R.B. 16/JAN/09 "Cara feia"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Cara feia"

São Paulo, 16 de janeiro de 2009 (SEXTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode subir, mantendo o movimento ascendente iniciado no pregão anterior, que foi causado pelas perspectivas positivas para a próxima semana, quando Obama será empossado como novo presidente dos EUA e o Copom brasileiro cortará a taxa básica de juros em ao menos -0,5%.
- O DÓLAR deve cair, retomando sua trajetória após 4 pregões consecutivos de alta e ''ajustando-se'' a melhora do ''humor'' ´nas bolsas mundiais após o fechamento do mercado cambial de ontem.

ONTEM
- BOVESPA 3,1%, abriu em queda, para na mínimar recuar -3,0%, porem, em um pregão marcado pela forte volatilidade, fechou na máxima do dia, acompanhando a recuperação das bolsas de NY, beneficiadas pela perspectiva de mais ajuda governamental para os bancos.
- DÓLAR -1,1% à R$ 2,38, já abriu em alta e, acompanhando a abertura negativa das bolsas mundiais, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, apesar dos leilões de venda do BC e do recuo do risco-Brasil (-1,1%).
- Na ÁSIA, seguindo as perdas de NY no dia anterior, JAPÃO -4,9%, abaixo dos 8.000pts pela primeira vez em mais de 1 mês, prejudicada pela valorização da moeda loca (o iene), que afetou as exportadoras, e pela divulgação de dados fracos sobre a encomenda de maquinários, CHINA -0,6%, com destaques de queda para as ações das companhias financeiras e CORÉIA -6,0%, com destaques de queda para ações de empresas de tecnologia, como Samsung (-6,1%) e LG (-7,2%), diante da ampliação dos temores em relação aos seus balanços depois das ''previsões sombrias'' divulgadas por suas concorrentes globais.
- Na EUROPA, seguindo a abertura negativa das bolsas de NY, mesmo após o BC Europeu cortar a taxa de juros para 2,0%, o menor patamar desde 2003, INGLATERRA -1,4%, FRANÇA -1,8% e ALEMANHA -1,9%, ainda pressionadas pelos temores sobre a saúde da economia, que pesaram principalmente nas ações do setor bancário, como HSBC (-7,0%), Deutsche Bank (-6,1%) e Barclays (-8,2%).
- Nos EUA, revertendo uma abertura negativa, causada pela divulgação de novos resultados ruins no setor bancário, S&P 0,1%, DJ 0,2% e NASDAQ 1,5%, em um movimento de ''caça por barganhas'' após as perdas recentes e diante das ''apostas'' deque Obama lançará um novo pacote de ajuda à economia.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Fazendo uma ''aposta'' que contraria o perfil da autoridade monetária brasileira, o Banco britânico Barclays, ressaltando que a crise financeira internacional e a queda dos preços das commodities propiciou uma menor pressão inflacionária, ''avisou'' que não pode ser descartada a possibilidade da Selic fechar o ano de 2009 abaixo dos 10% no Brasil.

Cada vez mais se parecida com um partido político, já que alem de fazer oposição ao governo seu presidente é pré-candidato ao governo de SP, a FIESP ''avisou'' que na próxima semana vai se concentrar no ataque aos juros, tanto a Selic quanto o spread cobrado pelos bancos.

Como fruto do elevado patamar da taxa de juros, do crescente endividamento por parte da população em prazos mais longos e da redução da renda do trabalhador, em 2008 a inadimplência dos consumidores apresentou crescimento de 8% na comparação com 2007, o que representa a maior alta desde 2006.

Dando mais uma sinal de que a inflação está ''110% controlada'', o IGP-10 de JAN/09 apontou deflação de -0,85% o que, alem de ser a maior desde o início da série histórica do indicador (SET/93), ficou bem abaixo das ''apostas do mercado'' (0,51%).

- A Cosan subiu 1,4%, após anunciar que na safra 08/09 sua produção de açúcar cresceu 3,8% e sua produção de etanol avançou 16,4%.
- A Localiza subiu 1,7%, apesar do anuncio de que em DEZ/08 as vendas de veículos usados caíram -11% na comparação com NOV/08.
- A Ambev caiu -1,0%, após anunciar que em DEZ/08 perdeu -0,2% de participação no mercado brasileiro de cervejas na comparação com NOV/08.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Apenas 4 anos depois de criticarem duramente o governo Lula pela compra do Airbus presidencial, integrantes do comando do PSDB se esquivaram de comentar a decisão da governadora do Rio Grande do Sul, a tucana Yeda Crusius, de também adquirir um jato para vôos internacionais.

Segundo Ricardo Kotscho, ex-assessor de imprensa de Lula, o petista não fará ''cara feia'' se Serra for eleito o próximo presidente, já que o tucano, além de ser seu amigo, têm uma trajetória política bastante semelhante a sua, vindo da esquerda que comandou a resistência ao regime militar e agora caminhando para o centro.

Confirmando que, diferentemente do que pensa a ''elite do Brasil'', o brasileiro sabe votar, segundo uma recente pesquisa mais de 80% dos eleitores declararam ter levado em conta, na definição de seus votos, aspectos relativos à idoneidade do candidato.

Com o judiciário mais uma vez ''metendo o bedelho'' no legislativo, ontem, quase um 1 depois de terem sido afastados dos cargos por decisão judicial, os deputados acusados de envolvimento no desvio de recursos da Assembléia Legislativa estadual de Alagoas voltaram a ocupar suas cadeiras por decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal, o ministro Gilmar Mendes.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Mostrando que, como a ONU perdeu ''moral'' e o mundo está sem liderança, as coisas podem ficar cada dia piores, em um único dia Israel, causando a reação negativa até dos EUA, disparou contra um depósito da ONU com toneladas de alimentos e assassinou, com um ataque aéreo, o ministro do Interior do Hamas.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário