R.B. 5/AGO/20 "Apostando na recuperação da economia tupiniquim"


"Apostando na recuperação da economia tupiniquim"

São Paulo, 5 de agosto de 2020 (TERÇA-FEIRA).


Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, iniciando um movimento de recuperação após recuar por 4 pregões seguidos e fechar a sessão anterior no menor patamar desde 16/JUL/20, influenciada pelo “humor positivo” nas principais bolsas mundiais, pela valorização das commodities e pelas “apostas” de novo corte da taxa básica de juros tupiniquim na reunião do Copom que termina hoje  e (2) o DÓLAR pode voltar a cair, acompanhando a esperada melhora do “humor” na bolsa brasileira e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -1,6% (aos 101.216pts), dissociada do exterior, apesar de respeita o “suporte” dos 100.000pts, com destaques de queda para Itaú (-5,8%), Cogna (-5,7%), CVC (-5,4%) e Cielo (-5,0%), após divulgarem balanços com lucros declinantes em razão da inútil e criminosa quarentena do coronavírus e (2) o DÓLAR caiu 0,5% à R$ 5,28, após mais uma sessão volátil na qual acabou prevalecendo a trajetória internacional da moeda norte-americana e os relatos de fluxo de entrada de capital externo.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,7% e China 0,1%, seguindo o movimento ascendente das bolsas de NY no dia anterior e com destaques de alta para as do setor de ações de tecnologia, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,1%, França 0,3% e Alemanha 0,3%, sustentadas pela divulgação de indicadores econômicas que reforçaram a tese de que a recuperação da economia global já está em curso e (3) dos EUA, com o NASDAQ batendo mais um recorde histórico de alta, após um pregão com boa volatilidade, S&P 0,4%, DJ 0,6% e NASDAQ 0,3%, com destaques de alta para as ações do setor de energia, como ExxonMobil (2,9%) e ConocoPhillips (2,5%), beneficiadas pelo anúncio de que em JUN/20 as encomendas à indústria subiram 6,2% na comparação com MAI/20, superando as “apostas do mercado” (4,9%).

Mostrando que, comparado com países parecidos, o Brasil até que não está com sua taxa básica de juros muito baixa (2,25% ao ano), ontem o BC da Austrália manteve seu juro básico na mínima histórica de 0,25% pelo quinto mês consecutivo.

Hoje termina a reunião do Copom e, com cerca de 80% do “mercado apostando” em um corte de -0,25% na taxa básica de juros (de 2,25% para 2,00% ao ano), a dúvida é se a autoridade monetária tupiniquim sinalizará que o ciclo de baixa acabou ou se ele continuará.

Para eliminar uma distorção que beneficia principalmente as classes mais abastadas da população brasileira, o governo Bolsonaro estuda reduzir a alíquota do Imposto de Renda da Pessoa Física, de 27,5% para cerca de 23%, em troca do fim das deduções médicas feitas nas declarações anuais de ajuste do IR.

Dando 4 sinais de que o pior da crise causada pela criminosa e inútil quarentena do coronavírus está ficando para trás, (1) em JUN/20 a produção industrial tupiniquim cresceu 8,9% na comparação com MAI/20, (2) segundo dados do CIEE, em JUN/20 o número de vagas de estágio foi quase o dobro do registrado em ABR/20, (3) em JUL/20 foram emplacados no país 31,4% mais automóveis que em JUN/20 e (4) segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico desde o fim de JUL/20 o consumo de energia elétrica no país já vem ultrapassando os volumes verificados no mesmo período de 2019.

Apostando na recuperação da economia tupiniquim” e aproveitando a bonança do setor de ecommerce, a transportadora Braspress, que teve uma alta de 46% nas suas entregas diárias de mercadorias, anunciou que investirá R$ 105 milhões para comprar 235 novos caminhões da Mercedes-Benz.

Ajudando a aumentar os temores com as contas fiscais brasileiras, já muito deterioradas, é cada vez maior a discussão e a pressão dos canalhas e dos populistas em Brasília para a extensão até DEZ/20 do auxílio emergencial de R$ 600,00 para atenuar a crise da inútil e criminosa quarentena do coronavírus.

Segundo Dan Kawa, estrategista e sócio da TAG Investimentos, o aumento do risco fiscal vem ganhando corpo nos últimos dias por conta de “sinais preocupantes" no ambiente político em tentar utilizar a pandemia como “desculpa” ou como um “caminho” mais fácil para aumentar gastos públicos.

Elevando o saldo negativo acumulado nos 7 primeiros meses do ano para R$ -84,9bi, em 31/JUL/20, quando o Ibovespa recuou -2,0% (aos 102.912pts), os investidores estrangeiros retiraram R$ -1,8bi da bolsa tupiniquim, o que representou a maior saída diária desde 15/MAI/20 (R$ -1,8bi).

Melhorando as contas públicas e enxugando o Estado tupiniquim, que não precisa e nem deve ser sócio de uma mineradora, ontem o BNDES vendeu R$ 8,1bi em ações da Vale, retomando assim o processo de redução da carteira de ações do banco, uma das prioridades da gestão Gustavo Montezano.

-    A BP subiu 7,1% na bolsa de Londres, após a petrolífera britânica reportar prejuízo menor que o esperado no segundo trimestre do ano.


Política:

Revelando ou sua falta de caráter ou seu analfabetismo financeiro, o senador Álvaro Dias “comemorou” que amanhã o uma comissão do Senado votará seu projeto de lei que propõe o tabelamento de juros do cartão de crédito e do cheque especial pelos bancos.

Com a ausência dos canalhas Carmen Lucia e Celso de Mello, ontem, abrindo uma brecha para o maior bandido da história do Brasil nunca mais voltar para a cadeia e quiçá até retomar seus direitos políticos, a 2ª Turma do STF, com votos favoráveis dos nefastos Gilmar Mendes e  Ricardo Lewandowski, decidiu que a delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci não poderá ser usada na ação penal contra Lula.

“Estrategicamente ausente” no julgamento que proibiu o uso da delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci na ação penal contra o ex-presidiário Lula, a ministra Cármen Lúcia apareceu uma hora depois em evento virtual de sua posse como substituta no TSE.

Ontem, no mesmo dia que se ausentou de um julgamento para beneficiar Lula, Carmen Lúcia, capacho da organização criminosa petista e ministra do STF, afirmou que a produção de relatórios sobre o comportamento de servidores contrários ao governo Bolsonaro é incompatível com a democracia e deu 48 horas para o Ministério da Justiça esclarecer o caso.

Em defesa da alternância no poder, o PTB entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal para evitar que Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia possam ser reeleitos presidentes do Senado e da Câmara.

A alegada falta de tempo para eventuais alterações nos textos de MPs (medidas provisórias) do presidente Bolsonaro que chegam ao Senado após tramitação na Câmara levou alguns parlamentares a pedirem que o Congresso passe a ter relatoria dupla para as propostas.

Enfraquecendo Augusto Aras, Procurador Geral da República e petista de carteirinha, a decisão do ministro Edson Fachin de revogar o compartilhamento de dados da Lava Jato com a PGR ganhou força no Supremo Tribunal Federal.


Crítica:

Partindo da premissa de que as pessoas que pegaram coronavírus sem perceber é no mínimo 5 vezes maior do que os testados, nós paramos e quebramos o mundo por uma doença que mata menos de 0,1% dos infectados e, só para constar, por volta de 1.500 os portugueses se lançavam ao mar nas Caravelas com 80% de chance de morte.


PAZ, amor e bons negócios;


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário