R.B. 18/JAN/10 ''Sair do buraco''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Sair do buraco"

São Paulo, 18 de janeiro de 2010 (SEGUNDA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode subir, tentado uma recuperação após 2 pregões consecutivos de baixa e após recuar -1,8% na semana passada, seguindo o movimento ascendente das demais bolsas mundiais, a alta dos preços das commodities e as boas perspectivas para a economia brasileira.
- O DÓLAR deve cair, retomando sua ''trajetória natural'' ou até mesmo em um ''ajuste técnico'' após 5 pregões consecutivos de alta, nos quais foi pressionado (1) pelos leilões de compra do BC, (2) pela expectativa entorno do Fundo Soberano e (3) pelas projeções de um superávit comercial menor neste ano.

SEXTA-FEIRA
- BOVESPA -1,2%, já abriu em queda e, com bom volume de negócios (R$ 6,4bi), manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, acompanhando o ''mau humor'' predominante nas Bolsas norte-americanas, para fechar abaixo do patamar dos 69.000pts (aos 68.978pts) pela primeira vez no ano.
- DÓLAR 0,4% à R$ 1,77, já abriu em alta e, pressionado pelos leilões de compra do BC, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, também seguindo a elevação do risco-Brasil (3,0%) e o ''humor negativo'' na Bovespa.
- Na ÁSIA, recuperando perdas recentes, JAPÃO 0,7%, sustentada por ações de empresas do setor tecnológico, como Advantest (2,6%) e Tokyo Electron (2,2%), que ''comemoraram'' o resultado positivo da Intel nos EUA, CHINA 0,3%, sustentada pela ''caça por pechinchas'' em ações de bancos e de incorporadoras imobiliárias e CORÉIA 1,0%, diante de boas perspectivas para os papéis dos estaleiros.
- Na EUROPA, seguindo o movimento descendente das bolsas de NY, INGLATERRA -0,8%, FRANÇA -1,5% e ALEMANHA -1,9%, com destaques de queda para ações de bancos, como Deutsche Bank (-3,7%), Société Générale (-2,7%) e Barclays (-3,1%).
- Nos EUA, com o pior resultado do ano, para fecharem no menores patamares de 2010, S&P -1,1%, DJ -1,0% e NASDAQ -1,2%, pressionadas pelas previsões pessimistas do banco norte-americano JPMorgan e pela leitura mais fraca que o esperado do sentimento do consumidor da Universidade de Michigan.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Cada dia mais longe da política e assim se afastando o ''sonho'' de governar Goiás, Meirelles, presidente do BC, decidiu aceitar entrar na disputa pelo cargo no Conselho Diretor do Banco de Compensações Internacionais, entidade máxima de regulação dos bancos centrais, enquanto aguarda os acontecimentos para ver se tem ou não chances de ser candidato a vice-presidente na chapa da petista Dilma.

Apesar do BC indicar que as regiões com menor renda, como o Norte e o Nordeste do País, amargam as maiores taxas de inadimplência no crédito concedido pelos bancos, o Nordeste liderou a expansão do crédito nos últimos 12 meses, com um crescimento de 29,3% de SET/08 para SET/09, ritmo é quase 3 vezes maior que o verificado nos três Estados do Sul, onde o avanço foi de 11,3% na mesma base de comparação.

Apoiado no mercado interno, principalmente na classe C cuja renda cresce constantemente, e no mercado externo, diante da melhora da imagem do Brasil, o turismo brasileiro, que já cresceu 13,74% entre 2008 e 2009, espera crescer mais 10% em 2010.

Dando boas e más noticias para as teles, enquanto a Anatel quer obrigar as teles móveis a cumprirem as normas que já determinam o desbloqueio de telefones, independentemente da existência de contratos de fidelização na compra de aparelhos subsidiados pela operadora, o Supremo Tribunal Federal decidiu suspender, ainda em caráter liminar, a vigência da lei paulista que vetava a cobrança de assinatura mensal pelas concessionárias de telefonia.

Tentando ''sair do buraco'', a Laep Investments, controladora da marca Parmalat no Brasil, anunciou na sexta-feira passada que vai receber uma injeção de recursos financeiros da ordem de R$ 120mi pelo fundo de investimento Global Yield Fund Limited, por meio da subscrição de novas ações, que devem ser utilizados para reforço de capital de giro e pagamento de dívidas.

- Acumulando uma queda de -0,64% nos últimos 12 meses, o IGP-M da JAN/10 apontou uma inflação de 0,20%.

- A Fosfertil subiu 5,4%, após confirmar que a Bunge negocia a alienação de sua participação majoritária na empresa de fertilizantes e de insumos químicos para a Vale.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Fazendo farra com o dinheiro publico, Tarso Genro, ministro da Justiça, foi em 2009 o campeão na utilização de aviões da Força Aérea Brasileira pelo país afora, já que o petista, candidato declarado ao governo do Rio Grande do Sul, se valeu dos jatinhos em 85 ocasiões no ano passado, sendo que a maioria das viagens foi para Porto Alegre, onde mora.

Para evitar criticas de seus ''companheiros tucanos'', principalmente de Serra, Aécio, governador de MG, não participará da ''maratona de inaugurações'' que Dilma e Lula farão em Minas no começo desta semana.

Como sabe que terá muita dificuldade em eleger Dilma, Lula, contrariando os limites impostos pela legislação eleitoral, pretende aumentar em 20% dos gastos de publicidade no ano da eleição do seu sucessor.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Retomando, antes do esperado, a ''farra dos bônus'' que em 2009 quase levou as instituições financeiras dos EUA à falência, o JPMorgan Chase anunciou na sexta-feira passada um valor recorde de US$ 9,3bi em pagamentos para seus funcionários da área de banco de investimentos, abrindo espaço para que concorrentes como o Goldman Sachs também paguem quantias vultosas.

Indicando para Lula que não é fácil, mesmo para um governante com grande aprovação, eleger um sucessor, Sebastián Piñera, da Coalizão pela Mudança, de direita, foi eleito presidente do Chile, derrotando o ex-presidente Eduardo Frei, que tinha o apoio da atual presidente do país Michelle Bachelet, cujo governo aliás tem mais de 80% de aprovação.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário