R.B. 14/SET/10 ''Os hemanos devem torcer pelo sucesso do Brasil''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Os hemanos devem torcer pelo sucesso do Brasil"

São Paulo, 14 de setembro de 2010 (TERÇA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve seguir em alta, rumo aos 70.000pts, provavelmente com destaque positivo para as ações da Petrobrás, já que hoje é o ultimo dia para comprar ações e participar com um percentual maior na capitalização da empresa.
- O DÓLAR pode seguir em queda, para fechar em baixa pelo décimo pregão consecutivo, ainda diante da expectativa de uma ''enxurrada'' de recursos externos destinados ao pagamento da capitalização da Petrobrás.

ONTEM
- BOVESPA 1,8%, já abriu em alta e, desta vez com bom volume de negócios (R$ 6,3bi), manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, para fechar em território positivo pelo terceiro dia consecutivo, acompanhando o desempenho das demais bolsas mundiais e ''animada'' com a divulgação de números ''robustos'' da economia chinesa.
- DÓLAR -0,2% à R$ 1,71, já abriu em queda e, acompanhando o ''humor positivo'' da Bovespa e das demais bolsas mundiais, manteve-se em território negativo ao longo de todo pregão, para fechar no menor patamar do ano, apesar dos 2 leilões de compra do BC.
- Na ÁSIA, dando seqüência ao fechamento positivo das bolsas de NY na sexta-feira, JAPÃO 0,9%, liderada pelas ações de empresas petrolíferas, ante a elevação dos preços da commodity, CHINA 0,9%, após o governo informar que a produção industrial do país cresceu 13,9% em AGO/10, ante estimavas 13% e CORÉIA 0,9%, no maior patamar desde 5/JUN/08, impulsionada pelos fortes fluxos estrangeiros.
- Na EUROPA, reagindo positivamente ao acordo global sobre as novas exigências de capital para bancos e a dados econômicos da China, INGLATERRA 1,1%, FRANÇA 1,1% e ALEMANHA 0,7%, com destaques de alta para ações de bancos, como Lloyds (2,6%), HSBC (2,5%), Commerzbank (2,4%), Deutsche Bank (1,7%), Société Générale (4,3%) e BNP Paribas (2,1%).
- Nos EUA, nos maiores patamares das ultimas 5 semanas e com o S&P acima da média móvel de 200 dias pela primeira vez desde o início de AGO/10, S&P 1,1%, DJ 0,8% e NASDAQ 1,9%, também reagindo positivamente aos fortes números da indústria chinesa e as novas regras de capital para o setor bancário.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Mostrando que ''os hemanos devem torcer pelo sucesso do Brasil'', segundo a agência de classificação de risco Moody's o atual nível de crescimento da economia brasileira pode ajudar os demais países da América Latina, inclusive na elevação de suas ''notas''.

Após defender a atuação do BNDES, ressaltando que países com bancos públicos tem uma vantagem estrutural, Fernando Puga, chefe do Departamento de Acompanhamento Econômico da instituição, afirmou que os investimentos no País de 2010 a 2013 devem acumular um total de R$ 2,9 trilhões, valor próximo ao tamanho do PIB brasileiro.

Melhor do que o esperado, o ''mercado'' elevou, de 7,34% para 7,42%, suas ''apostas'' para o PIB de 2010 e reduziu, de 5,07% para 4,97%, suas projeções para o IPCA deste ano, se aproximando cada dia mais do centro da meta do BC (4,5%).

Dando novos sinais positivos da economia brasileira, (1) em AGO/10 o número de consultas feitas pelo varejo aos serviços de proteção ao crédito aumentou 10,5% na comparação com AGO/09 e (2) em SET/10 o Índice de Confiança do Consumidor de SP ficou 10,3% acima do patamar registrado em SET/09.

Confirmando que a inflação está controlada e indicando que o Copom pode começar a pensar em reduzir a Selic no começo de 2011, em AGO/10 o índice de preços para a faixa da população de menor renda apresentou deflação de -0,44%, ante uma queda de -0,56% em JUL/10, acumulando com isto uma alta de apenas 3,75% nos últimos 12 meses.

Depois de registrar um superávit de US$ 159mi na semana passada, a balança comercial brasileira acumulava no ano um saldo positivo de US$ 11,9bi, patamar -42,1% menor do que o registrado em mesmo período de 2009, apesar do aumento de 35,5% na corrente de comércio ante ano passado.

Mesmo com a valorização do real frente ao dólar, que tradicionalmente causa ''choradeira'' dos exportadores, em AGO/10, com o Brasil mostrando mais uma vez qual sua ''vocação'', as exportações do agronegócio brasileiro atingiram US$ 7,3bi, o que representa um crescimento de 23,3% na comparação com AGO/10, e com isto registraram o melhor resultado da história para o mês.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Em 2 das maiores viradas destas eleições, que até agora no geral são ''monótonas e previsíveis'', (1) no Distrito Federal o petista Agnelo Queiroz agora tem 42% das intenções de voto, ampliando com isto sua vantagem em relação a Joaquim Roriz, que ''sofrendo'' com a possibilidade de impugnação de sua candidatura caiu para 30% e (2) em MG, com o apoio de Aécio, Anastasia, candidato do PSDB, agora tem 41% das intenções de voto, ultrapassando Hélio Costa, do PMDB, que está com 32%.

Como ''a vingança é um prato que se come frio'', Lula, rebatendo o democrata Bornhausen que em 2005, no auge da crise do mensalão, garantiu que iria ''acabar com a raça de petistas'', afirmou em um comício em Joinville que o "DEM precisa ser extirpado" da política brasileira.

Sem nenhum discurso ou proposta, Serra, candidato do PSDB à Presidência, afirmou que acredita no surgimento de novos focos de corrupção no governo federal, desde que o Ministério Público passe a investigar as denúncias de tráfico de influência no ministério da Casa Civil.

Podendo causar a derrota de mais um ''tucano emplumado'', segundo a ultima pesquisa divulgada para o Senado no Amazonas, o ex-governador Eduardo Braga, do PMDB, tem 80%, Vanessa Grazziotin, do PCdoB, tem 39% das intenções de voto, já Arthur Virgílio, do PSDB, caiu para terceiro e tem 34%.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Ao invés de desestabilizar a campanha de Dilma, que segue ''firme e forte'', as ''denuncias requentadas'' pela Veja e pelos tucanos tem causado raiva e rancor apenas de Lula que, cada dia mais engajado na campanha de sua ''pupila'', não deixa de participar de nenhum comício e está respondendo pessoalmente aos ataques.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário