R.B. 13/AGO/20 "Justa e liberal"


"Justa e liberal"

São Paulo, 13 de agosto de 2020 (QUINTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, para recuperar as perdas acumuladas na semana (-0,6%) e no mês (-0,8%), “aliviada” com a declaração conjunta de Bolsonaro e dos presidentes da Câmara e do Senado defendendo o teto dos gastos e beneficiada pelos sinais de recuperação da economia tupiniquim e (2) o DÓLAR pode cair, devolvendo uma parte da forte alta acumulada no mês (4,5%) e no ano (35,7%), diante da esperada melhora do “humor” na bolsa tupiniquim e dos resultados cada dia mais positivos e promissores da balança comercial brasileira.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,1%, contrariando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e das commodities e prejudicada pela “debandada” de mais 2 ministros liberais do governo Bolsonaro e (2) o DÓLAR subiu 0,7% à R$ 5,45, acompanhando a piora do “humor” na bolsa tupiniquim e influenciado pelos temores de redução do fluxo positivo de recursos externos, mesmo após 2 leilões de venda realizados pelo BC.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, novamente sem uma tendência única, Japão 0,4% e China -0,6%, com investidores monitorando o noticiário sobre a vacina russa contra coronavírus e as negociações no Congresso norte-americano sobre um novo pacote de estímulos fiscais, (2) da EUROPA, Inglaterra 2,0%, França 0,9% e Alemanha 0,9%, animadas pela valorização das commodities, pelos avanços por uma vacina para contra o coronavírus e pela divulgação de dados econômicos melhores do que o esperado e (3) dos EUA, S&P 1,4%, DJ 1,1% e NASDAQ 2,1%, com destaques de alta para as ações do setor de tecnologia, como Apple (3,3%) e Microsoft (2,9%), e com o S&P 500 se aproximando do maior patamar da história, diante das “apostas” de que o pior da criminosa e inútil quarentena do coronavírus ficou para trás e que a economia irá se recuperar fortemente no final do ano.

Ligeiramente “menos pior” do que o esperado (-21,4%), porém mesmo assim registrando a maior contração da sua história e a mais acentuada entre os países desenvolvidos, no segundo trimestre de 2020 o PIB do Reino Unido recuou -20,4%.

Praticamente eliminando a impressão inicial de isolamento de Paulo Guedes, ontem, após o fechamento do pregão, o presidente Bolsonaro e os presidentes da Câmara e do Senado, ao lado de vários ministros, inclusive o da Economia, deram uma declaração conjunta ressaltando o compromisso com as privatizações, com a reforma administrativa, com a reforma tributária e principalmente com a responsabilidade fiscal.

Também reforçando o compromisso com a austeridade fiscal, Waldery Rodrigues, secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, “garantiu” que o governo Bolsonaro não vai trabalhar com proposições que ameacem o teto de gastos e que as medidas estão sendo desenhadas para o seu cumprimento de 2021 em diante.

Carregando o Brasil “nas costas”, o setor agrícola brasileiro, mesmo enfrentado críticas mentirosas dos canalhas da Europa e dos vagabundos da esquerda e da imprensa socialista tupiniquim, (1) projeta fechar 2020 com mais uma safra recorde de grãos, com um volume de 254 milhões de toneladas, o que representará um crescimento de 5% na comparação com o período anterior e (2) atingirá este ano um Valor Bruto da Produção agrícola de R$ 742bi neste ano, batendo mais um recorde histórico e registrando uma alta de 10% em relação a 2019.

Dando novos sinais de recuperação da economia tupiniquim, (1) em JUN/20 as vendas do varejo no país subiram 8,0% na comparação com MAI/20, (2) no primeiro semestre deste ano o faturamento da indústria alimentícia brasileira cresceu 0,8% na comparação com o mesmo período de 2019 e (3) o índice de confiança do consumidor de SP subiu de 77pts em JUN/20 para 79pts em JUL/20, revertendo uma tendência negativa de 4 meses consecutivos de queda.

A permissão, “justa e liberal”, dada pela CVM para que empresas com mais de 50% do faturamento no Brasil tenham BDRs na B3, levará a grande maioria das empresas brasileiras a fazerem IPOs na bolsa de NY, com isto (1) investidores Pessoa Física brasileiros ficarão impedidos de participarem das ofertas públicas da empresas brasileiras, (2) bancos, corretoras e também os assessores de investimentos brasileiro perderão as comissões destas operações e (3) a evasão fiscal será facilitada, com as empresas tupiniquins transferindo suas sedes em paraísos fiscais, deixando de recolher impostos no país.

Aumentando a lista de parceiros comerciais tupiniquins, ontem o Senado chileno aprovou um acordo de livre comércio com o Brasil que complementa um pacto da década de 1990 com o bloco Mercosul e incorpora questões relacionadas a telecomunicações, comércio eletrônico, meio ambiente e PMEs.


Política:

Em desdobramento favorável às contas públicas, que contribuiu para limitar as perdas do Ibovespa em direção ao fim da sessão, a Câmara manteve na tarde de ontem, a partir de acordo costurado com o governo, o veto presidencial à ampliação do Benefício de Prestação Continuada, proposta que se aprovada teria um impacto fiscal negativo de R$ -20bi em 2021.

Ajudando a aumentar as chances de aprovação das reformas, o presidente Bolsonaro decidiu trocar o líder do governo na Câmara e substituir o deputado Vitor Hugo, do PSL, por Ricardo Barros, do PP, que é do centrão e que foi ministro da Saúde no governo Temer.

Preocupando muito cerca de 400 bandidos que se disfarçam de políticos, jornalistas e empresários, a Justiça Federal no RJ homologou ontem o acordo de colaboração premiada do doleiro Dario Messer, considerado o principal intermediário na evasão de divisas do país, que também entregará aos cofres públicos mais de R$ 1bi em troca de ser solto em 2 anos.

Racista, canalha e anarquista, um movimento chamado Coalizão Negra por Direitos entrou com mais um pedido de cassação do presidente Bolsonaro alegando que ele cometeu "crimes de responsabilidade que caracterizam uma política de genocídio".

Confirmando que ou a quarentena e ou isolamento social são inúteis ou ele não faz o que obriga a população a fazer, Doria, governador canalha e vagabundo de SP, anunciou ontem que está com coronavírus.

Após ser expulso do DEM por criticar Doria,  arrumar dezenas de tretas com os bolsonaristas e seguir batendo na esquerda, o deputado estadual Arthur do Val, também conhecido como "Mamãe Falei", é pré-candidato à prefeito de SP pelo Patriota.


Crítica:

Mostrando que os EUA também quem juiz vagabundo, idiota, canalha e socialista, o Uber “avisou” que será forçado a encerrar suas operações na Califórnia se uma decisão judicial que a impede de classificar seus motoristas como terceirizados entrar em vigor.


PAZ, amor e bons negócios;


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário