R.B. 31/MAR/09 ''Em nome de moral e dos bons costumes''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Em nome de moral e dos bons costumes"

São Paulo, 31 de março de 2009 (TERÇA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve subir, retomando sua trajetória ascendente após 2 pregões consecutivos de queda, acompanhando a provável melhora do ''humor'' nas bolsas mundiais, principalmente na ''matriz'' em NY, e também influenciada pelas boas perspectivas para a reunião do G-20, que acontecerá na quinta-feira em Londres.
- O DÓLAR deve cair, para ampliar o pequeno recuo acumulado em MAR/09 (-1,6%), diante da gradativa constatação de que, devido ao baixíssimo patamar da taxa de juros dos EUA (0,25%), que aliás irá permanecer baixo por um bom tempo, aplicações em títulos públicos na terra de Obama poderão ter até rendimento negativo, principalmente por causa da inflação.

ONTEM
- BOVESPA -3,0%, já abriu em queda e, acompanhando o ''humor negativo'' das bolsas de NY, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, com baixo volume de negócios (R$ 3,6bi), também influenciada negativamente pela redução das expectativas de crescimento da economia brasileira em 2009.
- DÓLAR 1,7% à R$ 2,33, já abriu em alta e, acompanhando a piora do ''humor'' na Bovespa, manteve a trajetória positiva ao longo de todo pregão, também influenciado pela elevação do risco-Brasil (2,9%).
- Na ÁSIA, JAPÃO -4,5%, a terceira pior queda de pontos em 2009, em um movimento de realização de lucros acelerado pela desvalorização da moeda local (o iene) frente ao dólar, que por sua vez causou perdas em ações de empresas exportadoras, como Toyota (-3,7%), Honda (-6,7%) e Nippon Steel (-5,6%), CHINA -0,7%, com destaques de queda para Baoshan Iron & Steel (-2,5%), após anunciar queda de 49% no lucro líquido no ano passado e CORÉIA -3,2%, com destaques de queda para papéis do setor financeiro, como Shinhan Financial Group (-9,1%) e KB Financial Group (-6,6%).
- Na EUROPA, aprofundando as perdas iniciais e realizando lucros diante da abertura negativa das bolsas de NY, INGLATERRA -3,5%, FRANÇA 4,3% e ALEMANHA -5,1%, com destaques de queda para ações de bancos, como Deutsche (-11,9%) e Santander (-7,5%), pressionadas pelo ''retorno dos receios'' dos investidores com a saúde desta instituições, diante dos ''rumores'' de que os líderes do G-20 devem reiterar a promessa de evitar o protecionismo e retomar as discussões globais sobre comércio, porem não devem trazer novidades sobre mais medidas de estímulo econômico para lidar com a crise.
- Nos EUA, após Obama passar um ''pito'' nos banqueiros que, poucas semanas depois de receberem bilhões de dólares do governo, já falavam em ter lucros em 2009, S&P -3,5%, DJ -3,3% e NASDAQ -2,8%, também influenciadas negativamente pela firmeza da Casa Branca em relação às montadoras americanas GM e Chrysler, que tiveram seus planos de reestruturação praticamente rejeitados e receberam novos ultimatos para receberem mais socorro.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

''Em nome de moral e dos bons costumes'', Lula ''mandou avisar'' que, durante a reunião do G-20, que começa nesta sexta-feira em Londres, defenderá (1) a extinção dos paraísos fiscais, ressaltando que eles são uma maneira de escapar à regulação do sistema financeiro internacional, (2) uma maior coordenação internacional com vistas ao fortalecimento da regulação e supervisão de todas as áreas, produtos e instituições financeiras, (3) que organismos multilaterais como o FMI sejam "democratizados", dando mais voz e participação aos países emergentes e em desenvolvimento e (4) soluções para impedir o protecionismo e promover a retomada do dinamismo do comércio internacional.

Após ''apostar'' que a economia brasileira cresceria 4% em 2009 e posteriormente ''garantir'' que 2% era ''barbada'', Mantega, o ''falastrão'' ministro da Fazenda brasileiro, afirmou, logo após confirmar a prorrogação da desoneração do IPI para veículos e a redução do mesmo imposto para uma série de materiais de construção, que ficará "satisfeito" se o PIB apresentar qualquer crescimento em 2009, ressaltando que isto permitirá manter as conquistas sociais dos últimos anos.

Corroborando com o opinião de que o Brasil sairá ''maior e mais forte'' da atual crise financeira mundial, Jim O'Neill, economista-chefe do banco de investimentos Goldman Sachs e criador com conceito Bric (Brasil, Rússia, Índia e China), afirmou que a aceleração das mudanças na economia global garantirão a estes países um lugar de destaque entre as potências mundiais já em 2020.

Dando seqüência ao projeto de transformar o Brasil no maior produtor de energia renovável do mundo, o governo federal fará um leilão específico para contratar energia de empreendimentos eólicos no dia 25/NOV/09, com o objetivo de incentivar a construção dessas centrais, já que, em leilões conjuntos com hidrelétricas e termelétricas, este empreendimentos eólicos não conseguem vender energia por ela ainda ser muito mais cara.

Apresentando mais um ''ótimo motivo'' para o Copom seguir cortando a Selic, o IGP-M de MAR/09 apontou deflação de -0,74%, resultado abaixo das ''apostas do mercado'' (-0,35%) e também muito aquém do anterior (0,26%).

- A CSN caiu -2,8%, após anunciar que em 2008 seu lucro líquido praticamente dobrou na comparação com 2007, atingindo a casa dos R$ 5,8bi.
- A Sadia subiu 1,7%, diante da retomada dos ''rumores'' de fusão com a Perdigão, mesmo após a empresa anunciar seu primeiro prejuízo líquido em 64 anos de sua história, com perdas de R$ -2,5bi causadas pelas ''brincadeirinhas'' da empresa no mercado cambial.
-------------------------------------------------------------------------------
Política:

Apresentando uma queda causada pela piora das condições econômicas, porem ainda em patamares muito elevados, principalmente se comparados à FHC cuja aprovação máxima chegou a 62,3% em JUN/01, atualmente o governo Lula é aprovado por ''apenas'' 76,2% dos brasileiros, contra 84,0% em JAN/09.

Confirmando mais uma vez a incoerência de uma corte de se apressa para inocentar banqueiros e empresários, mas que demora uma eternidade para julgar políticos, Joaquim Barbosa, ministro do Supremo Tribunal Federal, descartou a possibilidade de o processo do mensalão ser julgado até 2010, ano de eleições presidenciais.

Jogando uma ''pá de cal'' nas pretensões de Aécio de ser o candidato tucano nas eleições presidenciais de 2010, segundo a ultima pesquisa divulgada Serra continua sendo o único nome do PSDB capaz de derrotar um candidato da base governista, seja ele Dilma ou Ciro Gomes.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Mostrando como é ''dura e estressante'' a vida dos grandes executivos das empresas norte-americanas que estão à beira da falência, o ''brilhante'' Rick Wagoner, ex-presidente e executivo-chefe da montadora GM, receberá a ''ninharia'' de US$ 20mi em indenizações pelos ''maravilhosos'' 8 anos que esteve à frente da empresa.

Provando que a grande maioria dos consumidores não gostam de ser importunados por ligações indesejadas, que aliás na maioria das vezes acabam ''queimando o filme'' da empresa, mais de 25 mil pessoas já pediram o bloqueio de ligações de telemarketing à Fundação Procon-SP desde a última sexta-feira, quando, por determinação do ''corajoso'' governador de SP, o serviço passou a ser oferecido no seguinte site ( http://www.procon.sp.gov.br/BloqueioTelef/ ).
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário