R.B. 18/NOV/10 ''Gente inocente''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Gente inocente"

São Paulo, 18 de novembro de 2010 (QUINTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve voltar a subir, tentando recuperar o patamar dos 70.000pts, com a melhora do ''humor'' externo diante dos sinais de que a Irlanda aceitará a ajuda do BC Europeu, e com os sinais de que a economia brasileira segue crescendo de forma sustentável.
- O DÓLAR pode voltar a cair, rumo aos R$ 1,70, seguindo a provável melhora do ''humor'' na Bovespa, a tendência internacional da moeda norte-americana e o crescente fluxo positivo de recursos externos.

ONTEM
- BOVESPA 0,7%, já abriu em alta e, sustentando o ''suporte'' dos 69.000pts, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo dia, mesmo com a manutenção da instabilidade nas bolsas de NY, em um movimento de ''caça de barganhas'' após uma seqüência de 5 pregões consecutivos de baixa.
- DÓLAR -0,8% à R$ 1,72, já abriu em queda e, seguindo a melhora do ''humor'' na Bovespa, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, também influenciado pelo recuo do risco-Brasil (-3,9%).
- Na ÁSIA, em mais um dia de perdas, JAPÃO -0,2%, CORÉIA -0,1% e CHINA -1,9%, ainda prejudicadas pelas preocupações de que a China eleve juros e de que a Irlanda avance na negociação de suas dívidas com as demais autoridades européias.
- Na EUROPA, tentando iniciar um movimento de recuperação de perdas recentes, INGLATERRA 0,2%, FRANÇA 0,8% e ALEMANHA 0,5%, com as empresas do setor farmacêuticos beneficiadas pelo salto nas ações da Actelion, diante de notícias sobre um interesse de compra por parte da Amgen, e com as mineradoras também avançando depois que preocupações com a oferta valorizaram os preços dos metais.
- Nos EUA, sem uma tendência única e também sem conseguir recuperar ''quase nada'' das recentes perdas, S&P 0,1%, DJ -0,1% e NASDAQ 0,2%, principalmente diante da fraqueza dos bancos por temores com a regulação do Fed (''BC'' local) para o setor.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Ontem, ''comemorando'' as 4 altas consecutivas do dólar, Mantega, ministro da Fazenda, voltou a afirmar que as medidas que o governo adotou para conter a valorização excessiva do real estão fazendo efeito e ''garantiu'' que não vê a necessidade de novas alterações no câmbio ''no momento''.

Dando mais um sinal do amadurecimento do mercado de capitais brasileiro, segundo um estudo recente 49% das empresas brasileiras de médio porte, que são aquelas com faturamento entre R$ 101 e R$ 400 milhões, tem interesse de usar fundos de private equity e venture capital para financiar seu crescimento, para profissionalização da sua gestão e para a melhora de suas práticas de governança.

Durante seu discurso de posse como novo presidente da Confederação Nacional da Indústria, Robson Braga Andrade afirmou que a questão cambial é um dos fatores mais preocupantes para a competitividade da indústria e, apesar de elogiar as medidas que o governo adotou recentemente, apresentou propostas como a quarentena para a entrada de investimentos estrangeiros e a tributação de imposto de renda sobre essas aplicações de não residentes.

Esperando, por conta do Natal, um forte aumento na demanda por crédito nos últimos meses do ano, os bancos brasileiros elevaram a taxa média de juros do cheque especial, de 9,11% ao mês em OUT/10 para 9,12% ao mês em NOV/10.

Como fruto de um esforço do governo Feder\l de levar mais investimentos e desenvolvimento para as regiões mais carentes do Brasil, segundo o IBGE a região Sudeste perdeu 0,4% de participação no PIB do país em 2008, na comparação com 2007.

Confirmando o bom momento da economia brasileira, diante do aumento da renda e da queda do desemprego, (1) em OUT/10 o volume de cheques sem fundo no país recuou -3,51% na comparação com OUT/10 e -28,8% na comparação com OUT/09, (2) em SET/10, após meses de relativa estabilidade, a atividade econômica subiu 0,69% ante agosto, o que representa o melhor resultado desde MAR/10 e (3) segundo Otacílio Cartaxo, secretário da Receita Federal, a arrecadação federal de OUT/10 foi recorde para o mês, assim como tem ocorrido ao longo do ano.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Tentando ''acalmar os ânimos'' dos peemedebistas, Dilma ''avisou'' para Temer, seu vice, que até o dia 15/DEZ/10 todo o ministério será anunciado, ressaltando que o anúncio começará pela equipe econômica.

Posando, ao menos por enquanto, de ''bom companheiro'', Temer negou para a presidente Dilma que o megabloco do PMDB anunciado ontem na Câmara seja para pressionar por espaços por ministérios, ''garantindo'' que todos os partidos desse bloco trabalharão a favor do governo dela.

Mostrando até onde o governo pode chegar, o senador Gim Argello, relator do Orçamento no Congresso, admitiu ontem que existe margem para aumentar para R$ 570 o salário mínimo, apesar de a posição oficial ser fixar o salário para o ano que vem em R$ 540.

Como quem pede a ''benção'' para o chefe, Dilma, assim como fez Lula em 2002, irá, antes de tomar posse, se encontrar com Obama na Casa Branca, em Washington, em data ainda a se definir.

Indicando que Palocci deve ir para a Casa Civil, ontem Dilma convidou Mantega a permanecer no Ministério da Fazenda em seu futuro governo e está cada dia mais convencia a convidar Meirelles a permanecer no BC.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Silvio Santos saiu ''do nada'' e, com ''mão de ferro'', muito trabalho, empenho e dedicação, criou um império empresarial que agora está ameaçado por uma fraude contábil em seu banco que o ''patrão'' insiste em dizer, convencendo muita ''gente inocente'', de que não sabia de nada.

Fazendo algumas pessoas acreditarem que o crime compensa, segundo um levantamento do Conselho Nacional do Ministério Público divulgado ontem, as polícias civis acumulam pelo menos 60 mil inquéritos sobre homicídios abertos até dezembro de 2007 e, até o momento, não concluídos.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
-------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário