R.B. 13/FEV/20 "Aclamado pelos canalhas, pelos vagabundos e pelos socialistas"



"Aclamado pelos canalhas, pelos vagabundos e pelos socialistas"

São Paulo, 13 de fevereiro de 2020 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, influenciada pela piora do “humor” nas principais bolsas mundiais e pelo recuo das commodities, causados por um salto no número de novos casos de coronavírus na província chinesa de Hubei, onde o surto teve origem e (2) o DÓLAR pode subir, agora rumo aos R$ 4,40, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e também impulsionado pelo surgimento de “apostas” de novos cortes da taxa básica de juros tupiniquim.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,1%, para passar a acumular alta de 0,9% no ano, impulsionada pela redução dos temores com o coronavírus, pela melhora das perspectivas para a economia tupiniquim e pela recuperação dos preços das commodities e (2) o DÓLAR subiu 0,6% à R$ 1,35, para bater mais um recorde de alta desde a criação do plano real (em 1994), novamente influenciado pelo fortalecimento da moeda norte-americana no exterior.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,7% e China 0,9%, em meio a esperanças de que o pior da epidemia de coronavírus na China pode ter passado, uma vez que o número de novos casos continua desacelerando, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,5%, França 0,8% e Alemanha 0,9%, diante da crescente percepção de que coronavírus não deve causar graves problemas de crescimento na região e da amenização das tensões comerciais entre Washington e a União Europeia e (3) dos EUA, batendo novos recordes históricos de alta, S&P 0,6%, DJ 0,9% e NASDAQ 0,9%, seguindo o movimento ascendente das demais bolsas mundiais e com destaques de alta para empresas ligadas ao setor de commodities.

Economistas, até mesmo da equipe econômica, veem posição errática do presidente Bolsonaro em relação às reformas enviadas ao Congresso como risco para crescimento sustentável do País, que pode acabar se transformando, mais uma vez, em um “voo de galinha”.

Desanimando sacoleiros e muambeiros e animando exportadores e investidores do setor produtivo, Paulo Guedes, ministro da economia,  afirmou que é melhor uma taxa de juros a 4% e câmbio a R$ 4,00, do que dólar a R$ 1,80 e juros de 14%.

Reascendendo as “apostas” de novos cortes da taxa básica de juros brasileira, em DEZ/19 as vendas do varejo no país recuaram -0,1% na comparação com NOV/19, patamar abaixo do esperado pelo “mercado” (0,2%).

Causado pela política consumista do governo da organização criminosa petista e representando um enorme entrave para o crescimento econômico do país, a poupança interna brasileira, que em 2005 era de 20% do PIB e que atualmente é de 13% do PIB, coloca o Brasil na 106ª posição entre os 130 países pesquisados pelo Banco Mundial.

Confirmando o inchaço da maquina publica tupiniquim, nos últimos 15 anos o número de servidores públicos saltou de 532mil para 712mil, o que representa um aumento de 34%, porem no mesmo período a população do país cresceu 15%, o que representa menos da metade.

Causando impacto hoje nas principais bolsas mundiais, ontem, após o fechamento do pregão, o cartel da OPEP reduziu em -19% a previsão de crescimento da demanda global de petróleo este ano devido à nova epidemia de coronavírus e seu impacto na China.

Se lixando para a baixa produtividade e péssima competitividade tupiniquim e referendando a mentira do aquecimento global por ação humana, ontem a Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou um projeto de lei que determina que daqui a 10 anos será proibida a venda de veículos novos movidos a combustíveis fósseis, como gasolina ou diesel, no Brasil.

Política:

Revelando o que todo mundo já sabia, a pesquisa do Jota sobre o potencial máximo de votos de cada candidato em 2022 mostrou Sergio Moro em primeiro lugar (48,5%), Bolsonaro em segundo lugar (45,4%) e Lula em terceiro lugar (40,9%).

Na pesquisa Jota de intenções de voto para presidente em 2022, que não incluiu Sergio Moro, Bolsonaro tem 41% dos votos, Luciano Huck 14%, Flavio Dinho 13% e João Dória 2,5%.

Confirmando a morte política do líder da organização criminosa petista, segundo a pesquisa do Jota divulgada ontem 54,6% dos brasileiros não votariam em Lula para presidente de jeito nenhum.

Mostrando que não tem sangue de barata, ontem, ao ser chamado de capanga de miliciano por um deputado do PSOL, linha auxiliar da organização criminosa petista, em uma audiência na Câmara, Sergio Moro afirmou que não debateria com uma pessoa desqualificada.

Puxa-saco de quem tem poder, Paulo Skaf, que já foi amigão de Lula e agora quer o apoio de Bolsonaro para se candidatar à prefeitura de SP, convidou o ministro Paulo Guedes para almoçar na Fiesp nesta quinta-feira.

Como Bolsonaro e Rodrigo Maia são pessoas pouco confiáveis, foi desfeito ontem o acordo que havia sido feito na terça-feira entre governo e a cúpula do Congresso para devolver ao Executivo recursos que estavam nas mãos do Legislativo graças ao Orçamento Impositivo.

Representando uma derrota dos racistas, que insistem na ideia estúpida de dividir os homens em raças, o STJ liberou nomeação de Sérgio Camargo, que é radicalmente contrário ao vitimismo e ao politicamente correto, para assumir a presidência da Fundação Palmares.

Pessoas próximas a Márcio França, pré-candidato do socialista PSB à prefeitura de SP, já dão como certa a presença do PDT na aliança do ex-governador para a eleição de OUT/20.

No Vaticano, onde se encontrará com o papa Francisco, que claramente tem viés socialista, o ex-presidiário Lula “avisou” que quer debater sobre a redução da fome e da desigualdade social.

Crítica:

Segundo o epidemiologista chinês Zhong Nanshan, responsável por combater o vírus da Sars em 2003, (1) o surto do novo coronavírus deverá atingir seu pico entre a metade e o final deste mês e terminar em ABR/20 e (2) há quatro vacinas contra o coronavírus em processo de desenvolvimento.

Revolucionando a forma como as pessoas se comunicam, o WhatsApp, que em 2014, quando foi comprado pelo Facebook, tinha 500 milhões de usuários, atingiu ontem a marca de 2 bilhões de usuários.

Aclamado pelos canalhas, pelos vagabundos e pelos socialistas”, que na maioria das vezes são as mesmas pessoas, o jornalista norte-americano Nicholas Lemann afirmou que a imprensa deveria ser financiada com recursos e subsídios do Estado pois tem valor de serviço público.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário