R.B. 18/FEV/10 ''Ambicioso e também realista''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Ambicioso e também realista"

São Paulo, 18 de fevereiro de 2010 (QUINTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode seguir em alta, com boas chances de atingir o maior patamar do ano (70.729pts) até o final de FEV/10, ainda seguindo (1) a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, (2) a alta das commodities e (3) as boas perspectivas para a economia brasileira.
- O DÓLAR deve voltar a cair, com boas chances de fechar o mês abaixo dos R$ 1,80, influenciado pelo fluxo positivo de recursos externos e pelos mesmos motivos que devem levar à valorização da Bovespa.

ONTEM
- BOVESPA 2,2%, já abriu em alta e, ajustando-se a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais enquanto esteve fechada para o Carnaval, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, com bom volume de negócios (R$ 6,1bi) e também beneficiada pela valorização das commodities.
- DÓLAR -1,7% à R$ 1,82, já abriu em queda e, também ajustando-se a melhora do ''humor'' mundial, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, em um pregão de baixo volume de negócios que começou apenas as 13hrs.
- Na ÁSIA, seguindo o desempenho positivo das demais bolsas mundiais no dia anterior, JAPÃO 2,7%, com destaques de alta para ações mais sensíveis à melhora da economia global, como as das siderúrgicas e das empresas de transporte marítimo, CHINA não teve negócios ainda por conta do feriado do Ano Novo Lunar e CORÉIA 1,7%, no maior patamar desde 26/JAN/10, impulsionada principalmente por ações do segmentos tecnológico e bancário.
- Na EUROPA, em alta pela 3ª sessão consecutiva, INGLATERRA 0,6%, FRANÇA 1,5% e ALEMANHA 1,0%, desta vez impulsionadas pelos robustos balanços de empresas do setor financeiro e pelos dados econômicos positivos nos EUA.
- Nos EUA, dando seqüência e capitaneando o movimento de recuperação mundial, S&P 0,4%, DJ 0,4% e NASDAQ 0,5%, animadas por dados positivos nos setores imobiliário e industrial e também pela divulgação de resultados trimestrais melhores que o esperado.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Com o ''ambicioso e também realista'' objetivo de transformar o Brasil no centro financeiro da América Latina, concentrando o fluxo de entrada e saída de recursos dessa região, o governo e o setor privado, este ultimo representado principalmente pela BM&FBOVESPA, discutem mudanças nas regras cambiais, tributárias e de funcionamento dos mercados para permitir que, além de abrir capital das suas empresas na Bolsa brasileira para vender ações a investidores estrangeiros, os países vizinhos poderão, a partir do Brasil, distribuir suas aplicações nos mais variados tipos de mercado mundo afora.

Confirmando a crescente atratividade internacional da economia brasileira, uma gestora de fundos do Japão oferecerá já na próxima semana aos pequenos investidores do país asiático um fundo por meio do qual eles poderão aplicar na moeda brasileira.

Dando novos sinais positivos da economia interna, na comparação entre os 15 primeiros dias de FEV/10 e o mesmo período de 2009 (1) as vendas à prazo cresceram 7,8%, (2) as vendas à vista aumentaram 7,1%, (3) os registros de atraso nos pagamentos recuaram -3,7% e (4) os cancelamentos de registros de inadimplência tiveram aumento de 9,4%.

Corroborando com as previsões de que 2010 será um ano muito positivo para a economia brasileira, em JAN/10 a demanda das empresas por crédito aumentou 11,4% na comparação com DEZ/09 e 3,1% na comparação com JAN/09.

Em 2009, apesar da crise econômica que ''abalou o mundo'' e desacelerou fortemente a economia brasileira, as contratações de planos de previdência privada para menores de idade cresceram mais de 14%.

Diante dos recentes sinais de alta da inflação e de recuperação da atividade econômica, o ''mercado'' elevou (1) pela quarta semana consecutiva, desta vez de 4,78% para 4,8%, suas ''apostas'' para o IPCA de 2010, ficando ainda mais distante do centro da meta do BC (4,5%) e (2) suas projeções para o PIB deste ano de 5,35% para 5,47%.

Abaixo do esperado (1,2%), recuando na comparação com a taxa apurada na primeira quadrissemana de mês (1,28%), porem acima do resultado auferido no mesmo período de JAN/10 (0,85%), o IPC de SP ficou em 1,09% na segunda quadrissemana de FEV/10.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Como fruto do intenso ''trabalho'' de Lula e da inércia de Serra, segundo a ultima pesquisa o governado de SP caiu de 38% para 36% das intenções de voto, Dilma subiu de 17% para 25%, Ciro Gomes recuou de 13% para 11% e Marina Silva avançou de 6% para 8%.

Tentando manter ''viva'' sua candidatura à presidência, ''coincidentemente'' na semana em que o PT lançará oficialmente ministra Dilma à sucessão de Lula, Ciro Gomes será a estrala principal dos 10 minutos do programa eleitoral de rádio e TV do PSB que irá ao ar nesta noite e num contraponto à candidata petista, vendida como de continuidade, irá se apresentar como capaz de aprimorar o governo Lula.

Como não consegue ser recebido por Lula, não tem apoio do seu partido e principalmente não quer ser preso, assim como aconteceu com José Roberto Arruda, o democrata Paulo Octávio, governador em exercício do DF, já redigiu sua carta de renúncia e deve apresenta-la até o final da semana.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Isolando cada vez mais o governo de Mahmoud Ahmadinejad, a Rússia, em um claro sinal de que apoiará novas medidas contra o programa nuclear iraniano, anunciou a suspensão temporária da entrega de mísseis terra-ar S-300 ao Irã, o que aumentaria a capacidade iraniana de defesa contra ataques aéreos e havia sido duramente criticada por Israel, EUA, Grã-Bretanha, França e Alemanha.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário