R.B. 21/SET/10 ''Após 9 dias no Xilindró''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Após 9 dias no Xilindró"

São Paulo, 21 de setembro de 2010 (TERÇA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode voltar a subir, dando seqüência a recuperação das perdas do ano, aliviada com a aproximação do fim da ''novela da Petrobrás'', cujas reservas para a oferta publica terminam amanhã, e impulsionada pela a melhora do cenário externo.
- O DÓLAR deve seguir em alta, pressionado pelo anuncio de que o Fundo Soberano do Brasil poderá adquirir moeda estrangeira, porem deve-se ressaltar que a tendência ainda é de queda, diante do forte e crescente fluxo de recursos externos.

ONTEM
- BOVESPA 1,6%, já abriu em alta e, com bom volume de negócios (R$ 9,1bi), manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, acompanhando a melhora do ''humor'' nas bolsas de NY e impulsionada pela valorização das ações da Petrobrás (%), para fechar no maior patamar desde 5/AGO/10.
- DÓLAR 0,5% à R$ 1,73, abriu em queda, para na mínima atingir R$ 1,71, porem logo passou a subir, pressionado pelos leilões de compra do BC e pelas discussões do mercado sobre quais devem ser os próximos passos do governo para atuar no mercado de moeda.
- Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO não abriu devido a feriado local, CHINA -0,4%, ainda prejudicada pelos ''temores'' de que o governo irá limitar os empréstimos no setor bancário e CORÉIA 0,3%, na maior pontuação em 2 anos, influenciada pelas fortes compras por parte de investidores estrangeiros e pela redução das preocupações sobre a economia mundial.
- Na EUROPA, ''aliviadas'' com a redução dos receios sobre a crise da dívida soberana da zona do euro, INGLATERRA 1,7%, FRANÇA 1,8% e ALEMANHA 1,4%, com destaques de alta para papéis do setor de mineração, como BHP Billiton (2,1%), Kali & Salz Beteiligungs (4,7%), Anglo American (1,2%) e Rio Tinto (1,3%), e do setor financeiro, como Barclays (2,9%), Deutsche Bank (1,5%) e Credit Agricole (3,7%).
- Nos EUA, nos maiores patamares dos últimos 4 meses e com o S&P finalmente superando a marca técnica dos 1.130pts, S&P 1,5%, DJ 1,4% e NASDAQ 1,7%, impulsionadas por uma leva de notícias positivas de empresas e pela afirmação do Birô Nacional de Pesquisa Econômica de que a recessão do país, iniciada em DEZ/07, terminou em JUN/09.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Confirmando mais uma vez a atratividade da economia brasileira, segundo um levantamento da consultoria britânica Dealogic, de JAN/10 até SET/10 o volume de fusões e aquisições tendo como alvo empresas brasileiras atingiu US$ 76bi e foi o segundo maior entre os mercados emergentes, ficando atrás apenas da China, que registrou US$ 134bi no mesmo período.

Dando novos sinais positivos da economia interna, (1) nos 6 primeiros meses deste ano o consumo de gás de cozinha no país foi 4% maior que no mesmo período de 2009 e (2) em AGO/10 a inadimplência com cheques sem fundos atingiu 1,62%, o que representa o menor patamar desde FEV/05.

Cada dia mais otimista com o desempenho da economia brasileira, o ''mercado'' elevou, de 7,42% para 7,47%, suas ''apostas'' para o crescimento do PIB em 2010 e, de 4,97% para 5,01, suas ''apostas'' para o IPCA deste ano.

Como, diante da ''força'' do mercado interno, as exportações tem crescido menos que as importações, até a semana passada a balança comercial brasileira acumulava um superávit de ''apenas'' US$ 12,5bi, cifra 41% inferior ao desempenho no mesmo período de 2009.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

''Após 9 dias no Xilindró'', Pedro Paulo Dias, governador do Amapá e candidato à reeleição, acusado de desvio de recursos em diversos órgãos estaduais, saiu da cadeia diretamente para o governo do Estado e responderá ao processo em liberdade.

Fazendo o que pode para prejudicar o PMDB, porem tomando cuidado para não ''incomodar'' muito Lula, ontem Ciro Gomes deu uma declaração de apoio ao tucano Antonio Anastasia, candidato ao governo de MG, reforçando o voto livre, sem interferências externas na campanha mineira.

Defendendo a construção de usinas nucleares no Nordeste, Serra criticou a ausência de Dilma no debate realizado pelo SBT, prometeu décimo terceiro salário para todos os beneficiários do Bolsa Família e salário mínimo de R$ 600,00 em 2011, já Plínio, candidato do PSOL, acusou Marina, do PV, de ter abandonado dom Luiz Flávio Cappio, que fez greve de fome em 2007, quando ela ainda era ministra, contra a transposição do Rio São Francisco.

Acreditando, de verdade e cada dia mais, que pode ir ao segundo turno das eleições para o governo de SP, o petista Mercadante, em resposta aos ataques da campanha do PSDB, subiu o tom das críticas ao adversário tucano, exibindo promessas feitas por Alckmin em eleições passadas e afirmando que ele não as cumpriu.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Causando criticas dos ‘’eco-chatos’’ e representando uma esperança para as futuras gerações, a agência regulamentadora de remédios e alimentos dos EUA vai decidir, nos próximos dias, se aprova ou não a venda de salmão transgênico no mercado, o que seria o primeiro animal geneticamente modificado cuja carne seria consumida em larga escala por humanos.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário