R.B. 9/DEZ/08 "Cabeça dura"

São Paulo, 9 de dezembro de 2008 (TERÇA-FEIRA).

--------------------------------------------------------------------------------

Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode cair, realizando lucros após a forte valorização do pregão anterior, porem deve-se ressaltar que a tendência ainda é de alta, principalmente diante das ''apostas'' de que o Copom reduzirá a taxa básica de juros na reunião que começa hoje e termina amanhã.
- O DÓLAR deve cair, ''ajustando-se'' a melhora do ''humor'' da bolsa brasileira após o fechamento do mercado cambial de ontem e diante dos novos sinais de que a economia brasileira sairá fortalecida da atual crise financeira mundial.

ONTEM
- BOVESPA 8,3%, já abriu em alta e, seguindo a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, manteve a trajetória positiva ao longo de todo pregão, com um volume de negócios (R$ 4,8bi) superior à média das ultimas semanas, também influenciada pela valorização dos preços das commodities.
- DÓLAR 0,9% à R$ 2,50, abriu em queda, para na mínima recuar -2,6%, porem, apesar da forte baixa do risco-Brasil (8,0%), passou a subir na ultima hora do pregão, diante da ''tímida'' intervenção do BC na ponta vendedora.
- Na ÁSIA, ''apostando'' em um novo pacote de estimulo à economia dos EUA, JAPÃO 5,2%, com destaques de alta para ações das seguradoras que não fazem cobertura de vida, como Tókio Marine Holdings (8,9%) e Mitsui Sumitomo Insurance Group (10,0%), diante das ''apostas'' de que as 3 Grandes montadoras dos EUA recebam ajuda federal, CHINA 3,6%, a quarta alta consecutiva, ainda influenciada pelas esperanças de que o governo local adotará novas medidas de estímulo econômico e CORÉIA 7,5%, com destaques de alta para as siderúrgicas Posco (6,5%) e Hyundai Steel (12,8%).
- Na EUROPA, impulsionadas pela esperança de que os esforços de estímulos vão impedir uma profunda e duradoura recessão em ambos os lados do Atlântico, INGLATERRA 6,2%, FRANÇA 8,7% e ALEMANHA 7,6%, impulsionadas principalmente por ações de empresas do setor de recursos básicos, como a siderúrgica ArcelorMitttal (17,8%), a mineradora Anglo American (15,6%) e a companhia de petróleo e gás natural BG Group (9,1%), amplamente vistos como um indicador da saúde da economia global.
- Nos EUA, ''animadas'' com a ''promessa'' de Obama de lançar um pacote de estímulo à economia que prevê investimentos de até US$ 500bi na infra-estrutura, S&P 3,8%, DJ 3,5% e NASDAQ 4,1%, também beneficiadas pelos ''rumores'' de que o Congresso está próximo de um acordo para socorrer a indústria automobilística.

--------------------------------------------------------------------------------

Economia:

Cada dia mais otimista, Lula afirmou que este Natal será talvez o melhor dos 6 anos em que está no governo e, alem de ''prometer'' fazer o possível para que as empresas brasileiras produzam e gerem empregos, ''garantiu'' que a crise financeira internacional será "coisa do passado" em 2010.

Corroborando com a tese de que o Brasil, diante de suas reservas, do seu mercado interno e do controle da inflação, sairá fortalecido da atual crise financeira global, a prestigiada consultoria britânica CEBR ''aposta'' que já no próximo ano a economia brasileira subirá da décima para a oitava posição no ranking das maiores economias do mundo, ultrapassando os PIBs de Espanha e Canadá.

Desdenhando a crise econômica mundial, (1) segundo uma pesquisa feita com as 1.205 maiores empresas de SP, 36% estão confiantes na economia brasileira, 17% estão satisfeitos, 13% estão otimistas e apenas 23% estão pessimistas e (2) em NOV/08 o Índice Nacional de Confiança ficou em 140pts, valor acima do apurado em NOV/07 (134pts).

Confirmando que a inflação está controlada e que o Copom só não corta a taxa básica de juros na reunião desta semana se for muito ''cabeça dura'', (1) o IGP-DI de NOV/08 ficou em 0,07%, resultado abaixo das ''apostas do mercado'' (0,20%) e muito inferior aos 1,09% apurados em OUT/08 e (2) o IPC da primeira quadrissemana de DEZ/08 ficou em 0,28%, resultado abaixo do anterior (0,54%) e também aquém das ''apostas do mercado'' (0,30%).

Acreditando que existe uma boa possibilidade de acordo, Pascal Lamy, diretor-geral da OMC, tenta marcar uma reunião ministerial entre os dias 17 e 19/DEZ/08 para que, como um sinal de unidade perante a crise financeira mundial, a Rodada Doha termine ainda este ano.

- A Vale subiu 10,2%, mesmo após anunciar que suspendeu as operações de 2 unidades no porto de Tubarão, citando a contração sem precedentes da demanda global por minério de ferro.
- O Pão de Açúcar subiu 0,3%, após anunciar a convocação de uma assembléia de acionistas para mudar seu objeto social, de modo a incluir atividades de administração de cartões vale-alimentação, refeição, farmácia, combustível, transporte e outros cartões.
- O Banco do Brasil subiu 9,1%, já que convocou seus acionistas para aprovarem a aquisição do banco estadual Nossa Caixa.

--------------------------------------------------------------------------------

Política:

Afinando o discurso para tentar voltar ao poder em 2010, em nota conjunta os partidos de oposição PSDB, DEM e PPS rebateram às críticas do PT à suposta responsabilidade do governo FHC, que pregava o neoliberalismo com a mínima interferência do Estado na economia, pelos efeitos da crise econômica mundial no Brasil.

Com os parlamentares se ocupando de assuntos que deveriam ser apurados pela policia e pela justiça, ontem, com o aval do petista Arlindo Chinalgia, presidente da Câmara, foram criadas mais 3 CPIs, uma para investigar o desaparecimento de crianças e adolescentes, outra para investigar a dívida pública e uma terceira para apurar os motivos da violência urbana.

Desdenhando da pesquisa que colocou Serra como favorito na disputa pela Presidência da Republica em 2010, Aécio, governador de MG, minimizou a influência de pesquisas na definição do candidato tucano.

Tentando atrair a ''simpatia'' de todas as correntes do PT, ontem Dilma elogiou a ex-colega de governo Marina Silva, que foi titular da pasta de Meio Ambiente e que deixou o governo após vários embates com ministra da Casa Civil.

--------------------------------------------------------------------------------

Crítica:

Com o claro intuito de se tornarem mártires, kuwaitiano Khalid Sheik Mohammed, que disse ter planejado os atentados de 11/SET/01, e 4 outros acusados disseram ontem durante uma audiência prévia de uma corte militar norte-americana, na Baía de Guantánamo, em Cuba, que desejam confessar e se declarar culpados pela participação nos ataques, acusações aliás que são passíveis de pena de morte.

--------------------------------------------------------------------------------

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário