R.B. 4/JUN/19 "Adoram uma empresa pública"



"Adoram uma empresa pública"

São Paulo, 4 de junho de 2019 (TERÇA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, acompanhando o movimento ascendente das principais bolsas mundiais, beneficiada pela aprovação da MP Antifraude do INSS, apostando em uma decisão positiva do STF sobre as privatizações e aguardando a apresentação do relatório da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara e (2) o DÓLAR pode seguir em queda, influenciado pelo esperado “bom humor” na bolsa tupiniquim e pelas expectativas de aumento do fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e investimentos.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,1%, devolvendo os ganhos da abertura, quando na máxima avançou 0,8%, prejudicada pelo recuo das commodities, acompanhando a instabilidade das bolsas de NY e realizando uma pequena parte dos lucros auferidos na semana passada (3,6%) e (2) o DÓLAR caiu -1,0% à R$ 3,89, para fechar o dia no menor patamar desde 15/ABR/19, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana, diante do aumento das “apostas” de corte dos juros nos EUA

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,9% e China -0,3%, ainda prejudicadas por preocupações com a perspectiva do comércio global, após Pequim divulgar um comunicado ressaltando que não recuará em suas "principais questões de princípios", (2) da EUROPA, recuperando as perdas da abertura, causadas por dados desanimadores sobre a produção manufatureira no continente, Inglaterra 0,3%, França 0,6% e Alemanha 0,6%, beneficiadas pelo aumento das “apostas” de corte dos juros norte-americanos e (3) dos EUA, S&P -0,3%, DJ -0,1% e NASDAQ -1,6%, com destaques de queda para as ações das empresas de tecnologia e serviços de comunicação, em meio a notícias de investigações antitruste contra grandes empresas do setor.

Diante da “guerra comercial” com a China, dos sinais de recuo da inflação e da divulgação de dados econômicos piores do que o esperado, como a queda do índice de gerentes de compras da indústria para o menor patamar desde SET/09, aumentaram as “apostas” de corte de juros nos EUA.

Já influenciado pelo anúncio de que a economia tupiniquim encolheu -0,2% no primeiro trimestre do ano, o “mercado” (1) cortou pela 14ª vez seguida sua projeção o crescimento do PIB tupiniquim este ano, desta vez de 1,23% para 1,13% e (2) reduziu, agora de 4,07% para 4,03%, suas “apostas” para a inflação medida pelo IPCA em 2019, patamar abaixo do centro da meta do BC (4,25%).

Com o objetivo de melhorar a eficiência do monopolista mercado de capitais tupiniquim, o BC brasileiro prometeu tirar do papel nos próximos 4 meses 6 medidas microeconômicas, (1) o aperfeiçoamento das garantias em imóveis para a concessão de crédito e a hipoteca reversa, (2) a melhora no acesso a dados, (3) a criação de regras de sandbox para empresas inovadoras do setor financeiro, (4) a criação da nota comercial, (5) a permissão da emissão de dívida em dólar no mercado doméstico e (6) a revisão das regras para uso contratos de proteção cambial.

Dando novos sinais de recuperação da economia tupiniquim, (1) em MAI/19 os licenciamentos de veículos novos no país cresceram 22% na comparação com o mesmo período de 2018 e (2) em ABR/19 o setor público consolidado brasileiro teve superávit primário de R$ 6,6bi, patamar 10% acima do esperado (R$ 6,0bi).

Beneficiada pelo elevado patamar do dólar e também pela conquista de novos mercados para os produtos tupiniquins, em MAI/19 a balança comercial brasileira registrou um superávit de R$ 6,4bi, impulsionada pelo aumento de 5,6% das exportações quando comparadas com MAI/18.

-    A Petrobras subiu 1,7%, desprezando a queda do petróleo, impulsionada pela notícia de que a estatal apresentou ao CADE uma proposta para vender refinarias que representam metade da capacidade de refino da companhia.
-    A Apple caiu -1,0%, a Amazon recuou -4,6%, o Facebook cedeu -7,5%, o Twitter perdeu -5,5% e Alphabet (controladora do Google) retrocedeu -6,1%, todas em meio a notícias de que o Departamento de Justiça dos EUA prepara uma nova investigação antitruste contra estas empresas.

Política:

Com o governo Bolsonaro mostrando capacidade de articulação, ontem, que foi uma segunda-feira na qual os “nobres parlamentares” costumam não trabalhar, o Senado aprovou a MP 871, que faz um pente-fino em benefícios previdenciários e assistenciais, conhecida como MP Antifraude do INSS.

Ontem, após tomar um “enquadro” dos governadores do PSDB que defendem a manutenção de estados e municípios na reforma, o deputado tucano Samuel Moreira, relator da PEC da Previdência na comissão especial na Câmara, disse que pode apresentar seu relatório já nesta quinta-feira.

Após dizer que é factível o governo Bolsonaro conseguir 350 votos para aprovar a reforma da Previdência, o que é uma boa margem de segurança diante dos 308 votos necessários, Rodrigo Maia, presidente da Câmara, afirmou que a referida matéria pode ser votada até o final de JUN/19 se não houver tropeços e movimentos erráticos.

Bandido, idiota inútil e poste de Lula nas últimas eleições presidenciais, o petista Haddad, que no ano que vem deve ser o candidato do PT à prefeitura de SP, anunciou ontem que estreará em breve um programa de notícias nas redes sociais.

“Destruindo as dezenas de anos de socialismo e gramscismo”, que começou com FHC, passou por Lula e terminou com Dilma, nos últimos 2 anos, segundo uma pesquisa divulgada hoje, o número de brasileiros que se dizem de direita subiu de 28% para 39% e o número de esquerdistas caiu de 39% para 28%.

Doria, governador tucano de SP, se antecipou às discussões de um projeto no Legislativo paulista para extinguir a Dersa e passou a esvaziar as funções da estatal, assolada por investigações que apontam suspeitas de desvios de centenas de milhões de reais em obras durante os governos Serra e Alckmin, que também são do PSDB.

Como “adoram uma empresa pública”, usadas por eles para roubar e empregar vagabundos, os deputados federais da organização criminosa petista se reúnem hoje com Luís Roberto Barroso, ministro do STF, para discutir o julgamento de amanhã no Supremo que pode dificultar as privatizações.

Economizando muito dinheiro dos cofres públicos tupiniquins, Ernesto Araújo, chanceler brasileiro, está fechando as inúteis embaixadas abertas por Lula e sua organização criminosa, como em Roseau (Dominica), St. John’s (Antígua e Barbuda), St. George’s (Granada), Basseterre (São Cristóvão e Névis) e Kingstown (São Vicente e Granadinas).

Crítica:

Trabalhando seriamente, e agora livre de pressões políticas nefastas, a Receita Federal autuou entre MAR/19 e MAI/19 5.241 empresas devido a irregularidades no Imposto de Renda de Pessoa Jurídica e na Contribuição Social sobre Lucro Líquido referentes ao ano-calendário de 2014, o que irá gerar um credito adicional de R$ 1bi aos cofres públicos.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário