R.B. 17/NOV/10 ''Lutar até a morte''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Lutar até a morte"

São Paulo, 17 de novembro de 2010 (QUARTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode subir, tentando uma recuperação após as fortes perdas dos últimos dias, que reduziram o ganho acumulado no ano para 0,9%, acompanhando a leve melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais.
- O DÓLAR pode cair. retornando à sua ''trajetória natural'' após fechar no maior patamar desde SET/10, seguindo a tendência internacional da moeda norte-americana e o crescente fluxo positivo de recursos externos.

ONTEM
- BOVESPA -1,7%, já abriu em queda e, acompanhando o ''humor negativo'' das demais bolsas mundiais, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, também influenciada pelo recuo dos preços das commodities, pelos ''temores'' de aumento dos juros na China e pelos ''problemas'' nas contas publicas de Irlanda, Grécia e Portugal.
- DÓLAR 0,9% à R$ 1,74, já abriu em alta e, seguindo o ''humor negativo'' na Bovespa, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, também pressionado pelos leilões de compra do BC e pela elevação do risco-Brasil (8,4%).
- Na ÁSIA, iniciando o dia negativo que ''contagiou'' o mundo, JAPÃO -0,3%, apesar das ações de companhias exportadoras subirem com a queda da moeda local (iene) frete ao dólar, CHINA -5,2%, a maior queda diária em 14 meses, pressionada por investidores de varejo assustados por rumores de que mais medidas agressivas de controle da inflação e CORÉIA -0,8%, pressionada pelas ações da Hyundai Engineering & Construction (-14,9%), depois da notícia de que uma oferta de um consórcio liderado pelo Hyundai Group foi indicado como favorita para ficar com uma participação de mais de US$ 2,5bi na maior construtora do país.
- Na EUROPA, com as maiores quedas diárias desde o início de JUL/10, INGLATERRA -2,4%, FRANÇA -2,6% e ALEMANHA -1,9%, pressionadas principalmente por ações dos setores financeiro e de mineração, como Anglo American (-4,9%), Antofagasta (-5,5%), Lloyds (-4,7%), ThyssenKrupp (-2,8%) e Société Générale (-4,5%).
- Nos EUA, passando a acumular baixa em NOV/10, S&P -1,6%, DJ -1,6% e NASDAQ -1,7%, também pressionadas por receios com a possibilidade de um aumento nas taxas de juro da China, medida que poderia desacelerar o crescimento econômico do país asiático e consequentemente do mundo todo.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Na sua primeira declaração após passar a semana passada em Seul no encontro do G-20, Mantega, ministro da Fazenda, afirmou que a alta acumulada de 2,6% do dólar na semana passada é um sinal de que as medidas adotadas pelo governo para evitar a apreciação do real estão surtindo efeito.

Mostrando que ''o Brasil nada de braçadas'' enquanto o mundo inteiro sofre, ontem o governo federal elevou sua projeção oficial para o crescimento econômico deste ano, desta vez de 6,5% para 7,5%.

Diante da alta dos últimos índices de inflação divulgados, o ''mercado'' elevou, de 5,31% para 5,48%, suas ''apostas'' para o IPCA deste ano, mantendo em 7,6% suas previsões para o crescimento do PIB no mesmo período.

Dando mais um sinal positivo da economia interna, segundo a Associação Brasileira de Shopping Centers, no Natal deste ano as vendas do setor devem crescer 15% na comparação com o mesmo período de 2009 e serão geradas cerca de 175 mil vagas temporárias.

Como, devido a queda do dólar e ao bom momento da economia brasileira, as importações crescem em um ritmo maior que as exportações, até o final da semana passada a balança comercial brasileira acumulava um superávit de US$ 15,9bi, patamar quase 30% abaixo do verificado no mesmo período de 2009.

- A Petrobrás caiu -1,9% e, após o fechamento do pregão, anunciou que comprovou a presença de óleo leve em um poço da bacia de Santos.
- O Banco do Brasil subiu 0,1%, após anunciar um lucro líquido de R$ 2,6bi no terceiro trimestre deste ano, número 33% acima do resultado de um ano antes.
- A TAM subiu 0,4%, após reportar que no terceiro trimestre deste ano seu lucro liquido foi 224% maior que no mesmo período em 2009.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Mostrando que Dilma, mesmo antes do inicio do seu governo, terá mais facilidade na negociação com o legislativo de que Lula, ontem a Comissão Mista de Orçamento aprovou o relatório preliminar do projeto de lei orçamentária da União para 2011 que fixou as despesas com base em um salário mínimo de R$ 540.

Como, inclusive orientada por Lula, quer um governo com ''a sua cara'', Dilma vetou qualquer acordo entre seus aliados para a manutenção de ministérios e já ''avisou'' que quer liberdade para nomear pessoas de sua confiança e que Temer deve atuar como seu vice e não em nome dos interesses do partido que comanda, o PMDB.

Mostrando uma ''imensa agilidade'', obviamente para legislar em causa própria, ontem os líderes partidários da Câmara defenderam a votação de um projeto de lei de reajuste de seus salários e também do da presidente eleita Dilma.

Com o objetivo de enfraquecer o PT, que na próxima legislatura será o maior partido da Câmara, o PMDB se juntou a PR, PP, PTB e PSC para a formação de um bloco partidário de atuação conjunta a partir de 2011.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Para mostrar que está disposto a ''lutar até a morte'' caso os EUA decidam invadir o país, ontem o Irã iniciou o que diz ser o maior exercício de defesa antiaérea de sua história, que durará 5 dias, se concentrará perto de instalações nucleares e incluirá o uso de mísseis de longo alcance.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário