R.B. 6/ABR/10 ''Capricho desnecessário, inútil e extremamente caro''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Capricho desnecessário, inútil e extremamente caro"

São Paulo, 6 de abril de 2010 (TERÇA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve voltar a subir, para fechar em alta pelo sétimo pregão consecutivo e se aproximar cada vez mais do recorde histórico dos 73.516pts, alcançado em 20/MAI/08, ainda acompanhando o desempenho positivo das demais bolsas mundiais e beneficiada pelas perspectivas positivas para a economia brasileira.
- O DÓLAR pode cair, para fechar em baixa pelo sexto pregão consecutivo, ainda diante da expectativa de entrada futura de recursos externos oriundos de exportações, captações e ''investimentos''.

ONTEM
- BOVESPA 0,2%, já abriu em alta e, acompanhando o desempenho positivo das bolsas de NY, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, com baixo volume de negócios (R$ 5,2bi) diante do feriado na Europa, para fechar no maior patamar desde 2/JUN/08 (aos 71.289pts), também beneficiada pela valorização das commodities.
- DÓLAR -0,3% à R$ 1,76, já abriu em queda e, seguindo o desempenho positivo da Bovespa, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, também influenciado pelo forte recuo do risco-Brasil (-6,5%), para fechar no menor patamar desde 13/MAR/10.
- Na ÁSIA, iniciando a semana com ''bom humor'', JAPÃO 0,5%, com destaques de alta para as exportadoras, como Fanuc (2,6%) e Toyota (1,1%), beneficiadas pelo enfraquecimento da moeda local (o iene) frente ao dólar, CHINA não teve pregão devido a feriado local e CORÉIA 0,1%, ainda sem forças para superar o maior patamar dos últimos 22 meses e desta vez com destaques positivos para as blue chips de tecnologia e montadoras.
- Na EUROPA, INGLATERRA, FRANÇA e ALEMANHA permaneceram fechadas devido ao feriado de Páscoa.
- Nos EUA, voltando a fechar no maior patamar dos últimos 18 meses, S&P 0,8%, DJ 0,4% e NASDAQ 1,1%, ''animadas'' pela divulgação de econômicos e de emprego favoráveis e pela valorização das commodities.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Com o objetivo de dar uma ''força'' para a candidatura de Dilma e de elevar ainda mais a sua popularidade, Lula ''aconselhou'', na reunião ministerial de ontem, que seus ministros acelerem investimentos na reta final do governo, a exemplo do que tem acontecido com o PAC, cujo índice de execução nos 2 primeiros meses do ano foi 136% maior do que o verificado no mesmo período de 2009.

Com os ''apostadores gringos'' colocando cada vez mais ''fichas'' no Brasil, em MAR/10, entre compras e vendas de ações, os investidores estrangeiros deixaram R$ 3,2bi na Bovespa, o que representa o maior saldo positivo desde os R$ 4bi registrados em SET/09.

Mostrando que o Brasil finalmente é a ''bola da vez'', 3 anos após dar início a uma política mais agressiva de incentivos para atrair fabricantes estrangeiros de chips, o país começa a ver resultados, já que a coreana Hana Micron está prestes a começar sua produção no Rio Grande do Sul e 2 outras grandes fabricantes do setor estão em negociações adiantadas.

- Dando mais um sinal positivo da economia brasileira, este ano as vendas do final de semana da Páscoa foram 4,5% maiores que no mesmo período de 2009.

Pressionando ainda mais o Copom a elevar a Selic a reunião do final de ABR/10, o ''mercado'' elevou pela 11ª semana consecutiva, desta vez de 5,16% para 5,18%, suas ''apostas'' para a inflação do IPCA em 2010.

Mandando um ''recado'' aos EUA, aliás no mesmo dia em que adiou o início da retaliação comercial a produtos norte-americanos, o governo brasileiro decidiu zerar o imposto de importação do etanol, que era de 20%.

- A Petrobrás subiu 0,7%, beneficiada pela valorização do petróleo e pelo anuncio de que, em MAR/10, bateu seu recorde mensal de exportação de petróleo.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Atacando Serra logo nos seus primeiros dias como ex-ministra e agora candidata petista, Dilma afirmou que o tucano, quando era ministro do Planejamento de FHC, foi responsável pelo apagão e pelo racionamento de energia por 8 meses.

Respondendo às criticas feitas contra Serra, o PSDB classificou o discurso de Dilma de "descompensado e terrorista", ressaltando que isto é um reflexo da retomada da trajetória de crescimento da candidatura tucana e que a ex-ministra começa mal sua pré-campanha, já que deixa transparecer seu temperamento agressivo.

Certamente irritando o PMDB do RJ, principalmente o governador Sérgio Cabral, Dilma participou ontem de um evento da cúpula do PR que a aproximou ainda de Garotinho, a quem classificou como um ''parceiro antigo''.

Como ''fruto indigesto'' do acordo que tem com Serra, que apóia sua candidatura ao governo do RJ em troca de ter o palanque do PV no estado, Gabeira terá que apoiar a candidatura do democrata César Maia ao Senado.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Com o objetivo de economizar dinheiro com um ''capricho desnecessário, inútil e extremamente caro'', Obama, presidente dos EUA, deve anunciar hoje uma grande redução do arsenal nuclear norte-americano, o que corrobora com seu ''sonho'' de um mundo sem armas atômicas.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário