R.B. 28/OUT/09 ''Deus e o Diabo''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Deus e o Diabo"

São Paulo, 28 de outubro de 2009 (QUARTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode subir, tentando uma recuperação após acumular no pregão anterior a pior queda em 4 meses, influenciada pelas perspectivas positivas e pelos sinais cada dia mais claros de recuperação da economia brasileira.
- O DÓLAR deve subir, ''ajustando-se'' a piora do ''humor'' na Bovespa após o fechamento do mercado cambial de ontem, porem deve-se ressaltar que, diante da manutenção do fluxo positivo de recursos externos, a tendência ainda é de queda.

ONTEM
- BOVESPA -2,9%, abriu em alta, para na máxima avançar 0,6%, porem, finalmente realizando lucros recentes, passou a cair ainda na parte da manhã, para fechar na mínima do dia (aos 63.161pts), pressionada pela baixa das commodities e com o resultado dos últimos IPOs, que tem saído no piso das expectativas de preço, mostrando que acendeu a 'luz amarela' sobre o IOF sobre capital estrangeiro.
- DÓLAR 0,1% à R$ 1,74, abriu ''de lado'', porem. seguindo a piora do ''humor'' na Bovespa, passou a subir ainda na parte da manhã, também pressionado pelos leilões de compra do BC e pelo "efeito psicológico" das medidas do governo para impedir uma queda ainda maior das taxas cambiais.
- Na ÁSIA, seguindo as perdas das bolsas de NY no dia anterior, JAPÃO -1,5%, com destaques de queda para a Kawasaki Kisen (-6,4%) e para outras empresas de transporte marítimo, que divulgaram resultados abaixo do esperado, CHINA -2,8%, realizando lucros após 2 pregões seguidos de alta e CORÉIA -0,5%, pressionada por ações dos setores de tecnologia e financeiro.
- Na EUROPA, sem uma tendência única, INGLATERRA 0,2%, FRANÇA -0,1% e ALEMANHA -0,1%, já que os dados negativos sobre a confiança do consumidor nos EUA contrastaram com resultados melhores que os esperados da gigante petrolífera BP do Reino Unido.
- Nos EUA, também sem uma tendência única, S&P -0,3%, DJ 0,1% e NASDAQ -1,2%, divididas entre a alta de algumas ações de ponta e o ''mau humor'' causado pela queda do otimismo dos consumidores locais, de 53,4pts em SET/09 para 47,7pts em OUT/09.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Após afirmar que o Brasil passará por um período de crescimento forte e que o risco de recaída da crise é pequeno, Meirelles, presidente do BC, ressaltando a crescente força da economia brasileira, anunciou que o país poderá ter comércio em moeda local com China, Rússia e Índia, como já ocorre com a Argentina.

Elogiando a decisão do governo brasileiro de cobrar IOF de 2% para investimentos em Bolsa e em renda fixa dos especuladores externos, o jornal britânico Financial Times ressaltou que o FMI deveria apoiar e ajudar o Brasil a conter a entrada excessiva de dólar.

Com a economia interna, de forma sustentável, se aquecendo cada dia mais, em SET/09 o volume de operações de crédito no Brasil cresceu pelo sétimo mês seguido e chegou ao patamar recorde de R$ 1,3tri, o que representa um aumento de 16,9% nos últimos 12 meses.

Dando mais 2 importantes sinais de recuperação econômica, (1) em SET/09, reagindo à melhora do mercado de trabalho e do crédito, a atividade na indústria paulista foi 4,3% maior que em AGO/09, registrando assim a maior alta desde ABR/08 e (2) em SET/09 a inadimplência no pagamento dos empréstimos para 5,8%, contra 5,9% de AGO/09, o que representa a primeira retração deste índice desde SET/09, período em que começou o agravamento da crise econômica.

Mostrando ao BC que, apesar dos sinais de recuperação da economia, a ''temida'' inflação de demanda ainda não deve ser uma preocupação, em SET/09 o nível de utilização da capacidade instalada da industria brasileira ficou em 81,2%.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Enquanto o PT, em troca de mais tempo na TV e de palanques para Dilma nos Estados, faz alianças com ''Deus e o Diabo'', Serra, que confia muito no ''seu taco'', informou ao DEM, principal aliado do PSDB, que quer o tucano Aécio com seu vice nas eleições presidenciais de 2010.

Enquanto espera a decisão de Ciro de sair ou não candidato ao governo de SP, o que aliás é altamente improvável, o PT paulista não articula nenhuma saída ou segunda opção, o que certamente tornará a vitória do tucano Alckmin ainda mais fácil.

Em um raro momento de lucidez, Roberto Freire, presidente do PPS, defendeu que a campanha do tucano Serra à Presidência da Republica em 2010 se distancie do ex-presidente FHC.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Mostrando, aos poucos e com cada vez mais relevância, porque mereceu receber o premio Nobel da Paz de forma antecipada, Obama, presidente dos EUA, anunciou ontem que seu governo investirá a cifra recorde de US$ 3,4bi para inaugurar uma nova era de energia renovável.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário