R.B. 6/JUL/10 ''Lula negocia até com o Capeta''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Lula negocia até com o Capeta"

El Colorado, 6 de julho de 2010 (TERÇA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode subir, tentando recuperar sua trajetória de alta após o pregão esvaziado do dia anterior, seguindo a provável melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais e principalmente as perspectivas positivas para a economia brasileira.
- O DÓLAR deve cair, retomando sua ''trajetória natural'' rumo aos R$ 1,75, seguindo o ''crescente e constante'' fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e principalmente ''investimentos'' na economia brasileira que, alem de ser uma das mais promissoras do mundo, é a que tem o juros real mais elevado do ''universo'' (cerca de 5,2%).

ONTEM
- BOVESPA -0,9%, abriu ''de lado'', para na máxima avançar 0,4%, porem, com a ausência de expediente na matriz (NY), logo passou a cair e manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, com baixo volume de negócios (R$ 2,5bi) e sem nenhuma noticia ou indicador relevante.
- DÓLAR 0,1% à R$ 1,78, abriu em queda, para na mínima atingir R$ 1,76, porem, também com baixo volume de negócios, passou a subir no final do pregão, seguindo o ''humor negativo'' na Bovespa.
- Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO 0,7%, em um pregão com volume de negócios muito reduzido e sustentado por ações de empresas de crédito ao consumidor, diante de ''rumores'' de que a Prefeitura de Osaka pode propor um relaxamento das restritivas leis de empréstimo, CHINA -0,8%, no menor patamar em 15 meses, influenciada pelos ''temores'' de excesso de liquidez, em virtude da oferta pública inicial do Agricultural Bank of China e CORÉIA 0,2%, diante das ''apostas'' de que a previsão de lucros para o segundo trimestre da Samsung Electronics, a ser divulgada na quarta-feira, venha com alta recorde e acima do consenso do mercado.
- Na EUROPA, com baixo volume de negócios devido ao feriado em NY, INGLATERRA -0,3%, FRANÇA -0,5% e ALEMANHA -0,3%, com destaques de queda para empresa dos setor de mineração, diante do aumento das preocupações com o estado das economias mundiais e dos temores de que uma recessão de "mergulho duplo" poderá ressurgir.
- Nos EUA, S&P, DJ e NASDAQ ficaram fechadas devido a feriado local.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Dando mais um importante sinal positivo da economia interna, segundo uma pesquisa da CNI os brasileiros estão otimistas em relação à queda da inflação, à expansão da renda pessoal, à melhoria da situação financeira e à redução do endividamento, já que em JUN/10 o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor subiu 4,1% na comparação com o mesmo mês do ano, 0,1% na comparação com o mês anterior e estava 5,6% acima da média histórica.

Mostrando que, apesar das recentes elevações da Selic, os empresários brasileiros, ''apostando' no Brasil, estão investindo cada dia mais em seus negócios, segundo uma sondagem da FGV a ampliação da capacidade produtiva é o principal motivador de investimentos neste ano, apontado por 40% das empresas consultadas, atingindo com isto o segundo maior patamar desde que a série foi iniciada, em 1998.

Como fruto do aumento da renda, principalmente nas camadas menos abastadas da sociedade, segundo uma pesquisa internacional 2/5 dos brasileiros afirmaram ter aumentado seus gastos com comida e bebida nos últimos 6 meses enquanto 33% dizem pesar mais agora do que há um ano, patamares só superados pelos chineses.

Com o Brasil se destacando e investindo naquilo que faz de melhor, segundo Wagner Rossi, ministro da Agricultura, diante da boa situação econômica dos produtores de grãos e do apoio governamental, este ano o país provavelmente terá uma nova safra o recorde, atingindo a produção de 146,92 milhões de toneladas.

Novamente pressionando o Copom a elevar a Selic na próxima reunião, o ''mercado'' elevou, de 7,13% para 7,20%, suas ''apostas'' para o crescimento da economia este ano e manteve sua previsão para o IPCA de 2010 em 5,55%, patamar acima da meta oficial de 4,5%.

- Diante da queda nos preços dos alimentos e de uma menor alta nos custos de Saúde, em JUN/10 o IPC registrou variação positiva de 0,04%, após a alta de 0,22% em MAI/10.

- A Marfrig caiu -1,1% e a Friboi caiu -2,4%, porem, Otávio Cançado, diretor-executivo da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes, afirmou que os frigoríficos brasileiros deverão retomar os negócios de exportação de carne industrializada para os EUA até a próxima semana.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Fazendo uma ''promessa'' que deve atrair, e muito, a simpatia do ''mercado'', Dilma afirmou que a estrutura de impostos do país é "caótica" e que pretende realizar uma reforma tributária que inclua isenção total dos impostos sobre os investimentos.

Confirmando mais uma vez que, em busca de seus interesses, ''Lula negocia até com o Capeta'', segundo Celso Amorim, ministro de Relações Exteriores, afirmou que negócios são negócios e que o governo não está ajudando nem promovendo ditadura ao fazer uma visita à Guiné Equatorial, governada pelo ditador Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, no poder desde 1979.

Apesar de ser ameaçado pelo Ficha Limpa, o ex-governador Joaquim Roriz, do PSC, foi cortejado pelo PSDB e fechou acordo para formar o único palanque com Serra no Distrito Federal.

Confirmando que a hipocrisia e a mentira deslavada é algo comum na política brasileira, segundo declarações dos próprios candidatos à presidência feitas ao Tribunal Superior Eleitoral, José Maria Eymael, PSDC, é o mais rico, com um patrimônio de R$ 3,1mi, Plínio de Arruda Sampaio, do PSOL, é o segundo mais rico com R$ 2,1mi, já os ''coitadinhos'' Serra e Dilma tem ''apenas'' R$ 1,4mi e R$ 1mi respectivamente.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Hoje começa a temporada de emporcalhação das ruas, já que os 12 mil candidatos espalhados pelo Brasil, que disputarão vagas de deputado estadual, deputado federal, senador, governador e presidente estão autorizados a começar as suas campanhas eleitorais com discursos, promessas e principalmente com os ''malditos panfletos''.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário