R.B. 10/MAI/11 ''Finalmente enxergando''


R.B.

"Finalmente enxergando"

 

São Paulo, 10 de maio de 2011 (TERÇA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA pode seguir em alta, com ''boas chances'' de fechar a semana acima dos 66.000pts, influenciada pelas perspectivas positivas para a economia brasileira e acompanhando a melhora do ''humor'' externo e a recuperação dos preços das commodities.

-    O DÓLAR deve cair, retornando à sua ''trajetória natural'', influenciado principalmente pelo "abismo" entre os juros domésticos e externos, que deve aumentar ainda mais já que nos EUA a taxa de juros deve continuar baixa e no Brasil deve seguir em alta.

 

ONTEM

-    BOVESPA 0,3%, já abriu ''de lado'' e, com baixo volume de negócios (R$ 5,0bi), manteve a trajetória indefinida ao longo de todo pregão, para na mínima cair -0,3% e na máxima avançar 0,5%, beneficiada por um movimento de recuperação dos preços das commodities e prejudicada pela redução da ''nota'' da Grécia.

-    DÓLAR 0,2% à R$ 1,62, já abriu em alta e, mesmo com alguns momentos de baixa e diante da melhora do ''humor'' na Bovespa, manteve-se em território positivo ao longo de ''quase'' todo pregão, pressionado principalmente pelos leilões de compra do BC.

-    Na ÁSIA, JAPÃO -0,7%, pressionada pela venda de ações das concessionárias de serviços públicos ante os temores de possíveis interrupções no fornecimento de energia depois que o primeiro-ministro Naoto Kan pediu que a Chubu Electric Power suspenda as operações do reator nuclear que a empresa opera, CHINA 0,7%, lideradas pelas empresas geradoras de eletricidade e

produtoras de metais, embora as preocupações sobre medidas adicionais de aperto monetário tenham limitado os ganhos e CORÉIA -0,4%, com destaques de queda para ações de empresas do setor financeiro.

-    Na EUROPA, devolvendo os ganhos de sexta-feira, INGLATERRA -0,6%, FRANÇA -1,2% e ALEMANHA -1,1%, pressionadas principalmente pelas perdas nas ações dos bancos, como National Bank of Greece (-4,1%), BBVA (-3,1%), Barclays (-1,3%), Commerzbank (-3,2%) e BNP (-2,7%), diante do aumento das preocupações sobre a dívida da Grécia e do rebaixamento da ''nota'' do país pela agência de classificação de risco Standard & Poors.

-    Nos EUA, revertendo uma abertura negativa, S&P 0,4%, DJ 0,4% e NASDAQ 0,6%, com destaques de alta para as ações das empresas do setor de energia, amparadas pela recuperação de papéis de setores ligados a commodities.


Economia:
 
''Finalmente enxergando'' os sinais de recuo dos índices de inflação, o ''mercado'', pela primeira vez após 8 semanas consecutivas de elevação, reduziu suas ''apostas'' para o IPCA de 2011, desta vez de 6,37% para 6,33%, se afastando assim do teto da meta do BC (6,5%).
 
Corroborando com a opinião acima da pesquisa focus, segundo Salomão Quadros, coordenador de análises econômicas da FGV, a desaceleração dos índices de produção no Brasil deve mudar o rumo dos indicadores de inflação no país.
 
Dando novos sinais positivos da economia interna, (1) as vendas do comércio na semana que antecedeu o Dia das Mães cresceram 12,4% na comparação com equivalente semana de 2010 e (2) no primeiro trimestre deste ano o faturamento da indústria apresentou uma alta de 2% frente ao mesmo período do ano passado.
 
Após anos reclamando da queda do dólar e da competição desleal dos produtos importados da China, ontem a Azaléia fechou sua fábrica no município gaúcho de Parobé e demitiu cerca de 800 funcionários.
 
Para mitigar seus problemas de falta de mão-de-obra qualificada, que aliás não é só um ''privilégio'' do setor, a Associação Paulista de Supermercados anunciou ontem um programa que prevê a formação e a capacitação de profissionais para o setor supermercadista.
 
Diante da facilitação do crédito e de uma enorme falta de educação financeira, segundo um estudo elaborado pela Associação Paulista de Supermercados, no ano passado o rendimento médio das famílias brasileiras foi de R$ 2.146 ao mês, enquanto o gasto médio mensal chegou a R$ 2.171, com isso 53% das famílias brasileiras viram suas despesas ultrapassarem a renda, o que representa o maior patamar desde 2005.
 
-    A OGX subiu 0,3%, mesmo após anunciar que encerrou o primeiro trimestre deste ano com prejuízo de R$ -33,9mi, contra lucro de R$ 56,9mi reportado 1 ano antes.
-    A Hypermarcas despencou -10,6%, após anunciar que encerrou o primeiro trimestre deste ano com um lucro líquido -40,3% menor que no mesmo período de 2010.
-    A Brasil Foods subiu 1,8%, porem ontem, após o fechamento do pregão, a procuradoria-geral do Cade emitiu um ''duro parecer'' que ameaça barrar a fusão entre Sadia e Perdigão, recomendando restrições mais fortes que podem incluir a venda de uma das 2 marcas principais.

Política:
 
Como sabem que são mais ''queridos'' quando se aproximam as eleições municipais, hoje mais de 4.000 prefeitos desembarcam em Brasília com uma lista de desejos que alcança pelo menos R$ 27,9bi.
 
Por conta de negociações em busca de um consenso, o deputado petista Cândido Vaccarezza, líder do governo na Câmara, ''avisou'' que a votação do novo Código Florestal, prevista para hoje, "talvez" seja adiada novamente.
 
Se afastando do PT, hoje o PSB levará ao ar 5 inserções de rádio e TV voltadas para lançar o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, como político de expressão nacional e pré-candidato à presidência do Brasil em 2014.
 
Confundindo o publico com o privado, o prefeito Arnaldo Higino Lessa, do município de Campo Grande, que fica em Alagoas, foi denunciado pelo Ministério Público sob acusação de ter desviado água da rede de abastecimento da cidade para beneficiar sua fazenda.

Crítica:
 
Finalmente tomando uma atitude sustentável de coragem e respeito ao meio-ambiente, ontem a Associação Paulista de Supermercados ''prometeu'' que as sacolinhas plásticas serão banidas até 25/JAN/12, aniversário da cidade de SP.
 
Em uma das atitudes mais esdrúxulas e sem sentido da história corporativa, a empresa taiwanesa Foxconn, que fabrica o iPhone e o iPad da Apple, está exigindo que funcionários novos na China assinem um termo em que se comprometem a não responsabilizar a companhia caso cometam suicídio.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário