R.B. 2/DEZ/09 "O Brasil é a bola da vez"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"O Brasil é a bola da vez"

São Paulo, 2 de dezembro de 2009 (QUARTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve cair, seguindo a abertura negativa das bolsas da Europa e realizando lucros após atingir o maior patamar desde JUN/08, porem deve-se ressaltar que a tendência continua sendo de alta, diante das boas perspectivas para a economia brasileira.
- O DÓLAR pode seguir em queda, rumo aos R$ 1,70, influenciado pelas crescentes ''apostas'' de que ''o Brasil é a bola da vez'', o que eleva ainda mais fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e investimentos.

ONTEM
- BOVESPA 2,0%, já abriu em alta e, seguindo o bom desempenho dos mercados externos, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, para fechar no maior patamar do ano (aos 68.408pts), beneficiada pela valorização das commodities e por uma bateria de notícias favoráveis das economias asiática, européia e também dos EUA.
- DÓLAR -1,8% à R$ 1,72, já abriu em queda e, apesar dos leilões de compra do BC, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, seguindo a melhora do ''humor'' na Bovespa e o forte recuo do risco-Brasil (-4,8%).
- Na ÁSIA, diante da redução dos ''temores'' com Dubai, JAPÃO 2,4%, no maior patamar desde 19/NOV/09, desta vez ''animada'' pelo anuncio de que o BC local convocou uma reunião extraordinária, o que levou os traders a especular sobre possíveis medidas de alívio monetário, CHINA 1,3%, impulsionada pela divulgação de 2 pesquisas nacionais indicando que a atividade industrial continuou a se expandir em NOV/09 e CORÉIA 0,9%, com destaques de alta para ações de bancos e empresas exportadoras.
- Na EUROPA, seguindo a abertura positiva das bolsas de NY, INGLATERRA 2,3%, FRANÇA 2,6% e ALEMANHA 2,7%, também impulsionadas pelo retorno do apetite por risco e pela diminuição do ''temores'' com Dubai, que impulsionou principalmente as ações de bancos, como Royal Bank of Scotland (3,2%), Standard Chartered (5,2%) e HSBC (2,7%).
- Nos EUA, nos maiores patamares dos últimos 14 meses, S&P 1,2%, DJ 1,2% e NASDAQ 1,5%, beneficiadas pelo enfraquecimento do dólar e pela divulgação de bons dados macroeconômicos, especialmente no setor imobiliário.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Apesar de ''alertar'' que é difícil administrar o sucesso, Jack Welch, um dos CEOs mais admirados mundo, ''avisou'' que ''O Brasil é a bola da vez'', ressaltando que o país alcançou uma estabilidade financeira e está com inflação controlada.

Dando mais um importante sinal de que realmente ''o Brasil é a bola da vez'', no segundo trimestre de 2009 o fluxo de investimentos externos diretos, que são destinados ao setor produtivo da economia brasileira, ficou positivo em US$ 7,3bi, o que representa um aumento de US$ 2bi na comparação com o primeiro trimestre do ano (US$ 5,3bi).

Aumentando a lista das empresas que, apesar dos problemas enfrentados em seus países de origem, ''apostam no Brasil'', a Fiat avisou que em 2010 investirá cerca de R$ 1,8bi no país, principalmente para lançar 20 novos produtos entre versões e novos modelos de veículos.

Indicando mais uma vez que a inflação está ''110% controlada'', o IPC de NOV/09 ficou em 0,29%, patamar ligeiramente maior que o índice fechado de OUT/09 (0,25%), porem abaixo das ''apostas do mercado'' (0,32%).

- O Banco Panamericano fechou estável 0,0%, porem, após o fechamento do pregão, a Caixa Econômica Federal anunciou a compra de 35,54% do seu capital social por R$ 739,2mi.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Pressionado por Serra, que obviamente quer evitar noticia ruim em ano de eleição, Kassab recuou e, após negociações com vereadores, reduziu o teto para o aumento do IPTU no projeto que havia enviado para a Câmara e aumentou do valor para que o imóvel seja considerado isento.

Para evitar sua expulsão sumária do DEM, José Roberto Arruda, governador do Distrito Federal, pressionou integrantes da Executiva Nacional do seu partido com um ''trunfo'' que tem nas mãos, que é o fato de ter ajudado financeiramente várias campanhas democratas nas eleições municipais de 2008.

Mostrando que o ''mensalão do DEM'' do Distrito Federal pode esbarrar em vários ''caciques'' democratas, a prefeitura de SP, comandada por Kassab, principal aliado de Serra no Estado, pagou R$ 106,9mi para 2 empresas acusadas de pagarem propina ao governador José Roberto Arruda.

Conforme havia ''prometido'', Roberto Requião, governador do Paraná, oficializou, cercado por um grupo de peemedebistas históricos que estão fora do comando do partido, sua inscrição para disputar como candidato à sucessão do presidente Lula.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Como não existe ''mágica'' para se livrar da herança maldita deixada por Bush, Obama, presidente dos EUA, anunciou que enviará mais 30 mil soldados para o Afeganistão a partir do início de 2010, porem também ''garantiu'' que pretende iniciar a retirada destas tropas em JUL/11, ''coincidentemente'' antes das próximas eleições presidenciais, em 2012.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário