R.B. 8/JUN/20 "Os gringos finalmente pagando o pato"


"Os gringos finalmente pagando o pato"

 São Paulo, 8 de junho de 2020 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, realizando lucros após 6 pregões seguidos de fortes altas, influenciada pelo recuo das commodities, pela retração das principais bolsas mundiais e reagindo negativamente aos protestos racistas e contra o governo Bolsonaro convocados pelas linhas auxiliares da organização criminosa petista e (2) o DÓLAR pode subir, em um “ajuste técnico” registrar na semana passada a maior baixa semanal em 12 anos (-6,5% na semana passada, seguindo a esperada piora do “humor” na bolsa brasileira e também acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,9% (aos 94.637pts), para reduzir mais uma parte das perdas ainda acumuladas no ano (-18,2%), acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais e cada dia mais deixando para trás os dados de retrovisor e “focando no futuro”, em mais um pregão com ótimo volume de negócios (R$ 38,4bi) e (2) o DÓLAR caiu -2,7% à R$ 4,99, para fechar o dia abaixo dos R$ 5,00 pela primeira vez desde 26/MAR/29, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pela esperada melhora do “humor” na bolsa tupiniquim.

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,7% e China 0,4%, diante da avaliação de que novos estímulos monetários e fiscais reforçaram expectativas de recuperação da economia global após o choque do coronavírus, (2) da EUROPA, recuperando as perdas do pregão anterior, Inglaterra 2,2%, França 3,7% e Alemanha 3,4%, acompanhando a forte alta das bolsas de NY e (3) dos EUA, S&P 2,6%, DJ 3,1% e NASDAQ 2,1%, com destaques de alta para as ações das empresas dos setores de energia, financeiro e industrial, após o relatório de empregos do país mostrar criação de postos de trabalho em ABR/20, ao contrário da retração que previam analistas.

Diante da divulgação de que em MAI/20 a economia dos EUA criou 2,5 milhões de novas vagas de trabalho, surpreendendo positivamente o “mercado que apostava” em -8 milhões, é cada vez maior a perspectiva de recuperação global em V no pós-pandemia.

Com o otimismo de quem, para o desespero dos terroristas, dos racistas, das feministas e dos socialistas, deve se reeleger facilmente, Trump, presidente dos EUA e CPT do mundo, “avisou” que a economia norte-americana vai se recuperar "como um foguete".

Mostrando coragem para dizer a verdade, Câmara Americana de Comércio (Amcham) divulgou um relatório alertando que a provável reeleição de Trump à Presidência dos EUA favorecerá um acordo comercial mais amplo com o Brasil, representado uma continuidade da agenda de aproximação já em curso.

Apresentando novos “frutos podres” da criminosa e desastrosa quarentena do coronavírus, (1) 47% das indústrias brasileiras já suspenderem contratos de emprego de seus funcionários ou reduziram os salários, (2) na comparação entre ABR/19 e em ABR/20 -8,6 milhões de brasileiros deixaram de trabalhar em empregos formais e informais e (2) em MAI/20 a produção e veículos no país foi -90,8% menor do que em MAI/19.

Com “os gringos finalmente pagando o pato”, diante da redução da percepção de risco, cada dia mais o investidor estrangeiro volta a olhar os ativos brasileiros, ainda que muitos fatores de incerteza permaneçam no horizonte, e com isto o fluxo de recursos externos na bolsa tupiniquim ficou positivo em R$ 1,8bi nos 3 primeiros pregões de JUN/20.

“Apostando” que o pior já passou, Walter Maciel, presidente da gestora AZ Quest, afirmou que a perspectiva é de que a China, os EUA e a Europa voltarão a crescer e seguirão comprando cada dia mais minério de ferro e alimentos do Brasil, o que fara começar a sobrar dólar no sistema.

-    A Petrobras subiu 3,1%, beneficiada pela decisão do cartel da Opep de estender corte na oferta de petróleo até o fim de JUL/20.


Política:

Com boas chances de tirar um peso das costas do presidente, amanhã o Tribunal Superior Eleitoral vai retomar o julgamento de duas ações, propostas respectivamente por Boulos e Marina Silva, que acusam o presidente Bolsonaro de ataques cibernéticos durante a campanha eleitoral de 2018 e pendem a cassação de sua chapa.

Cobrando uma ação mais radical e contundente do presidente, Olavo de Carvalho afirmou, em um vídeo divulgado no último sábado, que Bolsonaro está sendo “inativo e covarde” ao ver bandidos cometendo crimes em flagrante e, aconselhado por generais covardes e vendidos, não fazer nada contra.

Ensinado para o presidente Bolsonaro como a organização criminosa petista, e suas linhas auxiliares, aniquilam e infernizam a vida de seus adversários mesmo quando eles já parecem derrotados, a OAB está se preparando para impedir que Sergio Moro se habilite na Ordem para advogar.

Historicamente linha auxiliar da organização criminosa petista, mas que atualmente se aproximava do governo Bolsonaro, o nefasto deputado Federal Paulinho da Força, dono do partido de aluguel Solidariedade, foi condenado pelo STF a 10 anos e 2 meses de prisão por roubar dinheiro público do BNDES.

Bandido, até outrora pouco conhecido, Wilson Witzel, governador do RJ que se aproveitou do coronavírus para roubar dinheiro público em compras bilionárias sem licitações, começa esta semana tentando barrar o avanço de um processo de impeachment contra ele na Assembleia Legislativa do Estado do RJ, que por sua vez é um antro de corrupção.

Juntando racistas, anarquistas, feministas e principalmente antidemocráticos, ontem ocorreram protestos, violentos e financiados com o que restou da mortadela rapinada pelo PT, contra o governo Bolsonaro em 11 cidades brasileiras.


Crítica:

A decisão do governo federal de recontar os mortos de coronavírus, separando quem morreu com coronavírus de quem morreu de coronavírus, parece uma medida correta e justa e isto se reforça com a reação contrária da oposição e principalmente da nefasta e canalha imprensa socialista tupiniquim.

Socialista de carteirinha, que obviamente deve estar vibrando com a retirada de direitos individuais, o Papa Francisco fez ontem um discurso pedido para as pessoas seguirem presas em casa, evitarem contatos sociais e não comemorarem vitória sobre coronavírus muito cedo.


PAZ, amor e bons negócios;


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário