R.B. 24/MAR/10 ''O mercado some''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"O mercado some"

São Paulo, 24 de março de 2010 (QUARTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve seguir em alta, influenciada positivamente (1) pela valorização das commodities, (2) pelas perspectivas cada dia mais favoráveis para a economia brasileira e (3) pelos sinais de retomada das principais economias mundiais.
- O DÓLAR pode cair, dando seqüência à sua ''trajetória natural'' rumo aos R$ 1,75, diante da expectativa de entrada futura de recursos externos oriundos de exportações, captações e ''investimentos''.

ONTEM
- BOVESPA 0,5%, já abriu em alta e, acompanhando o ''humor positivo'' das demais bolsas mundiais, manteve a trajetória ascendente ao longo de ''quase'' todo pregão, com bom volume de negócios (R$ 5,9bi) e destaque de alta para as ações da Vale (2,6%), diante de ''rumores'' de reajustes acima de 110% para o minério de ferro.
- DÓLAR -1,2% à R$ 1,78, já abriu em queda e, acompanhando a melhora do ''humor'' a Bovespa, manteve-se em baixa ao longo de todo pregão, também influenciado pelo recuo do risco-Brasil (-0,5%) e pela expectativa de uma entrada de recursos expressiva nos próximos dias, por conta de captações externas feitas por grandes empresas brasileiras.
- Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO -0,5%, ante uma leve mas disseminada realização de lucros, provocada em parte pela resistente alta da moeda local (o iene) frente ao dólar, CHINA -0,7%, com destaques negativos para empresas do setor bancário, com expectativas de que eles anunciarão dividendos menores em seus balanços anuais e CORÉIA 0,6%, liderada por ganhos do setor de tecnologia, como Samsung (1,2%) e LG Display (3,8%).
- Na EUROPA, seguindo o desempenho positivo das bolsas de NY e deixando um pouco de lado a preocupação com a crise de dívida da Grécia, que será discutida na cúpula da União Européia que ocorre no próximo final desta semana, INGLATERRA 0,5%, FRANÇA 0,6% e ALEMANHA 0,5%, nos maiores patamares em 17 meses, desta vez ajudadas por notícias corporativas positivas e por uma sólida recuperação de ações ligadas a matérias-primas.
- Nos EUA, fechando em seus níveis mais altos em cerca de 1,5 anos, S&P 0,7%, DJ 0,9% e NASDAQ 0,8%, diante do anuncio de que as vendas de casas usadas baixaram menos do que o previsto em FEV/10.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Defendendo a intervenção do Estado na economia, Paulo Bernardo, ministro do Planejamento, afirmou que em momentos de crise financeira internacional, como no ano passado, ''o mercado some'' e não podemos é ficar esperando que as pessoas decidam quando vai haver investimento no País, citando como exemplos o financiamento agrícola e os empréstimos para a habitação.

Dando novos sinais positivos da economia brasileira, (1) em FEV/10 o número de domicílios brasileiros com TV por assinatura foi 1,3% maior que em JAN/10 e 19,49% superior a FEV/09, (2) em FEV/10 a inadimplência no pagamento dos empréstimos caiu para 5,3%, contra 5,5% em JAN/10 e (3) em FEV/10 as vendas de materiais de construção no Brasil avançaram 19% na comparação com FEV/09.

Com a Selic ainda no menor patamar da história (8,75%) e a concorrência entre os bancos aumentando a cada dia, em FEV/10 os juros médios dos empréstimos bancários para pessoa física atingiram 41,9% ao ano, o que representa a menor taxa desde o início da série histórica, em 1994.

Estimulando o crescimento da economia e estimulado pelo baixo patamar da taxa de juros, em FEV/10 o estoque de empréstimo concedido no país bateu a marca histórica de R$ 1,44tri, acumulando com isto um crescimento 16,8% nos últimos 12 meses e começando a confirmar as ''apostas'' do BC que estima que em 2010 ocorrerá uma ampliação de 23% nas carteiras de crédito dos bancos públicos e os privados.

- Abaixo do esperado (0,58%) e do patamar registrado em FEV/10 (0,94%), o IPCA-15 de MAR/10 apontou inflação de 0,55%.

- A Petrobrás caiu -1,1%, apesar de ter anunciado que testes realizados na área de Tupi comprovaram "altíssima produtividade" dos reservatórios do pré-sal.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Com a ''missão quase impossível'' de tirar o PSDB do governo de SP, 5 partidos (PDT, PRB, PC do B, PSL e PR) fecharam ontem um acordo para apoiar a pré-candidatura do senador petista Mercadante ao governo do estado e da ex-prefeita Marta Suplicy ao senado.

Provocando constrangimentos e irritação à cúpula do PSDB, FHC se encontrou com o ex-governador do DF Federal Joaquim Roriz, ex-DEM e atualmente no PSC, que ofereceu apoio à candidatura do tucano Serra à Presidência.

Fazendo sua parte para se manter no poder em SP, o PSDB e o DEM avançaram na costura do acordo para a eleição ao governo do Estado de SP e estão prestes a anunciar que o candidato a vice-governador na chapa de Alckmin ao Palácio dos Bandeirantes será Guilherme Afif Domingos.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Com o objetivo de destravar as negociações sobre o programa nuclear iraniano e confirmar as reais intenções deste país, Celso Amorim, ministro brasileiro das Relações Exteriores, sugeriu que o Irã entregue seu urânio para ser enriquecido por um país indicado pela ONU que atuaria como "fiel depositário", descartando porem que o Brasil faça esse papel.

- Segundo a ONU 1 criança com menos de 5 anos de idade morre a cada 20 segundos no mundo porque bebeu água suja, o que dá 1,8 bilhão de crianças por ano.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário