R.B. 27/JAN/11 ''De braços abertos''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"De braços abertos"

São Paulo, 27 de janeiro de 2011 (QUINTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode subir, recuperando as perdas acumuladas em 2011 (-0,9%), influenciada positivamente pela recuperação das commodities e pelas seguidas confirmações e declarações referentes as boas perspectivas para o futuro e para o presente da economia brasileira.
- O DÓLAR deve cair, rumo aos R$ 1,65, retornando à sua ''trajetória natural'' diante da provável melhora do ''humor'' na Bovespa e da manutenção do fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e ''investimentos''.

ONTEM
- BOVESPA -1,0%, abriu ''de lado'', para na máxima avançar 0,2%, porem logo passou a cair e, ajustando ao recuo das commodities durante o feriado em SP, ficou descolada dos mercados europeus e norte-americanos durante todo o pregão, com investidores e analistas ainda preocupados com a inflação, que tem subido mais do que esperado.
- DÓLAR 0,0% à R$ 1,67, já abriu ''de lado'' e, pressionado de um lado pelo ''humor negativo'' na Bovespa e os leilões de compra do BC e do outro pelo forte recuo do risco-Brasil (-5,3%) e pelo fluxo positivo de recursos externos, manteve a trajetória indefinida ao longo de todo pregão.
- Na ÁSIA, JAPÃO -0,6%, com a valorização da moeda local (o iene) e os fracos resultados corporativos nos EUA deflagrando uma realização de lucros, CHINA 1,2%, iniciando uma recuperação após 2 dias de queda, diante da presença de investidores em busca de ofertas de ocasião nos setores de recursos naturais e bancário e CORÉIA 1,1%, com os investidores ''apostando'' que o otimismo e a liquidez global se estenderão para o mercado local.
- Na EUROPA, impulsionadas pelo sucesso da venda de 5bi de euros em bônus da Linha de Estabilidade Financeira Européia, INGLATERRA 0,9%, FRANÇA 0,7% e ALEMANHA 1,0%, com destaques de alta para as ações das mineradoras, com investidores observando o lado positivo dos dados sobre vendas de imóveis residenciais nos EUA.
- Nos EUA, sustentadas por dados positivos sobre as vendas de imóveis residenciais novos, que renovaram a confiança na recuperação da economia do país e reduziram a aversão ao risco, S&P 0,4% (no maior patamar em 29 meses), DJ 0,1% e NASDAQ 0,7%, também beneficiadas pela decisão do FED de manter a taxa de juros em torno de 0,25% ao ano, advertindo ainda para o ritmo insuficiente da recuperação econômica.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Repetindo o que já dizem os principais economistas do mundo no Fórum Econômico de Davos, William Rhodes, presidente do Citibank, afirmou que está otimista com a situação econômica do Brasil, que segundo ele ''sem dúvidas'' é um mercado com "excelentes possibilidades".

Considerados, ao lado dos chineses, os mais dispostos a contratar, segundo uma pesquisa feita entre os empresários que participam do Fórum Econômico de Davos os brasileiros estão no pódio do campeonato global de confiança em bons negócios para o futuro imediato (2011) e também para o futuro próximo (até 2014).

Iniciando seu ''pacote de maldades'' para a Vale, o governo Dilma, alem de já falar abertamente de aumento dos impostos e tributos para o setor de mineração, divulgou ontem que, como está preocupado com o avanço estrangeiro sobre as jazidas minerais nacionais, o novo marco regulatório da mineração terá diversos mecanismos de restrição de capital internacional na exploração dos recursos naturais brasileiros.

Surpreendendo positivamente até os mais otimistas, segundo o BC a taxa de inadimplência da pessoa física caiu para 5,7% em DEZ/10, atingindo com isto o menor patamar desde JUN/01, quando estava em 5,5%, mesmo com a elevação da taxa média de juros do crédito ao consumidor, que no mesmo período subiu para 40,6% ao ano, a maior desde MAI/10.

Finalmente tomando uma decisão, ontem, coincidentemente 1 mês após a saída de seu presidente, o Ibama liberou a licença de instalação da usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, que custará R$ 30bi e será a terceira maior do mundo.

Diante do aumento da renda e da queda do desemprego, (1) o Brasil terminou 2010 com 9,769 milhões de domicílios com TV por assinatura, o que representa um crescimento de 20,7% na comparação com o final de 2009 e (2) no ano passado a poupança da Caixa Econômica Federal registrou uma captação líquida de R$ 13,1bi, o que representou um recorde histórico para a instituição, superou em 21% o recorde anterior de 2008 (R$ 10,8bi) e elevou saldo da poupança para R$ 129bi, um crescimento de 115,6% em relação ao ano anterior.

''Engordando'' os lucros dos bancos e estimulando, e muito, o bom desempenho da economia brasileira no ano passado, segundo o BC em DEZ/10 a carteira de crédito total atingiu R$ 1,7tri, o que representa um crescimento de 20,5% sobre a cifra de DEZ/09.

Acima do esperado (0,70%), o que pode levar o BC a ''novas e mais duras'' medidas para conter a inflação, o IPCA-15 de JAN/11 ficou em 0,76%, ante 0,69% em DEZ/10, pressionado principalmente pelo aumento dos custos com transporte.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Cansada, finalmente, de estar ao lado e de apoiar os derrotados, a bancada do PSDB, mostrando que está caminhando para o lado de Aécio, isolou ainda mais Serra, o ex-governador de SP, ao (1) aprovar uma moção, subscrita por 54 deputados e suplentes, pela recondução do deputado eleito Sérgio Guerra à presidência do partido e (2) aclamar, de forma unânime, o paulista Duarte Nogueira, ligado ao governador Alckmin, para a liderança da bancada.

Acusado de receber ao menos R$ 228 mil por palestras e cursos ministrados em órgãos públicos fiscalizados pelo Tribunal de Contas da União, Benjamin Zymler, presidente do referido tribunal, disse aos seus colegas ministros, durante reunião fechada em seu gabinete, que cogitava deixar a presidência, porem foi demovido da idéia.

Após perder nas eleições passadas 9 de seus 52 deputados e 8 de seus 13 senadores, o DEM, temendo ficar menor que o PRONA, ameaçou fazer uma ''guerra jurídica'' se Kassab, o prefeito de SP que já é tratado como aliado de Dilma, confirmar sua pretensão de sair do partido para comandar o PMDB de SP.

Se preparando para receber Kassab ''de braços abertos'', o peemedebista Temer, vice-presidente da República, aguarda apenas o retorno do presidente interino do PMDB, Valdir Raupp, que está em férias, para definir o processo de dissolução do Diretório Estadual em SP e a nomeação de uma comissão provisória do partido no Estado.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Cansados dos desmandos e da incompetência do ditador Hosni Mubarak que, com o apoio e respaldo da comunidade internacional, governa o Egito a 30 anos, milhares de manifestantes saíram às ruas do país para protestar contra a crescente miséria do país que já foi o berço da civilização.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Um comentário: