R.B. 19/JUL/18 "Dando palanque para bandido"



"Dando palanque para bandido"

São Paulo, 19 de julho de 2018 (QUINTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais, influenciada negativamente pelo recuo das commodities e prejudicada pelos sinais cada dia piores da economia e da política tupiniquim e (2) o DÓLAR pode subir, com “boas chances” de recuperar o patamar dos R$ 3,90, influenciado pela esperada piora do “humor” na bolsa tupiniquim e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -1,0%, revertendo uma abertura positiva para realizar lucros após acumular uma alta de 10,4% no mês, descolada do movimento ascendente das bolsas de NY e com destaque de queda para as ações da Petrobrás (-1,3%) e (2) o DÓLAR caiu -0,1% à R$ 3,84, em um dia de pouca volatilidade, influenciado pelas “apostas” de aumento do fluxo positivo de recursos externos e também pela trajetória internacional da moeda norte-americana.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, novamente sem uma tendência única, Japão 0,4%, com destaques de alta para as exportadoras, diante da valorização do dólar frente a moeda local (o iene) e China -0,4%, em território negativo pelo quarto dia consecutivo, ainda prejudicada pelas tensões comerciais, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,6%, França 0,5% e Alemanha 0,8%, beneficiadas pela divulgação de dados econômicos indicando recuo da inflação, que derrubaram a cotação das moedas locais frente ao dólar e impulsionaram as exportadoras, como Infineon (3,1%) e Glencore (1,7%) e (3) dos EUA, S&P 0,1%, DJ 0,3% e NASDAQ 0,1%, sustentadas por um abrandamento das tensões comerciais e com destaques de alta para as ações dos bancos, após o Morgan Stanley, que viu suas ações subirem 2,8%, ter informado que seu lucro do segundo trimestre cresceu 39% em relação ao mesmo período do ano passado, superando assim as expectativas dos analistas.

O Bank of America tem dois cenários para o dólar frente ao real no início de 2019 (1) R$ 5,50 em caso de vitória de um candidato contrário ao mercado e com problemas de governabilidade e (2) R$ 3,65, no cenário mais otimista, com a vitória seria de um candidato reformista, com foco na reestruturação da Previdência.

Sem medo de falar o que é certo, o que é ótimo para o país, em editorial o jornal O Globo alertou que o político teme afrontar eleitor, em vez de explicar-lhe que vender estatais significa protegê-lo como contribuinte.

Falando algo inútil, já que ninguém sabe quem será o próximo presidente tupiniquim, José Múcio Monteiro, ministro do Tribunal de Contas da União, afirmou que governo federal pode abrir mão das chamadas golden shares, que são ações especiais que dão direito a veto, que possui em empresas estatais desde que justifique o porquê dessa intenção e também seja ressarcido.

Diante de um cenário eleitoral incerto e conturbado e de um cenário econômico pouco animador, segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo o índice de consumidores tupiniquins que pretendem efetuar uma compra de bens duráveis no período de JUL/18 a SET/18 é de apenas 1% no varejo ampliado (que inclui automóveis e material de construção).

Fruto da baixa demanda, causada pelo aumento do desemprego e pelos cortes do Fies (programa de financiamento estudantil do governo Federal), e da elevada oferta, diante da crescente concorrência com os cursos virtuais, as mensalidades das faculdades brasileiras com cursos presenciais tiveram um reajuste médio de apenas 2,4%, patamar abaixo da inflação.

Lotada de vagabundos, corruptos e inúteis indicados por políticos, como ocorre em 99% das Estatais tupiniquins, a Infraero, que após a privatização de vários aeroportos do país conseguir a “façanha” de aumentar seu quadro de funcionários, obviamente enfrenta enormes dificuldades para abrir seu capital, o que renderia R$ 16bi aos cofres da União.

Um grupo significativo de representantes de entidades empresariais de países do G-20 divulgou ontem um manifesto em que pede que os líderes das maiores economias do planeta se comprometam a (1) manterem os mercados abertos, (2) não imporem novas barreiras protecionistas, (3) reforçarem o funcionamento da OMC e (4) tomarem medidas contra a concorrência desleal e os subsídios industriais.

Com as exportações “turbinadas” pela alta do dólar, a balança comercial brasileira acumulava até o final da semana passada um superávit de US$ 32,4bi, resultado 16% superior ao auferido no mesmo período de 2017.

-    O Google caiu apenas -0,1% na bolsa de NY, após o anúncio de que a cada dia mais socialista União Europeia impôs multa recorde de 4,3bi de euros contra a empresa.
-    A Vale subiu 1,5%, alinhada à alta do minério de ferro no mercado à vista chinês e impulsionada pelo anúncio de que no segundo trimestre do ano a empresa bateu seu recorde histórico de produção de minério de ferro.

Política:

“Dando palanque para bandido”, o que em tese a obriga a publicar também um texto de Marcinho VP e outro de Fernandinho Beira-Mar, a Folha de SP divulgar uma carta de Lula, obviamente não escrita pelo referido analfabeto funcional, na qual o maior bandido da história do Brasil afirma, diretamente da cadeia, que estão lhe caluniando e cassando o seu “direto” de se expressar.

Defendendo “o pato Meirelles”, que só tem apoio dos peemedebistas pois vai bancar a sua campanha presidencial com dinheiro do próprio bolso, Romero Jucá atacou Renan Calheiros, seu comparsa de partido e bandalheira, afirmando que o referido senador alagoano quer jogar o PMDB novamente no colo do PT.

Rodrigo Rollemberg, governador do DF e dirigente do PSB, telefonou ontem para Ciro Gomes, candidato a presidente pelo PDT, para dizer que tem convicção que seu partido lhe apoiará nas eleições presidenciais.

Com medo de que até os comunistas se bandeiem para a candidatura de Ciro Gomes, o PT ofereceu o posto de vice ao PCdoB, que sempre foi seu “cachorrinho amestrado” em troca de migalhas.

Ressaltando que quer um presidente que faça o Brasil se desenvolver, Robson Braga, presidente da Confederação Nacional da Indústria, afirmou que empresários não temem eventual vitória de Jair Bolsonaro, do PSL, na eleição presidencial.

Os termos da decisão da ministra Rosa Weber, que barrou ação que pedia para o TSE declarar antecipadamente a inelegibilidade de Lula, animaram aliados e juristas que trabalham pelo ex-presidente e tentam esticar sua permanência na corrida eleitoral.

Sem nenhum tipo de ideologia, o PTB, que é dominado por um bandido chamado Roberto Jefferson e que até a semana passada comandava o ministério do trabalho do governo Temer, anunciou ontem que apoiará a candidatura presidencial de Alckmin, que sem nenhum escrúpulo comemorou esta decisão em suas redes sociais.

Repetindo o que falou recentemente Jaques Wagner, seu comparsa e antecessor, o petista Rui Costa, governador da Bahia, defendeu que, caso o condenado Lula não consiga ser candidato, o PT apoie nome de outra legenda para a disputa pelo Planalto.

Unidos, os bandidos e caciques do PP, DEM, PR, SD e PRB, já decidiram que Josué Alencar, herdeiro que faz pose de empresário, será o candidato a vice-presidente que representará o grupo, porém ainda não decidiram se vão apoiar a candidatura presidencial de Ciro Gomes ou de Alckmin.

Mostrando como é complicada a situação do PSDB, JUL/14, no mesmo ano em que perdeu as eleições presidenciais para a ex-presidenta e bandida Dilma, senador e também bandido Aécio Neves tinha 44% das intenções de voto, o que representa quase 4 vezes mais do que as intenções de voto que Alckmin, candidato tucano à presidente, tem atualmente em SP (12%).

Crítica:

Desnudando a farsa socialista, incentivada inclusive pela TV Globo, de que Trump é desumano e separa pais de filhos, ontem a PF prendeu um grupo de brasileiros que era responsável por enviar crianças para o México para servirem de escudos para vagabundos e vagabundas que tentam entrar ilegalmente nos EUA.

Desdenhando da histeria de quebra de sigilo, que aliás ele nunca prometeu, o Facebook anunciou ontem que tem atualmente 127 milhões de usuários ativos no Brasil, patamar 14,4% maior que o auferido em NOV/16.

PAZ, amor e bons negócios;

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: rb@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário