R.B. 2/SET/10 ''Para o Brasil se tornar um país sério''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Para o Brasil se tornar um país sério"

São Paulo, 2 de setembro de 2010 (QUINTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode voltar a subir, dando seqüência a recuperação das perdas do ano, desta vez ''animada'' com a decisão do Copom de interromper o ciclo de alta da Selic que, agora em 10,75%, pode começar a cair no ano que vem, e também com o fim da ''novela da Petrobrás'', já que o governo anunciou que será de US$ 8,51 o preço do barril do petróleo que será usado no seu processo de capitalização.
- O DÓLAR deve cair, dando seqüência a sua ''trajetória natural'' após ''finalmente'' fechar o dia abaixo dos R$ 1,75, já que, mesmo com a manutenção da Selic em 10,75%, o Brasil continua com a maior taxa real de juros do planeta (cerca de 5,6%) e crescendo de forma sustentável.

ONTEM
- BOVESPA 2,9%, já abriu em alta e, com ótimo volume de negócios (R$ 7,5bi), manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, seguindo a melhora do ''humor'' nas bolsas de NY e impulsionada principalmente pelas perspectivas cada dia mais positivas para a economia brasileira.
- DÓLAR -0,6% à R$ 1,74, já abriu em queda e, acompanhando a melhora do ''humor'' na Bovespa, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão para, mesmo com os leilões de compra do BC, fechar no menor patamar desde 3/MAI/10 e finalmente abaixo dos R$ 1,75.
- Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO 1,2%, com destaques de alta para as exportadoras, como Olympus (3,1%) e Canon (1,3%), ''animadas'' por uma promessa do candidato a presidente do PDJ, Ichiro Ozawa, de que vai intervir nos mercados de câmbio se for eleito líder do partido, CHINA -0,6%, divididas entre o declínio nas ações de imobiliárias, que pesaram mais do que os ganhos no setor bancário e CORÉIA 1,3%, com destaques positivos para as montadoras Kia Motors (3,6%) e Hyundai Motor (1,8%).
- Na EUROPA, recuperando perdas recentes, INGLATERRA 2,7%, FRANÇA 3,8% e ALEMANHA 2,7%, impulsionadas pela divulgação de indicadores ''animadores'' de atividade industrial na China e nos EUA, que alimentaram as esperanças de uma recuperação mais forte na economia global.
- Nos EUA, em um movimento de ''caça de barganhas'', já que AGO/10 apresentou o pior resultado para este mês nos últimos 9 anos, S&P 2,9%, DJ 2,5% e NASDAQ 3,0%, tranqüilizadas por um indicador positivo da industria local, que apaziguou os temores sobre uma nova recaída da economia.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Conforme esperado por cerca de 80% do ''mercado'', ontem o Copom, acreditando que a inflação está ''perdendo forças'', decidiu que, após 3 altas consecutivas, a taxa básica de juros da economia brasileira ficará em 10,75% ao ano, seguindo assim no maior patamar desde MAR/09 e mantendo o Brasil na liderança mundial dos juros reais (5,6%) das 40 maiores economias do mundo, superando ''de longe'' o segundo e o terceiro colocados, respectivamente a África do Sul (2,2%) e a Rússia (2,1%).

Mostrando otimismo, Luciano Coutinho, presidente do BNDES, afirmou ontem que os investimentos mapeados pelo banco junto a empresas para o período de 2010 até 2013 já vislumbram uma taxa de expansão dos investimentos na economia no País da ordem de pelo menos 10% ao ano nos próximos anos.

Dando novos sinais positivos da economia interna, em AGO/10 (1) as vendas a prazo na capital paulista tiveram alta de 10,3% na comparação com AGO/09, (2) batendo mais recorde histórico para o período, as vendas de veículos novos no país apresentaram expansão de 21,2% no confronto com o mesmo intervalo no ano passado, (3) as exportações de minério de ferro do Brasil aumentaram 16,6% na comparação com JUL/10 e 27,9% na comparação com AGO/09 e (4) as vendas à vista em SP cresceram 6,9% na comparação com o AGO/09.

Diante da manutenção da Selic em 10,75% ao ano e da perspectiva de que esse patamar permaneça até pelo menos o fim de 2010, os investimentos em renda fixa, como Tesouro Direto, fundos de renda fixa e CDBs, ganham ainda mais atratividade, já que, como sua remuneração é totalmente atrelada à taxa básica de juros, sua rentabilidade liquida será de cerca de 6,25% ao ano.

- Indicando que a inflação está controlada, o IPC de AGO/10 ficou em 0,17%, a mesma variação de JUL/10 e abaixo da média das ''apostas do mercado'' (0,24%).

Apresentando uma ligeira melhora, em AGO/10 a balança comercial brasileira acumulou um superávit de US$ 2,4bi, resultado que, em termos de média diária, representa um avanço de 79,8% em relação ao registrado em JUL/10 e uma queda de -23,7% ante mesmo mês do ano passado.

- A Petrobrás subiu 3,7% e, após o fechamento do pregão, o governo finalmente informou que será de US$ 8,51 o preço médio do barril do petróleo que será usado no seu processo de capitalização, cuja data ficou mantida em 30/SET/10.
--------------------------------------------------------------------------------

Política:

Com o objetivo de ''blindar'' Dilma da violação do sigilo fiscal da filha de Serra, a campanha petista tem evitado o tema e tratado ele de forma superficial, porem a avaliação oficial é que, apesar de todo escândalo dos tucanos, o impacto será restrito.

Atacando Serra, já que acredita que é dele que pode tirar votos, Marina, presidenciável do PV, criticou o uso de uma favela cenográfica no horário eleitoral do tucano, ressaltando as condições precárias de vida que presenciou em visita a favela Mata Virgem em SP, e defendeu que o eleitor leve 2 mulheres para o segundo turno das eleições.

Provavelmente perdendo tempo e votos, Serra agora quer explorar a quebra do sigilo fiscal de sua filha, repetindo o episodio diversas vezes em seu horário eleitoral e, já se mostrando um péssimo perdedor, entrando com uma representação do TSE para pedir a cassação do registro da candidatura de Dilma.

Livrando o Brasil de mais um ''ficha suja'', com base na Lei da Ficha Limpa ontem o Tribunal Superior Eleitoral barrou a candidatura do peemedebista Jader Barbalho, do Pará, ao Senado, por ter renunciado ao cargo de senador, em 2001, para escapar de processo de cassação de mandato e perda dos direitos políticos.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Dando um ''conselho'' que só poderia ser dado na Rússia, Alexei Kudrin, ministro russo das Finanças, sugeriu ontem que os cidadãos russos devem consumir mais vodca e cigarro, produtos altamente taxados, para ajudar a encher os cofres públicos e assim resolver os problemas sociais no país.

''Para o Brasil se tornar um país sério'', para começo de conversa político não deveria ter sigilo fiscal e bancário, suas contas deveriam ser abertas e acessadas livremente por toda população, seus filhos deveriam estudar em escola publica e em caso de doença nossos ''nobres representantes'' e suas famílias deveriam usar hospital publico.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário