R.B. 21/MAI/09 ''Uma orgia com o Lobo Mau''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Uma orgia com o Lobo Mau"

São Paulo, 21 de maio de 2009 (QUINTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve cair, realizando lucros após tentar por 2 dias, sem sucesso, romper a resistência do fechamento acima dos 52.000pts, hoje seguindo a provável piora do ''humor'' nas bolsas de NY, porem ainda com tendência de alta.
- O DÓLAR pode subir, em um ''ajuste técnico'' após 3 dias consecutivos de queda, influenciado pela provável piora do ''humor'' nas bolsas mundiais, porem deve-se ressaltar que a manutenção do fluxo positivo de recursos externos faz com que a tendência permaneça de queda.

ONTEM
- BOVESPA -0,2%, abriu em alta, para na máxima avançar 2,4% e atingir os 52.579pts, porem mais uma vez perdeu forças na parte da tarde e, acompanhando a piora do ''humor'' nas bolsas de NY, passou a cair nos momentos finais do pregão.
- DÓLAR -0,4% à R$ 3,03, já abriu em queda e, seguindo o forte fluxo positivo de recursos externos, manteve a trajetória negativa ao longo de todo pregão, para fechar no menor patamar desde OUT/08, também influenciado pelo recuo do risco-Brasil (-1,9%).
- Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO 0,6%, com destaques de alta para as ações dos conglomerados de exportação (tradings) e de outras empresas ligadas às matérias-primas, CHINA -0,9%, realizando lucros, principalmente entre siderúrgicas e empresas produtoras de alumínio, após atingir, na véspera, o melhor resultado em mais de 9 meses e CORÉIA 0,5%, sustentada por um pesado volume de compras por parte dos investidores estrangeiros, que impulsionou as ações das empresas de tecnologia ampliaram.
- Na EUROPA, sem uma tendência única, INGLATERRA -0,3%, realizando lucros recentes e com destaque negativo para as ações da Vodafone (-2,9%), já que teve sua recomendação de compra rebaixada, FRANÇA 0,9% e ALEMANHA 1,6%, acompanhando a abertura positiva das bolsas de NY e impulsionadas pelo avanço dos papéis de empresas do setor aéreo, como a Air France-KLM (11,4%), que divulgou um prejuízo operacional menor do que as expectativas de analistas.
- Nos EUA, mais uma vez revertendo uma abertura positiva, S&P -0,5%, DJ -0,6% e NASDAQ -0,4%, afetadas pela piora, de -1,3% para -2,0%, das ''apostas'' mais negativas para o desempenho do PIB pelo Fed (''BC" local) e com destaque negativo para as ações da HP (-5,2%), após anunciar uma queda de -17% de seu lucro trimestral.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Alertando algo que o Brasil ainda não sentiu na pratica, segundo os economistas reunidos na Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento, os países em desenvolvimento, que pouco sentiram a queda nos investimentos estrangeiros diretos no ano passado, sofrerão inevitavelmente os resultados dessa tendência em 2009 devido (1) a menor capacidade que as empresas têm de investir, devido ao acesso limitado ao financiamento e (2) a vulnerabilidade de alguns desses países, com sistemas financeiros frágeis ou dependentes fortemente das exportações.

Indicando que o governo Federal está no ''caminho certo'' ao reduzir a Selic, cortar impostos e acelerar as obras do PAC, segundo economistas e analistas fiscais reunidos no fórum União Europeia, América Latina e Caribe, as políticas públicas, acompanhadas por estratégias monetárias que garantam o financiamento normal do sistema, são uma ferramenta fundamental para enfrentar a crise global e atender as necessidades dos setores mais prejudicados.

Confirmando que ''o Brasil é a bola da vez'', nos 15 primeiros dias de MAI/09 o fluxo cambial, que mede a entrada e saída de dólares no país, ficou positivo em US$ 2,1bi, o que representa o melhor desempenho quinzenal desde SET/08, quando houve o agravamento da atual crise financeira internacional.

Dando mais um forte sinal de que a inflação está controlada e que o Copom pode seguir cortando a Selic, o IGP-M de MAI/09 apontou deflação de -0,14%, acumulando com isto uma alta de 3,48% nos últimos 12 meses.

Acreditando ser possível ampliar, de US$ 1bi para US$ 10bi por ano, o comercio entre Brasil e Turquia, Lula afirmou, diretamente de Istambul, que as áreas com potencial de crescimento de exportações para este país são as indústrias aeronáutica, de maquinário agrícola e de alimentos.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Como a oposição, que não se cansa de fazer CPIs, tem ''medo'' de brecar e até de questionar qualquer programa ou proposta social do governo Lula, ontem foi aprovado Câmara dos Deputados, com muita facilidade, a medida provisória que cria o programa habitacional Minha casa, Minha Vida, do governo federal.

Mostrando que a CPI da Petrobrás, alem de paralisar os ''trabalhos'' legislativos, pode dar muito ''pano para manga'', o Tribunal de Contas da União já tem indícios de superfaturamento de pelo menos R$ 230mi em contratos da estatal.

Com o objetivo de colocar os senadores ACM Junior ou Álvaro Dias na presidência da CPI da Petrobrás, o PSDB decidiu obstruir as votações no plenário do Senado para protestar contra ações da base aliada governista que teriam como objetivo enfraquecer a referida comissão.

Como agora tem ''medo'' de depender apenas de Dilma e ainda ''sonha'' com Aécio Neves, o PMDB, também diante da constatação entre os líderes da base aliada de que não há consenso para levar a reforma política adiante, quer reduzir de um 1 para 6 meses o prazo mínimo de filiação partidária para concorrer às eleições de 2010.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Apesar de não ter tomado conta do ''vovozinha'' que, causando a crise dos ''títulos podres'', hipotecou sua casa, financiou um carro grande para a netinha e fez ''uma orgia com o Lobo Mau'', Mary Schapiro, presidente da SEC (a ''CVM'' norte-americana), afirmou que é contra o plano da Casa Branca de criar uma nova comissão reguladora para proteger os consumidores de produtos financeiros.

Ao mesmo tempo em que manda soltar políticos e banqueiros pegos com a ''boca na botija'', ontem, Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal e primo de Collor, negou um habeas corpus a uma mulher que foi condenada a dois anos de prisão por ter furtado 2 caixas de chiclete.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário