R.B. 23/SET/09 "Vencedores da crise''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Vencedores da crise"

São Paulo, 23 de setembro de 2009 (QUARTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode seguir em alta, ainda ''comemorando'' o anuncio do grau de investimento pela Moody's que, diante da queda nos níveis de aversão a risco, já que a rentabilidade dos demais ativos financeiros está muito baixa, atrairá ainda mais recursos para o setor produtivo da economia.
- O DÓLAR deve seguir em queda, ''ajustando-se'' a elevação da ''nota'' do Brasil pela Moody's, que só saiu após o fechamento do mercado cambial de ontem, e ainda influenciado pelo fluxo crescente fluxo positivo de recursos externos, já que são cada vez mais constantes as emissões externas de empresas brasileiras.

ONTEM
- BOVESPA 0,9%, já abriu em alta e, acompanhando a trajetória positiva das bolsas de NY e a valorização das commodities, fechou em território positivo pelo terceiro pregão consecutivo e no maior patamar em 14 meses (aos 61.493pts), no final do dia também ''animada'' pelo anuncio de que o Brasil recebeu a ''nota'' grau de investimento pela Moody's.
- DÓLAR -1,1% à R$ 1,79, já abriu em queda e, seguindo a melhora do ''humor'' das bolsas mundiais, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, para fechar no menor patamar desde 22/SET/08, também influenciado pelo recuo do risco-Brasil (-0,8%).
- Na ÁSIA, ainda sem uma tendência única, JAPÃO permaneceu fechada devido a feriado local, CORÉIA 1,4%, no maior patamar dos últimos 15 meses, puxada por empresas de tecnologia, montadoras e fabricantes de baterias e CHINA -2,3%, pressionada pela queda nos papéis de petrolíferas, diante do declínio nos preços do petróleo.
- Na EUROPA, seguindo a abertura positiva das bolsas de NY, para recuperar grande parte das perdas da sessão anterior, INGLATERRA 0,2%, FRANÇA 0,3% e ALEMANHA 0,7%, com destaques de alta para ações de siderúrgicas e mineradoras, como Rio Tinto (2,4%) e Schweitzer (13,4%).
- Nos EUA, também recuperando as perdas do pregão anterior, S&P 0,7%, DJ 0,5% e NASDAQ 0,4%, com destaques de alta para ações de empresas dos setores de energia e da indústria.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Conforme já antecipado por Mantega, ontem a Moody's, seguindo a S&P e a Fitch, elevou sua ''nota'' para o Brasil para grau de investimento, ''ressaltando e elogiando'' a capacidade da economia brasileira de absorção de choques e colocando o país na lista de "vencedores da crise''.

''Comemorando'' a nova ''nota'' grau de investimento recebida pelo Brasil, (1) Meirelles, presidente do BC, ressaltou o fato do upgrade ser dado ainda com o mundo em crise e afirmou que ele levará a uma melhora da qualidade dos investimentos no país e (2) Mantega, ministro da Fazenda, lembrou que grandes fundos de pensão poderão investir no país, já que eles só tem autorização para investir em mercados que já conquistaram o carimbo de bom pagador elas 3 principais agencias de classificação.

''Apostando'' no Brasil (1) Márcio Pochmann, presidente do Ipea, afirmou que o crescimento do emprego verificado nos últimos meses deverá ser mantido até o fim do ano e em 2010, já que os principais indicadores econômicos mostram aumento dos investimentos e da utilização da capacidade instalada das indústrias e (2) Luciano Coutinho, presidente do BNDES, projetou que a indústria deverá retomar, no fim deste terceiro trimestre, níveis de capacidade de utilização próximos a patamares verificados antes da crise econômica.

Dando mais um sinal de controle da inflação, que somado ao novo grau de investimento, pode levar o Copom a cortar um pouco mais a Selic, a segunda prévia do IGP-M de SET/09 ficou em 0,41%, acumulando uma deflação de -1,62% no ano e de -0,40% nos últimos 12 meses.

- A Marfrig caiu -0,1%, após anunciar a compra de 51% do grupo uruguaio Zenda, dando seqüência ao processo de fusões e aquisições no setor.
- O Bradesco subiu 0,4% e, após o fechamento do pregão, informou que concluiu uma captação de US$ 750 milhões por meio da emissão de notas subordinadas no exterior.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Indicando, cada vez mais, que ou Lula fez a escolha errada ou seu candidato na verdade é Serra, segundo a ultima pesquisa divulgada para as eleições presidenciais de 2010 o governador de SP lidera ainda com folga, caindo de 38% para 34%, Dilma caiu, de 18% para 14%, Ciro Gomes subiu, de 12% para 14%, Heloísa Helena subiu, de 8% para 10%, e Marina Silva, que pela primeira vez aparece nas enquetes, já começa com 6%.

Capitaneado por Quércia, o grupo do PMDB que apóia a candidatura de Serra à Presidência explicitou ontem o racha do partido ao procurar o presidente da Câmara, Michel Temer, e pressiona-lo a não antecipar a entrada do partido na ''canoa furada'' que provavelmente será a aliança com a ministra Dilma em 2010.

''Se lixando'' para a opinião publica, ontem a Câmara aprovou, em segundo turno, por 380 votos a 29, com duas abstenções, a Proposta de Emenda Constitucional que cria cerca de 7,7 mil vagas de vereadores no país.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Dilma classifica-o como refugiado e Celso Amorim diz que ele é um "abrigado", porem o fato é que o presidente deposto de Honduras, Manoel Zelaya, faz na embaixada brasileira em Tegucigalpa o mesmo que muitos gringos fazem quando chegam ao Brasil, usa, abusa e prejudica a imagem do país acreditando que aqui é uma ''terra sem lei'' na qual tudo é permitido e nada é proibido.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário