R.B. 24/JUN/11 ''Caindo na mesma pegadinha''


R.B.

"Caindo na mesma pegadinha"

 

São Paulo, 24 de junho de 2011 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais diante da aprovação das medidas de austeridade fiscal pelo parlamento grego, porem com baixo volume de negócios devido ao feriado de ontem.

-    O DÓLAR pode cair, rumo aos R$ 1,55, seguindo o fluxo positivo de recursos externos, causado principalmente pela enorme taxa real de juros da economia brasileira (cerca de 6,7% ano), e a provável melhora do ''humor'' na Bovespa.

 

QUARTA-FEIRA

-    BOVESPA -0,4%, abriu ''de lado'', para na ´máxima avançar 0,7%, diante do voto de confiança para o novo gabinete do governo grego, porem foi perdendo forças e voltou a fechar em queda, com baixo volume de negócios (R$ 4,9bi) e em um movimento de cautela do feriado de Corpus Christi.

-    DÓLAR 0,0% à R$ 1,59, já abriu ''de lado'' e, com poucos negócios por ser véspera do feriado de Corpus Christi, manteve a trajetória indefinida ao longo de todo pregão, mesmo com os leilões de compra do BC.

 

ONTEM

-    Na ÁSIA, prejudicadas pela decisão de Fed (''BC'' dos EUA) de reduzir suas ''apostas'' para o crescimento da economia norte-americana em 2011, JAPÃO -0,3%, CORÉIA -1,2% e CHINA -0,9%, com destaques de queda para as exportadoras do setor de tecnologia.

-    Na EUROPA, nos menores patamares dos últimos 3 meses e novamente com destaques de queda para ações de bancos, INGLATERRA -1,7%, FRANÇA -2,2% e ALEMANHA -1,8%, já que os pedidos de auxílio-desemprego mais altos que o esperado nos EUA intensificaram temores sobre a força da recuperação da maior economia global.

-    Nos EUA, recuperando uma boa parte das perdas acumuladas na abertura, que por sua vez foram causadas pela disparada dos pedidos de auxílio-desemprego, S&P -0,3%, DJ -0,5% e NASDAQ 0,7%, diante de notícias de que a Grécia tinha chegado a um acordo para um plano de austeridade de 5 anos.


Economia:
 

''Estimulada'' pela recente elevação da Selic e também pelo aumento da ''nota'' do Brasil pela Moody's, na semana passada a entrada de dólares no país voltou a superar a saída, desta vez em US$ 2,2bi, elevando com isto o saldo positivo no ano para US$ 41,6bi, valor é 70% maior que o verificado em todo o ano de 2010.

 

Dando novos sinais positivos da economia brasileira, (1) em MAI/11, segundo o IBGE, a taxa de desemprego no Brasil estava em 6,4%, o que representa o menor patamar para o referido mês desde o inicio desta pesquisa em 2002, (2) a quantidade de milionários brasileiros registrou alta de 5,9% em 2010 ante o ano anterior, (3) em MAI/11 as vendas de materiais de construção no país apresentaram crescimento de 6,48% na comparação com ABR/11 e (4) em MAI/11 o número de ações locatícias por falta de pagamento em SP recuou -2,5% ante igual período do ano passado, atingindo com isto a menor quantidade para o mês desde o início do levantamento, em 1993.

 

''Apostando'' no Brasil, (1) a inglesa Rolls Royce investirá US$ 120mi para construir uma fábrica de geradores de turbinas para a produção de energia em plataformas de petróleo e (2) a mineradora ENRC, do Cazaquistão, vai comprar 25% da capacidade de transporte da Ferrovia Oeste-Leste, na Bahia, por R$ 3,5bi.

 

-    A Tim caiu -0,1%, mesmo após Luca Luciani, seu diretor-presidente, afirmar que a entrada da empresa no Novo Mercado da BM&FBovespa, no próximo mês, reforça sua estratégia de longo prazo no país.


Política:
 
''Caindo na mesma pegadinha'' que caiu Aécio, Índio da Costa, presidente regional do PSD e ex-vice na chapa de Serra, teve a carteira de motorista apreendida pela operação Lei Seca, no RJ, pois se recusou a fazer o teste do bafômetro e só foi liberado após a apresentação de um motorista sóbrio e obviamente habilitado.
 
Dando sequência ao ''fogo amigo'' dentro do PT, Serys Slhessarenko, ex-senadora pelo PT do Mato Grosso, afirmou que o petista Expedito Veloso, implicado no "escândalo dos aloprados" admitiu em conversas com ela que integrantes do partido haviam montado dossiês contra Serra na campanha pelo governo de SP em 2006.
 
Para confundir ainda mais o eleitor, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou a unificação das eleições gerais e municipais, que atualmente ocorrem em períodos diferentes, com 2 anos de diferença.
Crítica:
 
Enquanto nos EUA, em nome da liberdade de expressão, um passageiro embarcou para um vôo domestico vestindo apenas uma cinta-liga e uma calcinha, em SP, na véspera da parada gay, o metro da cidade recomenda que a turma GLS se vista de maneira adequada e discreta ao se dirigir à avenida Paulista.
 
Apresentando uma idéia que seria muito interessante de ser introduzida no Brasil, Evo Morales, presidente boliviano, se declarou contrário às festas populares patrocinadas por dinheiro público e anunciou que impulsionará uma lei para proibir esse tipo de evento na Bolívia, que segundo ele reforça o alcoolismo às custas do contribuinte.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário