R.B. 4/ABR/18 "Definirá o futuro moral e ético do país"



"Definirá o futuro moral e ético do país"

São Paulo, 4 de abril de 2018 (QUARTA-FEIRA).

Mercados e Economia:

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, prejudicada pelo recuo das commodities, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e pressionada principalmente pelos sinais de que o STF vai acabar com a prisão em segunda instância, livrando Lula da cadeia e aniquilando a Lava Jato e (2) o DÓLAR pode voltar a subir, rumo aos R$ 3,50, influenciado pelos mesmos motivos que devem derrubar a bolsa tupiniquim e também seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,1%, após um pregão com bastante volatilidade, com máxima de 85.411pts e mínima de 84.209pts, no qual as atenções foram divididas entre a recuperação das bolsas de NY e o crescimento dos “temores” de que o STF livrará Lula da cadeia e (2) o DÓLAR subiu 0,7% à R$, para fechar o dia no maior patamar em 9 meses, se rendendo a um clima de maior desconfiança com o futuro do país e também ao aumento do fluxo negativo de recursos externos.

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,4% e China -0,8%, acompanhando as perdas das bolsas de NY no dia anterior, que prejudicou principalmente as empresas do setor de tecnologia, diante das preocupações com as desavenças comerciais entre EUA e China, (2) da EUROPA, retornando do feriado de Páscoa, Inglaterra -0,4%, França -0,3% e Alemanha -0,8%, com os investidores da região digerindo o derretimento sofrido pelas techs nos últimos pregões de Wall Street, o acirramento da tensão comercial global e a divulgação de dados econômicos piores do que o esperada da produção industrial alemã e (3) dos EUA, recuperando as perdas do pregão anterior, S&P 1,3%, DJ 1,7% e NASDAQ 1,0%, já que a notícia de que a Casa Branca não pretende sobretaxar a Amazon ajudou a varejista e outras companhias de tecnologia a reverterem o movimento baixista.

Coberto de razão, ontem, em um fórum com economistas e membros da equipe econômica do governo, Luiz Carlos Trabuco, presidente do conselho de administração do Bradesco, afirmou que (1) a política de subsídios nos financiamentos ao setor privado retardou o desenvolvimento do mercado de capitais, que agora será o principal responsável pelos novos financiamentos de projetos em infraestrutura e (2) a discussão sobre as privatizações é fundamental.

-    Abaixo do esperado, em FEV/18 a produção industrial brasileira registrou crescimento de 0,2% na comparação com JAN/18 e aumentou 2,8% ante FEV/17.
-    Superando as expectativas, em MAR/18 as vendas de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus no Brasil subiram 32,2% ante FEV/18 e 9,7% na comparação com MAR/17.

Trabalhando em benefício dos grandes milionários tupiniquins, Rodrigo Maia, presidente da Câmara e candidato à presidente pelo DEM, afirmou que a medida provisória que aumenta tributação de fundos exclusivos deve caducar na Câmara, pois não será votada até 8/ABR/18.

Prejudicando quem paga seus impostos em dia, ontem, com o aval do Palácio do Planalto, o Congresso Nacional derrubou o veto do presidente Temer ao programa de refinanciamento de dívidas de empresas, que beneficia os caloteiros dando descontos de até 90% dos juros e parcelando em até 175 vezes os débitos com a União.

Viciado nos subsídios que sempre teve no país, Pablo Di Si, presidente da Volkswagen na América Latina, afirmou que uma eventual redução de benefícios para o setor automotivo no programa Rota 2030 será negativo e poderá levar a empresa a repensar seus investimentos no Brasil.

Após quase quebrar a empresa com seu “toque Midas”, Abílio Diniz, que já foi escorraçado do Pão de Açúcar, finalmente decidiu renunciar à presidência do conselho de administração da gigante de alimentos BRF.

-    A GKN caiu -3,6% na bolsa de Londres, diante da notícia de que a Melrose assegurou o aval de um número suficiente de acionistas para concluir a aquisição da fabricante de peças de carros e aeronaves.
-    A Spotify disparou 13,6% na sua estreia na bolsa de NY, se tornando assim a terceira melhor estreia da história de uma empresa de tecnologia.
-    A Sky subiu 2,1% na bolsa de Londres, após a 21st Century Fox anunciar propostas para mitigar as preocupações de entes reguladores com a oferta de compra da emissora britânica, como, por exemplo, uma possível venda da Sky News para a Walt Disney.
-    A Amazon subiu 1,5% na bolsa de NY, diante da informação dada pela imprensa norte-americana de que a Casa Branca não pretende sobretaxar a companhia.

Política:

Hoje, em uma sessão plenária que pode se estender até amanhã e que “definirá o futuro moral e ético do país”, o STF, acovardado pelo medo de colocar um comparsa e cagueta na cadeia, deve decidir, na pior das hipóteses por 7 a 4, acolher o Habeas Corpus de Lula e, se tudo ocorrer como planeja a organização criminosa multipartidária que governa o país desde a eleição de Tancredo em 1985, o próximo passo será rasgar a lei da ficha limpa e permitir a candidatura do referido ex-presidente.

Provavelmente de cuecão e com o celular na mão, ontem, já prevendo a vitória de Lula no STF, Eduardo Villas Boas, general do corrupto, desmantelado e despreparado exército tupiniquim, afirmou que repudia "a impunidade" e que está atento às suas missões institucionais.

Alertando que “besta do fascismo ficará mais excitada”, o petista Tarso Genro, que foi ministro da justiça do governo Lula, afirmou que o comandante do Exército falou para a tropa e isto é o início de uma tutela militar sobre o processo político e democrático.

Diante das críticas veementes e contundentes que a mais elevada corte tupiniquim vem recebendo, está claro que os seguidos apelos por serenidade feitos por Cármen Lúcia, presidente do STF, elevou ainda mais a temperatura das ruas e pode acabar levado a “praça para dentro do tribunal”.

Como Temer e Meirelles, agora também companheiros de partido, querem ter o apoio à candidatura de alguém ao governo de SP como moeda de troca para ajudar seus delírios presidenciais, a resolução aprovada ontem pela executiva do PMDB não inclui a candidatura de Paulo Skaf ao governo de SP na lista de palanques estaduais do partido.

Caso tenha juízo e modéstia, o peemedebista Paulo Skaf deveria aceitar o convite feito pelos dirigentes do PSB paulista e aceitar a vaga de vice na chapa encabeçada por Márcio França para disputar o governo de SP.

Com a confirmação de que Aloysio Nunes, sem medo de perder o fórum privilegiado e ser preso após as eleições, não vai disputar cargo algum e vai permanecer no Itamaraty, há um movimento no PSDB para que a deputada Mara Gabrilli entre na disputa para herdar a vaga dele de candidato ao Senado.

A janela que permite aos deputados federais trocar livremente de partido deve resultar em crescimento expressivo de pelo menos 3 legendas na Câmara, o DEM do presidente da Casa e pré-candidato à Presidência, Rodrigo Maia, o PSL do também presidenciável Jair Bolsonaro e o Podemos do senador e candidato à presidente Álvaro Dias, que em 2014 tinham juntas 26 dos 513 deputados e atualmente já somam 67 cadeiras.

Crítica:

Infinitamente pior do que o 7 a 1 que a seleção brasileira levou da Alemanha em casa na copa do Mundo de futebol, será os 7 a 4 que hoje o STF deve impor “goela a baixo” do país, livrando Lula da cadeia e mostrando mais uma vez que no Brasil, para quem tem muito dinheiro e nenhum escrúpulo, o crime compensa.

Fugindo cada dia mais do debate, a “esquerda caviar” acha que seria triste Lula ser preso, falando em feridas na moral e na alma da sociedade que a prisão de um ex-presidente causaria, porém sem se lembrar se sua impunidade é um sinal para esta mesma sociedade que a justiça não existe e que o correto é ser ignorante, corrupto, vagabundo e malandro.

Se o STF, seguindo as previsões, deixar Lula fora da cadeia, o melhor para o país seria ele ser candidato à presidente, pois se ele ganhar, o que acho difícil, “que se dane”, já que cada povo tem o governo que merece, já se ele perder morre o mito, e, se tudo ocorrer como parece, nasce outro Mito, o retardado do Bolsonaro.

PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho

O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com
Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário