R.B. 27/OUT/09 "Preço pela pressa"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Preço pela pressa"

São Paulo, 27 de outubro de 2009 (TERÇA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve subir, acompanhando a provável recuperação das demais bolsas mundiais e ainda influenciada pelas boas perspectivas para a economia interna, porem deve-se ressaltar que o patamar é muito interessante para realização de lucros.
- O DÓLAR pode cair, retomando sua ''trajetória natural'' após o repique de ontem, já que, mesmo com os leilões de compra do BC e com o IOF, é cada vez mais forte o fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e investimentos.

ONTEM
- BOVESPA 0,1%, abriu em alta, para na máxima avançar 1,2% e, em um pregão marcado pela volatilidade, já que na mínima recuou -0,9%, fechou o dia próxima da estabilidade, dividida entre a queda das bolsas de NY e as boas perspectivas para a economia brasileira.
- DÓLAR 1,5% à R$ 1,74, abriu em queda, para na mínima bater R$ 1,70, porem, pressionado pelos leilões de compra do BC e seguindo a trajetória externa da moeda norte-americana, passou a subir na parte da tarde, também influenciado pela elevação do risco-Brasil (0,9%) e acima da pontuação anterior.
- Na ÁSIA, beneficiadas por boas noticias da região, JAPÃO 0,8%, impulsionada pelas ações de exportadoras, como Honda (3,4%) e Toyota (1,7%), diante da desvalorização da moeda local (o iene) frente ao dólar, CHINA 0,1%, revertendo uma abertura negativa, com destaque positivo para o China Merchants Bank (1,6%) e CORÉIA 1,0%, ''animada'' com a divulgação de que o PIB local cresceu 2,9% no terceiro trimestre em relação ao segundo trimestre e 0,6% sobre o mesmo período do ano passado.
- Na EUROPA, revertendo uma abertura positiva, diante das perdas iniciais das bolsas de NY, INGLATERRA -1,0%, FRANÇA -1,7% e ALEMANHA -1,7%, com destaque de queda para as ações do banco ING (-18,1%), após ter anunciado um plano que envolve a sua cisão para pagar parte da ajuda recebida do governo holandês durante a crise.
- Nos EUA, em queda pelo segundo pregão consecutivo, S&P -1,2%, DJ -1,0% e NASDAQ -0,6%, novamente pressionada pela queda das commodities e desta vez também afetadas negativamente pelo desempenho ruim das ações de bancos e do setor industrial.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Com o Brasil aumentando sua lista de ''fãs'', George Soros, o mega-especulador, afirmou que os mercados financeiros se recuperaram e voltam a funcionar e, ressaltando que os fatos da crise vão levar um longo tempo para serem absorvidos pelo mundo, defendeu que o real seja uma das moedas em um sistema monetário reformulado.

Ressaltando que o Brasil não deve se ''iludir'' com a recuperação de sua economia, Meirelles, presidente do BC, defendeu a concentração dos mecanismos de controle na esfera do BC para que o país tenha meios para agir de forma rápida no sistema financeiro.

Dando 2 importantes sinais de recuperação da economia interna, (1) o nível de otimismo empresário do setor industrial está em 65,9pts, o que representa o maior patamar desde JAN/05, inclusive superando os 62pts de JUL/08, antes da crise econômica e (2) em SET/09 o número de pedidos de recuperação judicial deferidos, ou seja, requerimentos que estão em análise na Justiça, teve um crescimento de 82,6% ante o mesmo período de 2008.

Com o objetivo de aumentar o volume de recursos disponíveis para investimentos no setor produtivo da economia, a BNDESPar, empresa de participações BNDES, entrou com pedido na CVM para emitir R$ 1bi em debêntures.

Podendo elevar as exportações brasileiras, o Canadá, para atender a um decreto do governo que exige que 5% dos combustíveis tenham origem renovável a partir de 1º/SET/10, precisará importar 2 bilhões de litros de etanol por ano.

Confirmando mais uma vez que a inflação está ''110% controlada'', o IPC da terceira quadrissemana OUT/09 ficou em 0,16%, resultado abaixo do apurado em igual período do mês passado (0,28%) e dentro das expectativas do mercado.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Como sabe que não tem chances de ser governador de SP e que se ficar sem mandado, e conseqüentemente sem imunidade parlamentar, pode ser preso, Maluf já ''avisou'' que em 2010 disputará novamente uma vaga como deputado Federal.

Cobrando um ''preço pela pressa'' do PT, e principalmente de Lula, para fechar precocemente um acordo em torno da candidatura de Dilma à Presidência, os partidos da base aliada exigem o recuo de candidaturas majoritárias de petistas, tanto aos governos estaduais, como ao Senado, em favor de seus candidatos.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Defendendo os interesses de no máximo 1.000 cidadãos que formam a elite dos mais endinheirados de SP e sem se preocupar com as centenas de milhares de pessoas que tem suas vidas atormentadas, tarde da noite ou de madrugada, pelos ruídos insuportáveis dos exatos ‘’320 brinquedinhos’’ desta elite, Kassab vetou o artigo do projeto aprovado pela Câmara que restringia o funcionamento de helipontos privados ao período das 7h às 20h e estabeleceu um horário mais flexível, das 6h às 23h.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário