R.B. 21/MAR/11 ''Gente grande''


R.B.

"Gente grande"

 

São Paulo, 21 de março de 2011 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve seguir em alta, com ''boas chances'' de fechar a semana superando os 68.000pts, ''animada'' com os discursos de Obama no Brasil e com a substancial redução dos ''problemas'' nas usinas nucleares do Japão.

-    O DÓLAR pode cair, novamente dando seqüência à sua trajetória rumo aos R$ 1,65, influenciado pelos mesmos motivos que devem levar à valorização da Bovespa, porem atento às sinalizações do BC, que continua ameaçando lançar um pacote cambial.

 

SEXTA-FEIRA

-    BOVESPA 1,0%, já abriu em alta e, acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, com bom volume de negócios (R$ 8,4bi) e também beneficiada pelos novos sinais internos de controle da inflação.

-    DÓLAR -0,9% à R$ 1,67, já abriu em queda e, mesmo com os leilões de compra do BC, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, seguindo a melhora do ''humor'' na Bovespa, o fluxo positivo de recursos externos e o recuo do risco-Brasil (-1,1%).

-    Na ÁSIA, JAPÃO 2,7%, ''aliviada'' pela decisão das maiores potências do mundo de realizar uma intervenção conjunta para rechaçar a indesejada valorização da moeda local (o iene), o que dá algum alívio ao país devastado pelo terremoto, CHINA 0,3%, no embalo dos demais mercados regionais, apesar da manutenção das preocupações com a possível adoção de medidas adicionais de aperto monetário e CORÉIA 1,1%, recuperando parte de perdas recentes, desta vez com destaques de alta para as siderúrgicas e as montadoras.

-    Na EUROPA, tentando uma recuperação, INGLATERRA 0,4%, FRANÇA 0,6% e ALEMANHA 0,1%, beneficiadas por (1) um anúncio de cessar-fogo pelo governo da Líbia, (2) uma intervenção do G-7 no mercado de câmbio para conter a apreciação do iene e (3) compras de bônus de Portugal pelo BC Europeu.

-    Nos EUA, fechando com um ''humor melhor'' uma semana marcada pela volatilidade, S&P 0,4%, DJ 0,7% e NASDAQ 0,3%, com destaques de alta para as ações de bancos, após o Fed (''BC'' local) anunciar que permitirá que alguns bancos recomecem seus programas de pagamento de dividendos.


Economia:
 

Após confirmar que a economia brasileira já é a sétima maior economia do mundo, Obama, presidente dos EUA, afirmou que o  Brasil tem mostrado ao mundo que é possível o capitalismo fluir bem ao lado da democracia social.

 

Fruto de uma visão mais convergente em torno da estratégia de combate à inflação sem, no entanto, sacrificar demais o crescimento, após quase 5 anos de embates freqüentes, os primeiros 3 meses do governo Dilma mostram um alinhamento maior entre o BC e o Ministério da Fazenda na gestão da política econômica.

 

Com os ''gringos apostando'' cada dia mais no Brasil (1) 14 dos 27 fundos destinados a investir exclusivamente no Brasil e registrados por bancos e gestores internacionais de recursos na SEC (''CVM'' dos EUA) foram lançados em 2010 e (2) o grupo chinês Chongqing Grain Group Corporation Limited Liability Company anunciou investimentos de R$ 4bi para construção de um polo industrial de esmagamento e refino de óleo de soja e de escoamento de produtos na Bahia.

 

Segundo Greg Priddy, um prestigiado analista de petróleo nos EUA, os efeitos do terremoto no Japão e da crise nuclear sobre o setor de energia devem elevar a demanda pela commodity e contribuir para manter alto o seu preço, ressaltando que no curto prazo as usinas térmicas movidas a óleo que estavam desativadas no Japão podem ser acionadas para compensar a paralisação de usinas nucleares.

 

Ressaltando a situação "instável" dos países produtores de petróleo, como a Líbia, a Venezuela, o Irã e o  Bahrein, Obama ''avisou'' que os EUA querem ajudar a explorar o pré-sal brasileiro e pretendem ser "um bom cliente" quando o Brasil decidir começar a vender o petróleo extraído das reservas.

 

Com a implantação de uma unidade produtora da Petrobras em Uberaba, o governo federal planeja alcançar, em 2014, autosuficiência na fabricação do gás amônia, base para o principal tipo de fertilizante utilizado na agricultura, a uréia.

 

Tratando o Brasil como ''gente grande'', Obama, presidente dos EUA, anunciou juntamente com Dilma a criação da Comissão Brasil-Estados Unidos para Relações Econômicas e Comerciais, que será um importante instrumento na solução de pendências bilaterais.

 

-    Dando mais um importante sinal de controle da inflação, a segunda prévia do IGP-M de MAR/11 ficou em 0,59%, ante uma variação de 0,88% na primeira prévia do mês.

 

-    A Lojas Americanas caiu -1,1%, mesmo após anunciar que em 2010 seu lucro líquido ficou em R$ 309,6mi, o que representa um incremento de 75,8% sobre o balanço de 2009.

-    A Petrobrás caiu -0,6%, porem, durante o final de semana, Obama ''avisou'' que quer ajudar a explorar e também comprar o petróleo brasileiro e a britânica BG ''avisou'' que tem uma avaliação mais otimista das reservas dos campos de Lula e Iracema.


Política:
 
Jogando muita ''merda no ventilador'', José Roberto Arruda, ex-governador do Distrito Federal, fez uma série de acusações graves contra políticos do DEM e de outros partidos, que teriam se beneficiado da estrutura de arrecadação ilegal montada em seu governo.
 
Da velocidade que imprimiu aos trabalhos às cortesias entre desafetos, não é de se estranhar que a Comissão de Reforma Política do Senado faz a pulga coçar bem detrás da orelha dos brasileiros que apóiam e lutam pelo aprimoramento da nossa democracia.
 
''99,9% dominada'', obviamente a cúpula do PMDB, apesar de não falar abertamente, está muito descontente com seu espaço no governo Dilma, porem seus dirigentes só não estão soltando o verbo pois isso equivaleria a deixar numa situação delicada o vice-presidente, o peemedebista Michel Temer.
 
-    Como não se interessa por eventos nos quais é só um entre vários, Lula não compareceu ao almoço oferecido a Obama no Itamaraty.

Crítica:
 
Até outro dia recebido com todas as honras na Europa, hoje Kadafi é o alvo principal das bombas que o exercito dos EUA, com o apoio da ONU, jogam contra a Líbia, que não ''por acaso'' é um dos paises que mais exportam petróleo no mundo.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário