R.B. 1/ABR/10 "Perenização institucional"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Perenização institucional"

São Paulo, 1 de abril de 2010 (QUINTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve subir, tentando confirmar definitivamente o rompimento dos 70.000pts, seguindo a valorização das commodities e das demais bolsas mundiais e, diante das perspectivas positivas para a economia brasileira, com ''boas chances'' de fechar ABR/10 próxima das máximas históricas dos 74.000pts.
- O DÓLAR pode seguir em queda, acompanhando o ''humor positivo'' da Bovespa e das demais bolsas mundiais, com ''boas chances'' de fechar o mês próximo dos R$ 1,75, diante do ''crescente e constante'' fluxo positivo de recursos externos.

ONTEM
- BOVESPA 0,6%, abriu ''de lado'', para na mínima recuar -0,5%, porem, mesmo com as perdas das bolsas de NY, firmou tendência positiva na parte da tarde, com bom volume de negócios (R$ 6,5bi) e influenciada por ''boas novas'' locais, para fechar acima dos 70.000pts (aos 70.371pts) pela primeira vez desde 13/JAN/10 e acumular em MAR/10 uma valorização de 5,8%, o que representa o melhor resultado mensal desde NOV/09.
- DÓLAR -0,8% à R$ 1,78, já abriu em queda e, apesar dos momentos de instabilidade na Bovespa, manteve a trajetória descendente ao longo de ''quase'' todo pregão, após num expediente marcado pela disputa entre os agentes do mercado para formação da cotação de fechamento do mês de MAR/10, mês este que aliás apresentou uma desvalorização de -1,4% da moeda norte-americana.
- Na ÁSIA, seguindo as perdas das bolsas da Europa no dia anterior, JAPÃO -0,1%, com um movimento de realização de lucros em ações de tecnologia anulando os benefícios trazidos pela desvalorização da moeda local (o iene) ao setor exportador, CHINA -0,6%, também realizando lucros após 3 dias de alta, com destaques negativos para ações de empresas do setor bancário, diante do anuncio de um programa governamental de margem de negociação e de vendas a descoberto de ações e CORÉIA -0,4%, com destaques negativos para as montadoras Hyundai (-0,6%) e Kia (-1,9%).
- Na EUROPA, sem uma tendência única e com baixos volumes de negócios no último dia do primeiro trimestre deste ano, INGLATERRA 0,1%, FRANÇA -0,3% e ALEMANHA 0,2%, seguindo a instabilidade das bolsas de NY e prejudicadas pelo rebaixamento das ''notas'' de 5 bancos gregos pela Moody's.
- Nos EUA, afetadas negativamente por um relatório mostrando uma surpreendente baixa no emprego privado, que por sua vez alimentou preocupações com a saúde do mercado de trabalho do país, S&P -0,3%, DJ -0,5% e NASDAQ -0,5%, porem fechando o primeiro trimestre do ano com a quarta alta trimestral consecutiva e com expectativas otimistas de que no segundo trimestre seja bastante positivo, principalmente caso a temporada de divulgação de balanços se mostre melhor que o esperado.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Antes de decidir ''se fica ou se sai'', Meirelles, presidente do BC, afirmou que sua maior preocupação é promover a "perenização institucional" do BC, comemorando o fato de que a sustentabilidade da economia já é um valor que encontra apoio da sociedade, que por sua vez já que entende que a autoridade monetária, às vezes, pode tomar medidas pouco simpáticas, mas que são as mais adequadas para o momento.

Dando novos sinais positivos da economia brasileira, (1) em FEV/10 as vendas reais dos supermercados brasileiros subiram 6,73% na comparação com FEV/09, (2) em MAR/10 o nível de demanda interna atingiu o patamar mais alto desde AGO/08, com 28,6% dos empresários considerando a demanda forte e apenas 4,3% considerando a demanda fraca, (3) nos 3 primeiros meses de 2010 o índice de otimismo dos consumidores brasileiros foi 9,2% maior do que o registrado mesmo período de 2009, (4) em FEV/10 a taxa de desemprego no país ficou em 13%, contra 13,9% em FEV/09, o que representa o menor patamar para um mês de fevereiro desde 1998 e (5) em MAR/10 o Índice de Confiança da Indústria subiu para 116,5pts, atingindo com isto o segundo maior patamar desde 1995, perdendo apenas para NOV/07 (116,9pts).

Prejudicado, segundo Altamir Lopes, chefe do Departamento Econômico do BC, pela distribuição dos dividendos das estatais, em FEV/10 o setor público brasileiro registrou superávit de R$ 859mi, o que representa o pior resultado registrado para o mês desde FEV/02.

Apesar de manter sua meta oficial em 4,5%, o BC ''avisou'' que já projeta uma inflação de 5,2% para este ano, o que reforça ainda mais as '''apostas'' de que na sua próxima reunião, que ocorre no final de ABR/10, o Copom deve elevar a Selic os atuais 8,75% para 9,25% ou até para 9,50%.

- A TAM subiu 7,0%, apos anunciar que teve um lucro líquido de R$ 1,3bi no ano passado, o que reverte ''quase 110%'' do prejuízo apresentado em 2008 (R$ -1,5bi).
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Ontem, ao deixarem respectivamente a Casa Civil e o governo de SP para disputarem o cargo mais cobiçado da Republica, Dilma, ao lado de Lula, pregou o continuísmo e, Serra, ainda com o PSDB desunido, afirmou que País ''pode mais''.

Apesar de muito criticada pelos eleitores da ''elite paulistana'', a petista Marta lidera, com grande vantagem em relação aos principais adversários apresentados, a disputa pelas 2 vagas no senado por SP que serão decididas nas eleições de OUT/10, já que tem 43% das intenções de voto contra 25% de Romeu Tuma, do PTB, 22% de Quércia, do PMDB, 19% de Netinho de Paula, do PC do B, e 18% de Soninha, do PPS.

Mesmo depois de já ter dito uma série de vezes que descarta a hipótese de ser candidato a vice numa chapa encabeçada por Serra e dizer que pretende ser candidato ao Senado, ontem Aécio, ao deixar o governo de MG, ressaltou em discurso que o "destino" é que decidirá o que fará.

Como não poderia ser diferente, por um pedido de Lula, o ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos será o coordenador jurídico da campanha de Dilma, pré-candidata do PT à Presidência da República.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Os professores brasileiros são heróis, ganham pouco, trabalham muito e muitas vezes em situação de risco e não são valorizados, porem os professores de SP demonstram uma imensa ignorância política ao entrarem em greve reivindicando 34,1% de aumento justamente no momento em que Serra anuncia sai do governo de SP para disputar a presidência da Republica.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário