ''nota'' AAA para os EUA, S&P -1,0%, DJ -0,7% e NASDAQ -1,2%, com destaques de queda para as ações de bancos, já que uma reunião entre líderes de França e Alemanha não conseguiu acalmar os temores sobre a capacidade de contenção da crise de dívida soberana na Europa.


Economia:
 
''Garantindo'' que a atual turbulência internacional se caracteriza desta vez por ser especulativa, Carlos Lupi, ministro do Trabalho, ''avisou'' que a atual crise internacional não deverá chegar ao mercado de trabalho brasileiro, ressaltando que a atual situação econômica do Brasil é melhor do que a verificada em anos anteriores.
 
''Alertando'' que temos de ter consciência do que significamos hoje no mundo, Dilma afirmou que as empresas mundiais apostam cada dia mais no Brasil pois sabem que os países em desenvolvimento crescerão pelo menos o dobro do que os países mais ricos.
 
Dando novos sinais positivos da economia interna, (1) o Brasil fechou o mês de JUL/11 com 45,7 milhões de acessos à internet banda larga, patamar 56,7% maior que na comparação com JUL/10, (2) com um crescimento de 12,5% na comparação com o mesmo período de 2010, no segundo semestre deste ano o Brasil assumiu a terceira colocação mundial na venda de computadores, como 1,9 milhões de máquinas vendidas no período e (3) nos 6 primeiros meses deste ano o comércio on-line brasileiro cresceu 24% na comparação com o mesmo período de 2010 e alcançou um faturamento recorde de R$ 8,4bi.
 
Mesmo com a elevação da Selic e a forte redução do ritmo crescimento das vendas do setor, em JUN/11 o nível de emprego na construção civil brasileira cresceu 1,25% na comparação com MAI/11 e, com a contratação de 37.497 trabalhadores, superou a marca de 3 milhões de funcionários com carteira assinada no país.
 
Prejudicada pela aumento da taxa de juros e ainda falta de ''habilidade'' do trabalhador brasileiro em lidar com o crédito, em JUL/11 a inadimplência do consumidor teve alta de 27,7% na comparação com JUL/10.
 
Com o objetivo de aumentar a concorrência e assim melhorar a qualidade e reduzir o preço, ontem o Senado aprovou o projeto de lei que abre o mercado de TV a cabo para as empresas de telecomunicações, como as operadoras de telefonia fixa, nacionais e estrangeiras.
 
-    Acima do esperado (0,35%) e do resultado anterior (0,33%), o IPC apresentou variação de 0,41% na segunda quadrissemana de AGO/11.
 
-    A subiu JBS caiu -3,3%, após autoridades sanitárias norte-americanas voltarem a encontrar a presença do vermífugo ivermectina acima do permitido pelas regras dos EUA em uma carga de carne industrializada da empresa.

Política:
 
Conforme já se esperava, ontem o deputado mineiro Lincoln Portela, líder do PR na Câmara, anunciou que o referido partido está fora da base aliada da presidente Dilma, adotando uma posição de independência e sem exigir que seus filiados entreguem os cargos que ainda tem no governo.
 
Mostrando que Dilma quer dar mais ''peso empresarial'' ao seu ministério, a empresária Luiza Helena Trajano, dona da rede de lojas Magazine Luiza, confirmou que foi convidada pela presidenta para assumir um posto no governo, provavelmente a futura Secretaria da Micro e Pequena Empresa.
 
Mesmo com todas as denuncias de corrupção e trafico de influencia envolvendo a pasta e o referido ministro, Dilma, para não brigar com o PMDB de seu vice Michel Temer, decidiu  manter Wagner Rossi no Ministério da Agricultura, porem vai impor uma faxina nos cargos hoje ocupados por amigos de Rossi.
 
Para conter a rebelião da base aliada na Câmara dos Deputados, mesmo sem um cronograma formal, o governo fez chegar aos líderes um novo pacote para empenho e liberação de emendas de parlamentares ao Orçamento da União que pode chegar a R$ 5bi até o final do ano.
 
Com a justificativa de que os aditivos para obras do Dnit estão previstos na Lei de Licitações e são necessários porque os contratos são feitos com base em projetos básicos, o ministro dos Transportes, Paulo Passos, negou ontem, em depoimento na Comissão de Infraestrutura do Senado, problemas em obras sob a sua responsabilidade.

Crítica:
 
Como o casamento está cada dia mais sendo tratado como um negócio, que só vale ser mantido enquanto dá lucro e tem boas perspectivas futuras, também diante das facilitações criadas pela Emenda Constitucional 66, que acabou com os prazos necessários, no primeiro semestre deste ano o número de divórcios em cartórios de SP quase quadruplicou na comparação com o mesmo período de 2010.
 
Tomando a decisão mais ''correta e lúcida'' de seus anos de ditadura, Chavez decidiu que a Venezuela irá transferir bilhões de dólares em reservas mantidas no exterior para bancos na Rússia, na China e no Brasil e também transferir toneladas de ouro de bancos europeus para os cofres de seu próprio BC.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário