R.B. 18/SET/09 ''No centro da economia mundial''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"No centro da economia mundial"

São Paulo, 18 de setembro de 2009 (SEXTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve seguir em queda, ainda em um ''saudável'' movimento de realização de lucros recentes, porem deve-se ressaltar que a tendência ainda é de alta, no longo prazo diante das boas perspectivas para a economia brasileira e no curto prazo diante da possibilidade de elevação da ''nota'' do país para grau de investimentos pela Moody's.
- O DÓLAR pode voltar a subir, acompanhando a realização de lucros na Bovespa, porem deve-se ressaltar que a tendência permanece sendo de queda, diante da manutenção do fluxo positivo de recursos externos.

ONTEM
- BOVESPA -0,3%, abriu ''de lado'', para na máxima avançar 0,9%, porem. realizando lucros após atingir o maior patamar desde JUL/08, passou a cair na parte da tarde, seguindo as perdas das bolsas de NY, porem novamente com ótimo volume de negócios (R$ 6,7bi).
- DÓLAR 0,4% à R$ 1,81, também abriu ''de lado'', para na mínima atingir R$ 1,79, porem passou a subir ainda na parte da manhã, em um ''ajuste técnico'' após acumular baixa de -4,8% no mês e -22,9% no ano, pressionado pelos leilões de compra do BC e pela forte elevação do risco-Brasil (8,6%).
- Na ÁSIA, seguindo o fechamento positivo das bolsas de NY no dia anterior, JAPÃO 1,7%, com destaques de alta para ações de empresas do setor de metais, sob o impulso da alta dos preços dessas commodities, CHINA 2,0%, no maior patamar em 5 semanas, impulsionada por ações de empresas financeiras e petrolíferas e CORÉIA 0,7%, com destaque positivo para a Boosan Heavy Industries & Construction, que disparou 5,9% depois de ganhar um contrato para a construção de uma usina de eletricidade na Arábia Saudita, por US$ 1bi.
- Na EUROPA, em alta pelo terceiro pregão consecutivo e décima vez em 11 dias, INGLATERRA 0,8%, FRANÇA 0,6% e ALEMANHA 0,5%, com destaques de alta para empresas do setor de aviação, como British Airways (5,5%) e easyJet (3,9%), após terem suas recomendações de compra elevadas.
- Nos EUA, revertendo uma abertura positiva, S&P -0,3%, DJ -0,1% e NASDAQ -0,3%, realizando lucros, principalmente em ações dos setores financeiro e de energia, diante de preocupações de que os recentes ganhos possam estar esticados, apesar da última safra de sólidos dados econômicos.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Após ''avisar'' que o Brasil não é mais ''o bar da moda'', já que sua economia está previsível e é possível fazer investimentos de longo prazo no país, Meirelles, presidente do BC, voltou a defender a estratégia adotada pela instituição de acumular e manter reservas elevadas em dólar, ressaltando que o custo para mante-las é muito inferior ao eventual preço que deve ser pago pelos países que foram mais duramente atingidos pela crise financeira.

Com o objetivo de estimular a concorrência entre os bancos e assim reduzir a taxa de juros cobrada dos consumidores e investidores, Meirelles, presidente do BC, ''avisou'' que fará um aperfeiçoamento na metodologia de cálculo dos spreads bancários, dando mais transparência à sua composição para que o cliente possa saber exatamente o que está pagando.

Cada vez mais ''no centro da economia mundial'', segundo dados da conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento em 2008 o Brasil subiu quatro posições e ficou em 10º lugar entre os 20 principais destinos de investimentos estrangeiros e, segundo projeções da Sociedade Brasileira de Estudos de Empresas Transnacionais e da Globalização Econômica, até 2011 o país será o 4º colocado neste ranking.

Dando mais um ''sólido sinal'' de recuperação da economia interna, diante da queda do desemprego, do aumento da renda, do controle da inflação e também da redução da taxa de juros, em SET/09 o Índice de Confiança do Consumidor de SP ficou em 146,1pts, o que representa uma alta de 4,5% na comparação com AGO/09 e o maior patamar desde ABR/08.

Investindo no que faz de melhor e também influenciado pela crise global, nos 8 primeiros meses de 2009 o Brasil, pela primeira vez nos últimos 31 anos, exportou mais commodities do que produtos manufaturados.

Mostrando-se otimista, Celso Amorim, o chanceler brasileiro, afirmou, durante uma entrevista coletiva com o representante comercial dos EUA, que é possível encerrar a Rodada Doha, iniciada em 2001, até 2010.

- o Banco do Brasil subiu 1,2%, após o governo aumentar de 12,5% para 20% a parcela de seu capital que pode estar em mãos de estrangeiros.
- A Petrobrás caiu -0,1%, mesmo após anunciar que encontrou mais indícios de petróleo no bloco BM-S-7, que fica em águas rasas da bacia de Santos.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Em um raro momento de produtividade e utilidade publica, ontem o Senado aprovou um projeto de lei da Câmara que promete desburocratizar a vida do cidadão brasileiro unificando vários documentos de identificação, como CPF, RG, CNH e passaporte, em um só.

Pressionado pela opinião publica, e obviamente também por Serra, Kassab recuou e decidiu que não vai mais reduzir, de 5 para 4, o número de refeições servidas para as crianças nas 300 creches da capital.

Com o objetivo de ter apoio do tucano nas eleições para o governo de MG, o peemedebista Hélio Costa, ministro das Comunicações de Lula e também cotado para ser vice de Dilma, afirmou que apóia a candidatura de Aécio à sucessão de Lula.
--------------------------------------------------------------------------------

Crítica:

Colocando, sem nenhum ganho para o Brasil, o ''dedo na ferida'', Lula decidiu que usará seu discurso na abertura da Assembléia-Geral da ONU, que será em NY no próximo dia 23, para criticar o embargo econômico imposto pelos EUA a Cuba, que ele considera "anacrônico".
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário