R.B. 15/JUL/11 ''Colegas e comparsas''


R.B.

"Colegas e comparsas"

 

São Paulo, 15 de julho de 2011 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve seguir em queda, ampliando as fortes perdas já acumuladas no ano e podendo atingir no curto prazo suporte dos 58.000pts, diante da possibilidade, cada dia maior, de rebaixamento da ''nota'' dos EUA.

-    O DÓLAR pode subir, seguindo o provável ''humor negativo'' na Bovespa, porem deve-se ressaltar que a ''trajetória natural'' da moeda norte-americana continua sendo de baixa, já que o governo brasileiro ainda tem como prioridade oficial o combate à inflação, o que deve levar a novos aumentos da Selic.

 

ONTEM

-    BOVESPA -1,6%, já abriu em queda e,  devolvendo ''com juros'' todos os ganhos acumulados na sessão anterior, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, com bom volume de negócios (R$ 6,7bi), para fechar o dia no menor patamar desde 25/MAI/10 (aos 59.679pts), diante da decisão da agencia de classificação de risco Moody's de colocar em revisão para potencial rebaixamento sua ''nota'' para os EUA.

-    DÓLAR 0,2% à R$ 1,58, abriu em queda, para na mínima recuar -0,3%, porem, acompanhando a piora do ''humor'' na Bovespa, passou a subir na parte da tarde, também pressionado pelos leilões de compra do BC e mesmo com o recuo do risco-Brasil (-3,4%).

-    Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO -0,3%, novamente com destaques de queda para as exportadoras,  como Sony (-1,1%) e Toyota (-0,8%), diante da continua valorização da moeda local (o iene) frente ao dólar, CHINA 0,5%, com destaques de alta para as mineradoras de ouro e carvão, na esteira dos ganhos nos preços das commodities, em meio aos sinais de que o Fed (''BC'' dos EUA) pode introduzir nova rodada de estimulo monetário e CORÉIA 0,1%, dividida entre as compras dos investidores de varejo e as vendas líquidas dos investidores estrangeiros.

-    Na EUROPA, em mais um dia de perdas, INGLATERRA -1,0%, FRANÇA -1,1% e ALEMANHA -0,7%, novamente pressionadas principalmente pelas ações de bancos, como Commerzbank (-4,4%), Credit Agricole (-2,4%) e Société Générale (-1,3%), já que as autoridades locais ainda tentam resolver a crise de dívida da zona do euro e a Itália ficou novamente no centro das atenções em razão do aumento nos custos de financiamento do país verificado em um leilão de bônus.

-    Nos EUA, revertendo uma abertura positiva para também devolverem, ''com juros'', os ganhos do pregão anterior, S&P -0,7%, DJ -0,4% e NASDAQ -1,2%, após Bernanke, presidente do Fed (''BC'' local) afirmar que ainda não é o momento de lançar uma nova rodada de estímulo para a economia norte-americana.


Economia:
 
Justamente no momento em que Obama é colocado ''nas cordas'' pelos republicanos, que não querem elevar o teto da dívida do país, ontem, se juntando a Moody's, a Standard & Poor's ''avisou'' que colocou em revisão, com implicações negativas, sua ''nota'' para os EUA, ressaltando que existe uma possibilidade de cerca de 50% de que este eventual, e cá entre nós merecido, rebaixamento saia nos próximos 90 dias.
 
Dando novos sinais positivos da economia interna, (1) em JUN/11 a Gol registrou uma demanda total 10,4% maior na comparação com o mesmo mês em 2010, encerrando o primeiro semestre com um incremento de 11,4% na procura por viagens na mesma base de comparação e (2) o total de acessos ativos à internet via celular 3G no Brasil cresceu 90% na comparação entre o primeiro semestre de 2011 e de 2010.
 
''Apostando'' no Brasil, (1) a Siemens anunciou que investirá R$ 300mi para construir de duas fábricas em MG que irão gerar 700 novos postos de trabalho, (2) a Veracel Celulose ''avisou'' que investirá cerca de R$ 9mi em projetos sociais e ambientais em 10 municípios da região do sul da Bahia, (3) a Bolsa norte-americana ICE, que é líder nos negócios de balcão com derivativos e commodities, comprou 12,4% da brasileira Cetip, empresa brasileira que faz o registro e permite a negociação de títulos de dívida privada.
 
Confirmando a atratividade e a solidez da economia do Brasil, (1) no primeiro semestre deste ano as empresas brasileiras captaram um volume recorde histórico de R$ 57bi, volume que representa um crescimento de 12,5% sobre o mesmo período de 2010 e (2) o Tesouro Nacional informou que a liquidação financeira dos US$ 550mi captados pelo País na semana passada foi destinada diretamente para o pagamento de dívida externa.
 
-    A MMX subiu 1,5%, após anunciar um acordo preliminar com a Minerinvest Mineração para prestação de serviços portuários e fornecimento de minério de ferro.
Política:
 
Copiando seu ''colega'' Sergio Cabral, Kassab, prefeito de SP, divulgou ontem, através de uma lei, um ''manual de etiqueta'' para o servidor publico que inclui obviedades com ouvir o usuário com paciência e cortesia e responder às solicitações no menor tempo possível com clareza e objetividade.
 
Dando mais um exemplo da enorme bandalheira que continua instalada no Ministério dos Transportes,  a construtora Araújo Ltda, que pertence a mulher de José Henrique Sadok de Sá, diretor executivo do Dnit e que está substituindo Luiz Antônio Pagot durante suas férias, assinou contratos que somam pelo menos R$ 18mi para tocar obras em rodovias federais entre 2006 e 2011, todas vinculadas a convênios com o órgão.
 
Ontem, ao participar do 52.º Congresso da UNE, feito 100% com dinheiro publico em Goiânia, Lula rebateu a crítica de que a entidade mantém uma postura ''chapa-branca'' e também partiu para o ataque contra a imprensa, que segundo ele se acha muito mais influente do que realmente é.
 
100% segura de que será absolvida pelos seus ''colegas e comparsas'', a linda deputada federal Jaqueline Roriz, filmada recebendo propina do delator do mensalão do DEM, desistiu do recurso apresentado na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara e assim seu processo por quebra de decoro parlamentar irá direto para votação no plenário da Casa.
Crítica:
 
Criando uma jurisprudência que pode ajudar a preservar a individualidade, a divisão sul-coreana da Apple terá que pagar uma indenização a um usuário do iPhone depois de recolher dados sobre sua localização sem seu consentimento.
PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário