R.B. 25/ABR/11 ''Virar o jogo''


R.B.

"Virar o jogo"

 

São Paulo, 25 de abril de 2011 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, tentando recuperar mais uma parte das perdas ainda acumuladas no mês (-2,2%), influenciado pela melhora do ''humor'' externo e também ''comemorando'' a elevação de ''apenas'' 0,25% da Selic.

-    O DÓLAR pode voltar a cair, ampliando a desvalorização acumulada no mês (-3,7%) e no ano (-5,7%), já que o fluxo de recursos externos deve seguir crescendo principalmente diante do elevado patamar da taxa real de juros da economia brasileira (6,2%).

 

QUARTA-FEIRA

-    BOVESPA 1,4%, já abriu em alta e, seguindo a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, para voltar ao patamar dos 67.000pts (aos 67.058pts), impulsionada principalmente pelas ações da Vale (1,7%) e da Petro (2,2%).

-    DÓLAR -0,3% à R$ 1,57, já abriu em queda e, seguindo a melhora do ''humor'' na Bovespa, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, para fechar o dia no maior patamar desde 4/AGO/08, também influenciado pela expectativa de alta da Selic.

 

SEXTA-FEIRA

-    Na ÁSIA, com baixos volumes de negócios, já que era feriado na maior parte do mundo, JAPÃO -0,1%, CORÉIA -0,1% e CHINA -0,1%, realizando lucros recentes  e com destaques de queda para ações de empresas do setor de tecnologia.

 

QUINTA-FEIRA

-    Na EUROPA, nos maiores patamares em mais de 1 semana, INGLATERRA 0,1%, FRANÇA 0,4% e ALEMANHA 0,6%, com resultados de companhias européias, como a AkzoNobel (4,1%), e norte-americanas, como a Apple, ajudando a ofuscar preocupações macroeconômicas.

-    Nos EUA, fechando a primeira semana com saldo positivo após 2 semanas consecutivas de perdas, S&P 0,5%, DJ 0,4% e NASDAQ 0,6%, impulsionadas positivamente pela divulgação de bons resultados corporativos, como o da Apple (2,2%)  e o do Morgan Stanley (1,7%).


Economia:
 

Abaixo da maioria das ''apostas do mercado'', que estavam em 0,5%, o Copom, de forma não unânime, já que 2 diretores queriam 0,5%, decidiu elevar a taxa básica de juros em 0,25%, de 11,75% para 12%, o maior patamar desde MAR/09, ressaltando que a decisão foi tomada considerando o balanço de riscos para a inflação, o ritmo ainda incerto de moderação da atividade doméstica bem como a complexidade que envolve o ambiente internacional.

 

Com a ''moral'' de quem ''garantiu'' que o dólar não cairia abaixo de R$ 1,65, Mantega, o ''falastrão'' ministro da Fazenda, ''garantiu'' que não ocorrerá desabastecimento de gasolina nos postos brasileiros.

 

Diante do elevado patamar da taxa real de juros da economia brasileira, que após a reunião do Copom de quarta-feira passada atingiu 6,2% ao ano, até a ultima sexta-feira a entrada de dólares no Brasil em 2011 já tinha superado a saída em US$ 36,2bi, acima dos 24,3bi registrados em todo o ano de 2010.

 

Dando mais um sinal positivo da economia interna, segundo projeções da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas as vendas da Páscoa deste ano devem crescer 8% na comparação com o mesmo período de 2010.

 

Como fruto do aumento da renda do brasileiro e da redução dos preços causada pela queda do dólar frente ao real, o número de computadores no Brasil, que já triplicou desde 2005, subirá de 85 milhões neste ano para 98 milhões em 2012, o que representará praticamente 1 para cada 2 habitantes.

 

-    A Petrobrás subiu 2,2% e, após o fechamento do pregão, a revista Forbes anunciou que a empresa ganhou 10 posições no seu ranking e agora é a oitava maior empresa global.


Política:
 
Ainda liderando entre os brasileiros mais ricos das classes A e B, o PSDB já está já está atrás do PT na disputa pelos votos da chamada nova classe média, faixa que reúne as famílias com renda mensal entre 3 e 10 salários mínimos.
 
Descontente com os rumos do PV,  a ex-senadora Marina Silva pretende visitar, até MAI/11, membros de seu partido na Bahia, em Pernambuco, no Rio Grande do Sul e no Paraná com o objetivo de remover José Luiz Penna da presidência do PV.
 
Com discursos constantes em defesa de mudanças no sistema eleitoral e partidário, os ex-presidentes FHC e Lula foram convidados a dar contribuições práticas ao debate na Comissão de Reforma Política da Câmara.
 
Entrando em campo para ''virar o jogo'', Dilma, com o objetivo de agilizar o andamento das obras para a Copa de 2014, vai se reunir hoje com o ministro do Esporte, Orlando Silva, e com o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência, Wagner Bittencourt, para tentar fechar o modelo de concessão dos aeroportos, principal gargalo dos preparativos para os jogos.

Crítica:
 
Mostrando de onde vem a enorme competitividade dos produtos chineses, cobranças dos chefes por meio de humilhantes broncas públicas, longas horas extras, falta de privacidade e de lazer nos dormitórios e baixos salários são parte da rotina dos complexos da Foxconn em Shenzhen, na China, por onde circulam diariamente cerca de 400 mil funcionários distribuídos nas linhas de produção de iPhone, iPad e outros produtos eletrônicos.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário